Human Interface Guidelines

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Página das Human Interface Guidelines do Projeto Gnome
Página das Human Interface Guidelines do Projeto Gnome

Human interface guidelines (HIG), literalmente Diretrizes para interfaces humanas, são documentos que oferecem a desenvolvedores de software uma série de recomendações. Seu objetivo é melhorar a experiência do usuário através de interfaces mais intuitivas, didáticas e consistentes. A maioria das diretrizes limitam-se a definir uma aparência comum para os aplicativos desenvolvidos para um determinado Ambiente de desktop. As diretrizes estabelecem políticas específicas. As políticas são, por vezes, baseadas em estudos sobre a interação humano-computador (ou também em testes de usabilidade, mas na maioria das vezes, são baseadas em convenções arbitrárias adotadas pelos desenvolvedores das plataformas). As HIG também pode definir a terminologia padrão e a semântica relacionada a certos elementos ou ações. Em geral, isso se restringe à semântica do ambiente de desktop ou do sistema de arquivos.

O objetivo central das HIG é criar uma experiência consistente no ambiente (em geral um sistema operativo ou um ambiente de desktop), incluindo os aplicativos e outras ferramentas que possam ser utilizadas. Isso significa que os aplicativos possuem um mesmo design e elementos comuns da interface – alguns simples, como botões e ícones, outros mais complexos, como caixas de diálogo.

As HIGs deve m ser vistas como uma importante recomendação para ajudar os desenvolvedores a criar aplicativos melhores. Mas os desenvolvedores estão livres para romper com as regras estabelecidas se pensam que estas não se aplicam a seu aplicativo ou se os testes de usabilidade mostram alguma vantagem em fazê-lo. A interface do Mozilla Firefox, por exemplo, não segue as HIGs do projeto GNOME1 , sendo este um dos principais arguimentos para incluir o Epiphany ao invés do Firefox como navegador padrão da distribuição GNOME.

Escopo[editar | editar código-fonte]

As Human Interface Guidelines indicam um conjunto de regras de utilidade geral. Descrevem as regras visuais do design, incluindo desenho de ícones e estilo de janelas. Especificam com frequência como serão os mecanismos de entrada e a interação destes com o usuário

As HIG também pode definir a terminologia padrão e a semântica relacionada a certos elementos ou ações. Em geral, isso se restringe à semântica do ambiente de desktop ou do sistema de arquivos.

Diretrizes cross-platform[editar | editar código-fonte]

Em contraste com as diretrizes específicas de plataformas, as diretrizes cross-platform não estão relacionadas a um único ambiente de desktop. Essas diretrizes fazem recomendações que devem ser verdadeiras em qualquer plataforma utilizada. Uma vez que nem sempre é possível cumrpir com o objetivo das HIG cross-platform, o peso destas é maior como uma observância do que como uma obrigatoriedade.

Exemplos de HIG[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]