How to Get the Man's Foot Outta Your Ass

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
How to Get the Man's Foot Outta Your Ass
O retorno de Sweetback (BR)
 Estados Unidos
2003 • cor • 108 min 
Direção Mario Van Peebles
Roteiro Mario Van Peebles / Dennis Haggerty
Elenco Mario Van Peebles
Nia Long
Ossie Davis
Género drama biográfico
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

BAADASSSSS!, também conhecido como How to Get the Man's Foot Outta Your Ass (br: O retorno de Sweetback) é um filme estadunidense de 2003, do gênero drama biográfico, dirigido por Mario Van Peebles. O roteiro é baseado no livro Sweet Sweetback's Baadasssss Song: A Guerilla Filmmaking Manifesto de Melvin Van Peebles, pai do ator e diretor Mario Van Peebles.

A estréia do filme foi no Festival de Cinema de Toronto, em 2003. A trilha sonora foi composta de vários artistas, sendo o mais notável o Immortal Technique.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme é baseado na vida de Melvin Van Peebles, e foca as barreiras sociais e problemas de produção que ele teve que enfrentar, assim como os sacrifícios pessoais que teve que fazer, como ter o seu filme rejeitado pelos estúdios de Hollywood e ter que fingir estar produzindo filmes eróticos. No final, Melvin torna-se bem sucedido, lançando seu tão almejado filme.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Black Reel Awards 2005

  • Melhor diretor: Mario Van Peebles (vencedor)
  • Melhor ator de drama: Mario Van Peebles (indicado)
  • Melhor filme de Drama: (indicado)
  • Melhor roteiro, riginal ou adaptado: Mario Van Peebles (indicado)
  • Melhor atriz coadjuvante: Joy Bryant (indicado)

Image Awards 2005

  • Filme independente ou estrangeiro: indicado
  • Ator: Mario Van Peebles (indicado)

Independent Spirit Awards 2005

  • Melhor ator: Mario Van Peebles (indicado)
  • Melhor participação: Mario Van Peebles (indicado)
  • Melhor roteirista: Mario Van Peebles e Dennis Haggerty (indicados)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]