Hugh Grant

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hugh Grant
Grant em março de 2011
Nome completo Hugh John Mungo Grant
Nascimento 9 de setembro de 1960 (53 anos)
Londres, Inglaterra
 Reino Unido
Ocupação Ator
Atividade 1982 - hoje
Prêmios Globo de Ouro
Melhor ator - comédia ou musical
1994 - Four Weddings and a Funeral
BAFTA
Melhor Ator Principal
1994 - Four Weddings and a Funeral
IMDb: (inglês) (português)

Hugh John Mungo Grant (Londres, 9 de setembro de 1960), é um premiado ator britânico.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Vida familiar e educação[editar | editar código-fonte]

Grant é filho de Fynvola Susan MacLean, uma professora, e de James Murray Grant, um artista e vendedor de carpetes que administrava uma firma de carpetes. Tem um irmão mais velho, James. Seu trisavô escocês, Dr. James Stewart, foi um assistente do missionário David Livingstone, e Grant está relacionado com William Drummond, 4° Visconde Strathallan.

Hugh Grant foi educado em Wetherby School e em Latymer Upper School e recebeu uma bolsa de estudos em New College, na Universidade de Oxford, onde estudou literatura inglesa. Antes de finalizar seus estudos em Oxford, Grant tentou obter um doutorado em História da Arte no Instituto Courtauld de Arte, de Londres, mas não pôde segui-lo completamente pois não alcançou o grau de primeira classe, requerido para a concessão de seus estudos de doutoramento.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Hugh Grant fez seu primeiro filme, Privileged, financiado pela Oxford, em 1982. Papéis de televisão vieram mais tarde, em 1985. Dois anos depois, interpretou Clive Durham, uma das personagens principais do filme Maurice, da companhia Merchant Ivory Productions. Tal papel lhe concedeu o prêmio de Melhor Ator do Festival de Veneza, juntamente com o ator James Wilby. Grant então apareceu no filme Lair of the White Worm, de Ken Russell. Em 1991, estrelou no filme Impromptu, interpretando Frédéric Chopin, ao lado da atriz Judy Davis (como a escritora George Sand) e do ator Julian Sands (como Franz Liszt). Ele teve um papel importante no filme The Remains of the Day, de 1993, e simultaneamente ficou conhecido como o parceiro da modelo e atriz Elizabeth Hurley, com quem namorava desde 1987. Entretanto, foi o filme Four Weddings and a Funeral, de 1994, que o fez uma estrela.

O ano seguinte foi extremamente cheio para Grant. Ele co-estrelou com Alan Rickman em An Awfully Big Adventure, participou da comédia romântica Nine Months com Julianne Moore, foi o objeto de afeição de Emma Thompson em Sense and Sensibility e apareceu em Restoration, com Meg Ryan, Ian McKellen, Sam Neill e Robert Downey Jr.. Em 1996, estreou com Gene Hackman no filme de terror Extreme Measures.

Em 1999, ele estreou com Julia Roberts em Notting Hill (ele contou para a E! Entertainment Television que foi muito estranho beijar uma ícone). Depois de Notting Hill, vieram outros sucessos: Bridget Jones's Diary (2001), About a Boy (2002) e Two Weeks Notice (2002). Neste último filme ele trabalhou com Sandra Bullock. Em 2003, interpretou o primeiro-ministro David em Love Actually, uma comédia romântica do roteirista Richard Curtis. No ano seguinte, retornou como Daniel Cleaver na sequencia de Bridget Jones's Diary, Bridget Jones: The Edge of Reason. Ele também estrelou em American Dreamz (2006), uma sátira num reality show. O papel como Gilderoy Lockhart em Harry Potter and the Chamber of Secrets foi oferecido a Grant, que recusou-o. Mais tarde ele disse que se arrependeu desta decisão. Durante as promoções de Bridget Jones: The Edge of Reason, no The Oprah Winfrey Show, Hugh revelou que o único filme de toda a sua carreira que "não o faz agir timidamente" é About a Boy.

O filme mais recente de Hugh Grant é uma outra comédia romântica, Music and Lyrics, no qual participa com Drew Barrymore. É sobre um pop star dos anos 80 (Grant) que tem que escrever letras de música para uma mais nova artista. Atualmente, ele está discutindo sobre uma possível estréia na animação da Disney American Dog, a qual será exibida em 2008.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Foto de Hugh na delegacia após o episódio com Divine Brown

Grant namorou a atriz Elizabeth Hurley por muitos anos (o casal se separou em 2001). Em 1995, enquanto namorava Hurley, ele foi preso em Hollywood por uma conduta indecente com uma prostituta, Divine Brown, num lugar público. Ele pediu desculpas por isso no programa The Tonight Show with Jay Leno. Hugh então começou a namorar a socialite e embaixadora da UNICEF Jemima Khan, ex-esposa de Imran Khan e filha de Sir James Goldsmith, em 2004. Em fevereiro de 2007, o publicista de Grant, Robert Garloc, confirmou que os dois tinham mutualmente decidido terminar a relação.

Grant é um amigo de Kyle MacLachlan. Thomas Sangster, que interpretou Sam em Love Actually, é o primo de quarto grau de Grant. Hugh tem dois gatos-de-bengala, que foram presentes de Jemima Khan. Joga críquete e gosta de golfe, tomando parte frequentemente de torneios de amadores profissionais, onde recebe aulas de Colin Montgomerie. É um fã do clube de futebol Fulham FC.

No dia 26 de Abril de 2007, Hugh Grant não se conteve e se descontrolou quando um fotógrafo paparazzo pediu que levantasse a cabeça para uma foto em um momento de jogging matinal. Após atacar o fotógrafo, Grant atacou a sua família. Ele perguntou se o fotografo tinha filhos. Após saber que ele tinha duas crianças ele respondeu: 'Espero que elas morram de câncer'.[1]

Em novembro de 2011 Hugh Grant foi pai pela primeira vez de uma menina, Tabitha. O segundo filho nasceu em Fevereiro de 2013[2] . As crianças são fruto do relacionamento com Tinglan Hong.[3] .

Em setembro de 2012, foi pai de uma criança fruto do seu envolvimento com a produtora de televisão sueca, Anna Elisabeth Eberstein. O bebé nasceu três meses antes do seu irmão, Felix, filho do ator e Tinglan Hong, com quem Grant mantinha um relacionamento. Desta forma, ambas as mulheres estiveram grávidas em simultâneo[4] .


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Hugh Grant