Hulha Negra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Hulha Negra
Bandeira de Hulha Negra
Brasão de Hulha Negra
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 20 de março de 1992 (22 anos)
Gentílico hulhanegrense
Prefeito(a) Erone Pedrinho Londero (PT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Hulha Negra
Localização de Hulha Negra no Rio Grande do Sul
Hulha Negra está localizado em: Brasil
Hulha Negra
Localização de Hulha Negra no Brasil
31° 24' 14" S 53° 52' 08" O31° 24' 14" S 53° 52' 08" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Sudoeste Rio-grandense IBGE/2008 [1]
Microrregião Campanha Meridional IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Pedras Altas, Candiota, Bagé e Aceguá
Distância até a capital 410 km
Características geográficas
Área 822,943 km² [2]
População 6 048 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 7,35 hab./km²
Clima Subtropical Cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,761 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 95 828,095 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 15 086,29 IBGE/2008[5]
Página oficial

Hulha Negra é um município do estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Pertence à mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e à microrregião da Campanha Meridional.

É um município que faz parte da bacia hidrográfica do rio Camaquã.

História[editar | editar código-fonte]

O marco inicial da história da cidade data de 1884, quando foi instalada uma estação numa ferrovia que cortava a região. O ponto rapidamente se transformou em um centro de circulação de atividades comerciais e iniciou a formação de um povoado, diversificando as atividades econômicas, até então voltadas principalmente para a pecuária e o charque, apesar do potencial para agricultura.

A inspiração para o nome "hulha", vem de uma das principais riquezas do município, o carvão mineral. A exploração do carvão na região começou no fim do século XIX, segundo alguns relatos, e terminou no início da década de 50. foi ele que inspirou o nome "hulha", e constitui um grande potencial para exploração futura.

Na mesma época do término da exploração do carvão surgiram as primeiras conversas a respeito da emancipação. Um grupo liderado por José Macke, Hugo Canto e Francisquinho Kloppenburg, formou uma Comissão de Emancipação, conseguindo atingir seu objetivo em 1965. O documento era assinado pelo então Governador, Ildo Meneghetti, e a eleição para Prefeito e Câmara de Vereadores estava marcada para 06 de marco de 1966. Entretanto, um mandado de segurança impetrado pela Prefeitura de Bagé, e sumariamente julgado pelos tribunais da época anulou o plebiscito e, por conseguinte, a criação do novo Município.

O fim da década de 60 marcou o início da eletrificação rural, o auge da agricultura, e a criação da primeira escola de primeiro grau completo. No final da década de 80 o antigo povoado, cuja colonização fora iniciada em 1880, contava com cerca de 600 casas, quase todas de propriedade dos moradores. Também no final dessa década reiniciou-se o processo de assentamento de colonos, totalizando 500 famílias. 1990 marcou o início da arrancada decisiva para a tão almejada emancipação de Hulha Negra, tendo como líderes do movimento o Capitão Hugo Canto e o Agricultor Lourenço Macke. A almejada separação se deu finalmente em 20 de março de 1992, tendo como primeiro prefeito Marco Antônio Ballejo Canto (PDT), que administrou a prefeitura de Hulha Negra por três mandatos (1993 a 1996, 2001 a 2004 e 2005 a 2008).

Economia[editar | editar código-fonte]

O PIB da cidade é composto em sua maior parte pela atividade industrial, com extraordinária importância a participação do Frigorífico Marfrig Group e as empresas que estão diretamente ligadas a este, como a Inesa (indústria de latas), e os prestadores de serviços de transporte. Destacam-se também a Padaria Kloppenburg e a Indústria de Alimentos Trakn, panifícios que produzem famosos biscoitos Kloppenburg e Trakn , e a Cooperal. A agropecuária é o segundo setor em importância econômica. Neste ramo se destacam a produção de gado de corte, arroz e gado de leite. São também importantes a produção de sementes de olerícolas(hortaliças), melão, tomate, cebola, sorgo, milho, soja, ovinos, florestas e mel.

Em terceiro lugar vem a extração mineral, com destaque para a empresa Mônego, que explora o calcário.

Rádio[editar | editar código-fonte]

Em 7 de março de 2006, o município deu um grande passo para o desenvolvimento com a fundação da Associação Rádio Comunitária Hulha Negra. Até então o município não contava com nenhum veículo de comunicação local, tendo a população muitas vezes que se deslocar por cerca de 30 km para ir até a cidade de Bagé para colocar alguma notícia ou mesmo anunciar perda de documentos, nota de falecimento e etc. Atualmente emissora é presidida por Fabiano Vignol Leal, jovem de 35 anos que assumiu o cargo em janeiro de 2012 dando continuidade ao trabalho realizado por demais companheiros que ajudaram a fundar a emissora. Seu vice presidente é nada menos que o Sr. Lourenço Macke, peça fundamental na emancipação de Hulha Negra e que hoje tem papel importante na comunidade e tambem na Associação Rádio Comunitária Hulha Negra, entidade mantenedora da Rádio Hulha Negra FM.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.