Humor britânico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O humor britânico é um termo geral aplicado a certos motes que ocorrem com frequência em comédias originadas na Grã-Bretanha e em suas actuais ou ex-colónias. Actos e programas de televisão que fazem uso típico do humor britânico incluem Monty Python e Mr. Bean.

Raízes históricas[editar | editar código-fonte]

Algumas raízes profundas do humor britânico são:

  • A reacção histórica à intolerância do Puritanismo (em relação à sua aceitação ao humor mais "picante");
  • A tradição da poesia nonsense popularizada principalmente por Edward Lear e Lewis Carroll;
  • A tradição das pantomimas de Natal, com suas trocas de papéis sociais;
  • A riqueza da língua inglesa com relação à possibilidade do jogo de palavras;
  • A própria cultura britânica;
  • As farsas bastante populares durante parte do Século XX.

As mudanças culturais britânicas são naturalmente espelhadas pelas mudanças que ela passa em sua forma de fazer humor.

Aspectos gerais[editar | editar código-fonte]

Alguns aspectos característicos do humor britânico são:

O que fica fora desta lista é a importância da linguagem verbal enquanto elemento-chave. Muitas vezes o humor britânico é feito quase que exclusivamente através da linguagem não-verbal, como em Mr. Bean. É justamente a não-predominância da linguagem verbal que tornou o "humor inglês" popular no mundo — uma vez que, quando em linguagem verbal, é de difícil (e muitas vezes impossível) tradução.

Ver também[editar | editar código-fonte]