Humberto de Romans

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Humberto de Romans (Romans, c. 1194Valença do Ródano, 14 de Julho de 1277) foi um religioso francês.

Em 1215 encontra-e a estudar em Paris. A 30 Novembro de 1224 entrou na Ordem dos Pregadores, recentemente fundada. Leitor de teologia desde 1226, na cidade de Lyon e entre 1236-1239 prior do convento local. Prior Provincial de Roma e depois de França (1240) e eleito Mestre Geral da sua Ordem, no capítulo geral realizado em Budapeste, tendo governando entre 1254 e 1263.

No seu mandato iniciou a reorganização litúrgica da Ordem, dando origem ao Ecclesiasticum Officium o qual previa também adaptações à vida e disciplina interna. em nome de Gregório X elaborou um trabalho defendendo a reforma da Igreja, as cruzadas e o relacionamento com os árabes. Grandemente preocupado com o Cisma do Oriente e a reunificação da cristandade. Teve um papel fundamental na dinamização da recolha de testemunhos e história da sua Ordem, constituindo os seus próprios textos e os que recolheu, leitura e estudo obrigatórios na formação dos frades dominicanos nos séculos seguintes. Foi, enquanto estudante na Universidade de Paris colega e amigo do português Frei Gil de Vouzela (ou de Santarém), que provavelmente na mesma altura se fez dominicano.

Renunciou ao seu cargo no capítulo de Londres, em 1263, retirando-se para o convento de Valence, onde faleceu.


Precedido por
João de Wildeshausen
Cr.domenicana.JPG
Mestre Geral da Ordem dos Pregadores
1254 - 1263
Sucedido por
João de Vercelli
Ícone de esboço Este artigo sobre Cristianismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.