Hunter Hayes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hunter Hayes
Hayes (2012)
Informação geral
Nome completo Hunter Easton Hayes
Nascimento 09 de setembro de 1991 (23 anos)
Origem Breaux Bridge, Louisiana
País  Estados Unidos
Gênero(s) Country
Ocupação(ões) Cantor-compositor
Instrumento(s) Vocais
Período em atividade 1993-atualmente
Gravadora(s) Atlantic Records
Afiliação(ões) Taylor Swift, Rascal Flatts, Carrie Underwood, Victoria Justice
Página oficial www.hunterhayes.com

Hunter Easton Hayes (Breaux Bridge, 9 de setembro de 1991) é um cantor, compositor e multi-instrumentista norte-americano. Iniciou sua carreira musical desde criança, lançando entre os anos de 2000 e 2008 cinco álbuns de estúdio, estes de forma independente. Em 2008 Hayes assinou contrato com a Universal Music Publishing Group e começou a compor algumas faixas, dentre elas "Play" que foi incluída no álbum Nothing Like This da banda Rascal Flatts.

Após assinar contrato com a Atlantic Records, foi lançado o Hunter Hayes que alcançou a sétima posição na Billboard 200 e a primeira na Billboard Country Albums. O disco gerou quatro singles, "Storm Warning", "Wanted", "Somebody's Heartbreak" e "I Want Crazy", este último contido na reedição do disco; todos desempenharam-se nas tabelas musicais Billboard Hot 100 e Hot Country Songs, ambas dos Estados Unidos.

Até dezembro de 2013, Hayes havia vendido mais de um milhão de álbuns e oito milhões de singles no mundo.[1] Em janeiro de 2014, ele foi listado pela Forbes como o décimo artista musical com menos de 30 anos que mais brilhou no ano de 2013.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Hunter Easton Hayes nasceu no Larniurg Hospital em 9 de setembro de 1991 em Breaux Bridge, Louisiana. Filho de Lynette e Leo Hayes tem ascendência Cajun. Começou sua carreira musical aos dois anos, quando sua avó lhe deu um acordeão de brinquedo. Aos quatro anos, começou a fazer aparições em programas locais e em rede nacional,[2] [3] incluindo no Maury, Rosie O'Donnell e na série televisa Figure It Out da Nickelodeon, cantando a canção "Jambalaya (On the Bayou)", que esteve presente em seu primeiro álbum independente Through My Eyes.[4] Ainda aos quatro anos, Hayes fez sua estreia nos cinemas, quando fez uma pequena aparição em The Apostle de 1997 como uma criança acordeonista.[5]

Ele revelou que recebeu a sua primeira guitarra do ator e diretor do filme The Apostle Robert Duvall aos seis anos de idade. Aos sete, foi convidado a se apresentar para o presidente Bill Clinton em festa realizada no gramado da Casa Branca. Aos nove e 12 anos, o jovem artista participou dos filmes My Dog Skip (2000) e Charlie's War (2007), respectivamente, ao passo que aos 13 anos, Hayes apareceu em America's Most Talented Kid, um programa apresentado por Dave Coulier interpretando a música de Hank Williams, "Hey Good Lookin'".[6] Em seu tempo livre, Hunter voa de aviões na esperança de algum dia obter uma licença de piloto.[7]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início (1991–2011)[editar | editar código-fonte]

Entre os anos de 2000 e 2008, Hayes lançou cinco álbuns de estúdio, de forma independente. Em 2008, após mudar-se para Nashville, Tennessee, Hayes assinou com a editora musical, Universal Music Publishing Group para ser compositor. Após concluir os estudos em 2007 com a idade de 16 anos, ele co-escreveu a canção "Play" da banda Rascal Flatts, presente no álbum Nothing Like This, além de ter escrito para Montgomery Gentry.[8]

Depois disto, mais precisamente em setembro de 2010, Hayes foi apresentado para o presidente da Atlantic Records, Craig Kallman, que logo lhe concedeu um contrato.[8] No mesmo mês, o cantor começou a trabalhar em seu primeiro álbum de estúdio. Em 2011, ele acabou por revelar que escreveu as faixas do projeto em aproximadamente 10 semanas.[6]

Hunter Hayes (2011-2013)[editar | editar código-fonte]

Hayes assinando autógrafos em Frederick, Maryland, em agosto de 2012.

Em 11 de outubro de 2011, Hayes lançou seu primeiro álbum de estúdio, o epônimo, Hunter Hayes. Classificado como música country e country pop, o trabalho recebeu críticas favoráveis, com os redatores elogiando o fato de Hayes ter escrito, produzido e tocado os instrumentos em todas as faixas presente no disco. Nas revisões, ainda foi observado que "Hayes tem mais talento em seu dedo polegar do que muitos artistas de hits têm em seus corpos inteiros".[9] [10] Nos Estados Unidos, a obra alcançou a décima-sétima posição da Billboard 200 e o terceiro lugar da Billboard Country Albums, respectivamente.[6] Do álbum três canções foram lançadas como singles: "Storm Warning", "Wanted" e "Somebody's Heartbreak" que tiveram desempenho moderado nas tabelas musicais dos Estados Unidos; sendo que "Wanted" e "Somebody's Heartbreak" conseguiram situar-se no Canadá, a primeira citada ainda conseguiu a primeira colocação das paradas Country Airplay e Hot Country Songs, nessa última o feito tornou Hayes o mais novo artista solo a atingir a primeira posição, recorde que pertencia a Johnny Rodriguez em 1973.[11] "Somebody's Heartbreak" igualou-se a "Wanted" quando conquistou o cume da Country Airplay.[12] [13] [14] [15] Os primeiro e terceiro singles foram certificados de ouro pela Recording Industry Association of America (RIAA) e o segundo como tripla e dupla platina pela Recording Industry Association of America (RIAA) e Music Canada (MC), respectivamente.[16] [17] [18] [19] Em 18 de junho de 2013, o disco do artista foi reeditado sob o nome de Hunter Hayes Encore com 6 novas faixas, incluindo os singles "I Want Crazy", número 19 na Billboard Hot 100 e "Everybody's Got Somebody but Me" com Jason Mraz. Com o lançamento da reedição, o trabalho veio a conseguir as respectivas posições 12ª, sétima e primeira na Canadian Albums Chart, Billboard 200 e Country Albums; nesta última tornou-se o álbum que mais tempo demorou para alcançar o cume, após passar 89 semanas na tabela, ultrapassando as 51 semanas por Wide Open Spaces de Dixie Chicks em 1999.[20]

No período entre 2011 e 2012, Hayes esteve presente nas trilhas sonoras de Footloose, Act of Valor e Road Trips and Guitar Picks com as canções "Almost Paradise", "Where We Left Off" e "Light Me Up", respectivamente.[21] Ainda neste período, Hayes foi o ato de abertura das turnês musicais Speak Now World Tour de Taylor Swift e Thaw Out Tour da banda Rascal Flatts.[22] [6] No final de abril de 2011, Hayes prosseguiu o seu próprio percurso fazendo uma tournée por rádios norte-americanas que durou cerca de 10 semanas, quando ele apresentou as canções que aparecem em seu álbum auto-intitulado. Entre 8 de outubro e 11 de novembro de 2011, Hayes fez uma mini-digressão, a Most Wanted Tour que teve 15 datas.[23] Entre setembro de 2012 e maio de 2013, Hayes fez concertos de abertura para a cantora Carrie Underwood em sua excursão musical Blown Away Tour que passou por estados dos Estados Unidos e do Canadá; sendo que em dezembro de 2012, Hayes foi indicado a três Grammy Award por Best New Artist, Best Country Album e Best Country Solo Performance na 55º Grammy Awards. Com isto, ele se tornou o artista mais jovem do país do sexo masculino a ser simultaneamente nomeado as três categorias.[24] [25]

A digressão promocional para Hunter Hayes, intitulada Let's Be Crazy Tour, teve inicio em 10 de outubro de 2013 em Knoxville, os eventos — abertos pela artista compatriota Ashley Monroe — incluiu 21 cidades e 24 apresentações, com termino marcado para 7 de dezembro seguinte em Kansas City.[26] A digressão foi a 12° elaborada pela Country Music Television que já havia trabalhado com outros artistas country's como Miranda Lambert, Luke Bryan, Jason Aldean, Keith Urban e Brad Paisley.[27]

Storyline (2014-presente)[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2014, o artista ocupou a décima posição na lista 30 Under 30, da Forbes, que divulgou os 30 músicos com menos de 30 anos que mais brilharam no ano de 2013.[28] O segundo álbum do artista, Storyline, foi distribuído em 19 de maio de 2014.[29] Alcançou a primeira posição da Billboard Country Albums, a terceira da Billboard 200, a segunda da Canadian Albums Chart e a 38.ª da japonesa publicada pela Oricon.[30] [31] [32] O disco gerou os singles "Invisible" e "Tattoo" que foram divulgados no Grammy Award, The Ellen DeGeneres Show, ACM Awards, Good Morning America, Late Show with David Letterman e no talk show japônes Sukkiri.[33] [34] [35] [36] [37] [38]

Apresentações[editar | editar código-fonte]

Mesmo antes de fazer uma turnê musical, Hayes fez apresentações em diversos estados norte-americanos. Durante seus concertos, ele apresenta todas as canções do seu álbum de estréia, Hunter Hayes e sua reedição, além de fazer reinterpretações diversas. Para suas apresentações Hayes faz o uso de alguns instrumentos musicais, como o piano, o violão, a guitarra e o banjo. Ao fim de seus concertos, Hayes costuma receber seus fãs com camarim para tirar fotos e autografar objetos e acessórios.[39] [40] [41] [42]

Ao analisar um concerto realizado pelo cantor em 3 de novembro de 2011 em Atlanta, Spencer Bobo do Music News Nashville afirmou que "Hunter mostrou suas habilidades com solos de guitarra, canto, e presença de palco que desafiavam sua idade."[39] Na apresentação da mini-digressão Most Wanted Tour em 12 de novembro seguinte em Chicago, Christian Scalise do Country Stars Central escreveu que Hayes é um artista completo, que tem um imenso talento e uma voz fenomenal, exaltando também sua capacidade de reproduzir vários instrumentos e seu desempenho elétrico no palco.[40] Analisando uma das aberturas da Blown Away Tour, Kevin John Coyne do Country Universe, escreveu: "Devo dizer que ele é extremamente talentoso". Coyne completou o artigo ao descrever o artista "Ele tem mais promessa do que a maioria de seus contemporâneos."[41] Markos Papadatos para o Digital Journal destacou que "Hunter Hayes é um artista carismático que a MTV e o mundo deveria assistir, pois ele pode fazer tudo: cantar bem, escrever músicas, tocar instrumentos e, simultaneamente, dar a seus fãs um show de alta energia e uma experiência de concerto verdadeiramente inesquecível.[42]

No período entre 2011 e 2013, Hayes realizou mais de 500 concertos.[1]

Imagem pública[editar | editar código-fonte]

Hunter Hayes é comumente referido como o "Justin Bieber da música country" por ser um garoto em bastante ascensão com bons-cabelos e cara-de-bebê e, principalmente, por se vender na música como um herói solidário e/ou pela fantasia de um namorado amoroso, além de ser projetado para estrelas das páginas da revista Seventeen.[43] Somente no website Facebook, o cantor possui mais de um milhão de seguidores. Em outras redes sociais como Twitter e Instagram, Hayes tem mais de novecentos mil e cem mil seguidores, respectivamente. Sua pagina oficial no YouTube contabiliza mais de 85 milhões de visualizações.[1]

Estilo musical[editar | editar código-fonte]

As influências musicais de Hayes incluem Garth Brooks, LeAnn Rimes e Clint Black. Segundo ele, na medida que foi envelhecendo suas influências se ampliaram: "John Mayer, Michael Buble, Stevie Wonder, Keith Urban, Stevie Ray Vaughn, The Beatles - todos esses artistas têm de alguma forma feito parte do meu desenvolvimento como compositor".[44] [8] Ele ainda cita Coldplay, Brad Paisley e Taylor Swift como suas influências, afirmando que estudou as composições de Swift.[45]

Desde o início da sua carreira, já compôs várias faixas, as quais são sobre relacionamentos, amizade e superação.[46] Em "Where We Left Off", ele retrata a vida de um soldado que, depois de servir os Estados Unidos em uma guerra, volta para encontrar sua família e seus amigos.[47] De acordo com o norte-americano, ele escreveu sua primeira canção aos 6 anos, "Six Years Old", "Eu passava o dia todo com o violão e eu acabei de compôr canções."[48] Quando as canções de sua autoria não entram em alguns dos seus álbuns, ocorre de seus editores repassarem as obras para outros artistas musicais, os quais acabam por gravá-las.[8]

Filantropia[editar | editar código-fonte]

Em 2014, Hayes se juntou as empresas Procter & Gamble e ConAgra Foods em prol do programa Child Hunger Ends Here's, organizado pela última. Para cada download de "Invisible", um valor monetário equivalente a uma refeição seria doado à instituição de caridade Feeding America.[49]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmiação Categoria Indicação Resultado
2012 Broadcast Music, Incorporated[50] Award Winning Song (Top 50) "Storm Warning" Venceu
CMT Music Awards[51] USA Breakthrough Video of the Year Indicado
Teen Choice Awards[52] Choice Country Song Indicado
Choice Male Country Artist Ele mesmo Venceu
Academy of Country Music Awards[53] Best New Artist Indicado
Country Music Association Awards[54] New Artist of the Year Venceu
American Country Awards[55] Artist of the Year: New Artist Indicado
Single of the Year: New Artist "Wanted" Venceu
Music Video of the Year: New Artist Venceu
2013 Grammy Awards[56] Best Country Solo Performance Indicado
Best Country Album Hunter Hayes Indicado
Best New Artist Ele mesmo Indicado
Academy of Country Music Awards[57] Top New Male Solo Artist Indicado
Single Record of the Year "Wanted" Indicado
Song of the Year Indicado
Video of the Year Indicado
Billboard Music Awards[58] Top Country Artist Ele mesmo Indicado
Top Country Song "Wanted" Indicado
CMT Music Awards[59] Video of the Year Indicado
Male Video of the Year Indicado
Nationwide Insurance On Your Side Award Ele mesmo Venceu
Teen Choice Awards[60] Choice Male Country Artist Venceu
Choice Country Song "I Want Crazy" Indicado
American Music Awards[61] Male Country Artist Ele mesmo Indicado
American Country Awards[62] Artist of the Year: Breakthrough Artist Indicado
Single of the Year: Breakthrough Artist "Somebody's Heartbreak" Indicado
2014 Grammy Award[63] Best Country Solo Performance "I Want Crazy" Indicado
CMT Music Awards[64] Video of the Year Indicado
Male Video of the Year Indicado
Collaborative Video of the Year "Everybody's Got Somebody but Me"
(com Jason Mraz)
Indicado
Teen Choice Awards[65] Choice Male Country Artist Ele mesmo Venceu

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c HUNTER HAYES BY THE NUMBERS (em inglês) Warner Music Nashville. Visitado em 23 de janeiro de 2014.
  2. Rose, Christopher. "Kids keep Cajun traditions thriving", The Tuscaloosa News, 4 de abril de 1997. Página visitada em 30 de junho de 2011.
  3. Conaway, Alanna. Hunter Hayes Was ‘Born’ to Make Country Music Taste of Country. Visitado em 30 de junho de 2011.
  4. Evan Schlansky (21 de maio de 2012). Hunter Hayes Is Martin Guitars’ Latest Brand Ambassador American Songwriter. Visitado em 6 de junho de 2012. Cópia arquivada em 2012-06-06.
  5. Nick Patch. Hunter Hayes recalls soaking up culture on Canada’s East Coast (em inglês) The Canadian Press globalnews.ca. Visitado em 10 de fevereiro de 2013.
  6. a b c d Robert Silva. Hunter Hayes Biography (em inglês) About.com. Visitado em 23 de outubro de 2012.
  7. Hunter Hayes voa de avião (em inglês) People. Visitado em 10 de fevereiro de 2013.
  8. a b c d About Hunter Hayes Country Music Television. Visitado em 29 de junho de 2013.
  9. "Hunter Hayes (álbum): AllMusic" (em inglês) AllMusic. Visitado em 19 de janeiro de 2013.
  10. "Hunter Hayes (álbum): Taste of Country" (em inglês) Taste of Country (11 de outubro de 2012). Visitado em 19 de janeiro de 2013.
  11. Hunter Hayes makes history little big town Billboard. Visitado em 18 de outubro de 2012.
  12. Hunter Hayes - Chart History: Billboard Hot 100 (em inglês) Billboard. Visitado em 21 de outubro de 2012.
  13. Hunter Hayes - Chart History: Billboard Country Songs (em inglês) Billboard. Visitado em 21 de outubro de 2012.
  14. Hunter Hayes - Chart History: Billboard Canadian Hot 100 (em inglês) Billboard. Visitado em 21 de outubro de 2012.
  15. Hunter Hayes - Country Songs Airplay (em inglês) Billboard. Visitado em 14 de novembro de 2012.
  16. Certificações (Estados Unidos) – Hunter Hayes – Somebody's Heartbreak (em inglês) Recording Industry Association of America. Visitado em 13 de fevereiro de 2013.
  17. Certificações (Estados Unidos) – Hunter Hayes – Wanted (em inglês) Recording Industry Association of America. Visitado em 9 de janeiro de 2013.
  18. Certificações (Canadá) – Hunter Hayes – Wanted (em inglês) Music Canada. Visitado em 12 de outubro de 2012.
  19. Certificações (Estados Unidos) – Hunter Hayes – Storm Warning (em inglês) Recording Industry Association of America. Visitado em 12 de outubro de 2012.
  20. Wade Jessen (27 de junho de 2013). Hunter Hayes Completes Record Run To No. 1 On Top Country Albums (em inglês) Billboard. Visitado em 28 de junho de 2013.
  21. 'NOW That's What I Call Music! Vol. 41' Due out Feb. 7 Artistdirect.com. Visitado em 18 de outubro de 2012.
  22. RASCAL FLATTS ANNOUNCE THAW OUT 2012 TOUR RascalFlatts.com. Visitado em 18 de outubro de 2012.
  23. CMT on Tour: Hunter Hayes’ Let’s Be Crazy tour Greensboro Coliseum Complex. Visitado em 29 de junho de 2013.
  24. Hunter Hayes é indicado em três categorias do Grammy (em inglês) Billboard. Visitado em 11 de Fevereiro de 2013.
  25. Whitaker, Sterling (19 de maio de 2013). Carrie Underwood Pranks Hunter Hayes at His Last Blown Away Tour Show Taste pf Country. Visitado em 29 de junho de 2013.
  26. Hunter Hayes Will Headline CMT on Tour (em inglês) Country Music Television (4 de junho de 2013). Visitado em 5 de junho de 2013.
  27. Brian Mansfield (4 de junho de 2013). Hunter Hayes plans fall headlining tour (em inglês) USA Today. Visitado em 5 de junho de 2013.
  28. 30 Under 30: Music Forbes. Visitado em 23 de janeiro de 2014.
  29. Storyline - Hunter Hayes (em inglês) iTunes Store. Apple, Inc. (United States). Visitado em 11 de março de 2014.
  30. Hunter Hayes - Chart History: Billboard 200 Billboard. Visitado em 19 de outubro de 2012.
  31. ハンター・ヘイズのアルバム売り上げランキング (em japonês) Oricon. Visitado em 14 de maio de 2014.
  32. Hunter Hayes - Chart History: Billboard Country Albums Billboard. Visitado em 19 de outubro de 2012.
  33. Vinson, Christina (26 de janeiro de 2014). Hunter Hayes Debuts "Invisible" on Grammys (em inglês) Taste Of Country. Visitado em 27 de janeiro de 2014.
  34. Scott, Jason (21 de março de 2014). Hunter Hayes performs his new empowering single 'Invisible' on 'Ellen': Watch (em inglês) Examiner. Visitado em 22 de março de 2014.
  35. Scott, Jason (7 de abril de2014). Buzz Bites: Watch Hunter Hayes’ Perform ‘Invisible’ At ACM Awards (em inglês) MTV Buzzworthy. Visitado em 11 e maio de 2014.
  36. Weigle, Lauren. WATCH: Hunter Hayes Performs on ‘Good Morning America’ as Part of 24-Hour Tour heavy.com. Visitado em 14 e maio de 2014.
  37. Hunter Hayes Performs 'Tattoo' on 'David Letterman' - Watch Now! Justjaredjr.com. Visitado em 14 e maio de 2014.
  38. SUKKIRI TV hunterhayes.com. Visitado em 2 de junho de 2014.
  39. a b Harr, Dan (9 de novembro de 2011). Concert Review: Hunter Hayes in Atlanta (em inglês) Music News Nashville. Visitado em 1 de julho de 2013.
  40. a b hristian Scalise (11 de dezembro de 2011). Hunter Hayes at HOB Chicago 11.12.2011 (em inglês) Country Stars Central. Visitado em 1 de julho de 2013.
  41. a b Kevin John Coyne (3 de dezembro de 2012). Concert Review: Carrie Underwood with Hunter Hayes (em inglês) Country Universe. Visitado em 1 de julho de 2013.
  42. a b Markos Papadatos (19 de junho de 2013). Review: Hunter Hayes gets fans 'crazy' at New York City's Webster Hall (em inglês) Digital Journal. Visitado em 1 de julho de 2013.
  43. Adam Gold (18 de janeiro de 2013). What It Really Means When People Call Hunter Hayes Country Music’s Justin Bieber Nashivlle Scene. Visitado em 20 de outubro de 2013.
  44. Shelburne, Craig (22 de abril de 2013). Hunter Hayes, Stevie Wonder Talk About Collaborations Country Music Television. Visitado em 29 de junho de 2013.
  45. Hunter Hayes Interview Country Stars Central. Visitado em 29 de junho de 2013.
  46. Bjorke, Matt (16 de abril de 2012). "Hunter Hayes (álbum): Roughstock" (em inglês) Roughstock. Visitado em 19 de janeiro de 2013.
  47. Act of Valor Soundtrack to Feature Hunter Hayes Muncie Free Press (25 de outubro de 2013). Visitado em 26 de outubro de 2013.
  48. Six Years Old by Hunter Hayes (em inglês) Songfacts. Visitado em 23 de janeiro de 2014.
  49. Chuck Dauphin (3 de março de 2014). Hunter Hayes Partners With ConAgra, P&G to Fight Child Hunger (em inglês) Billboard. Visitado em w de março de 2014.
  50. Country Airplay: Hunter Hayes Biography Country Airplay. Visitado em 9 de julho de 2013.
  51. 2012 CMT Music Awards: Nominees & Winners (em inglês) Country Weekly. Visitado em 23 de outubro de 2012.
  52. Teen Choice Awards 2012: Complete Winners List (em inglês) MTV. Visitado em 23 de outubro de 2012.
  53. Robert Silva. 2012 Academy of Country Music Awards (em inglês) About.com. Visitado em 23 de outubro de 2012.
  54. Country Music Association Awards 2012: The nominations in full (em inglês) Digital Spy. Visitado em 23 de outubro de 2012.
  55. Sterling Whitaker. 2012 American Country Awards Nominees Announced (em inglês) Test of Country. Visitado em 23 de outubro de 2012.
  56. Andrew Hampp. Hunter Hayes 'Blown Away' By Best New Artist Grammy Nod (em inglês) Prometheus Global Media Billboard. Visitado em 6 de dezembro de 2012.
  57. 2013 ACM Awards Nominees Announced: Eric Church; Hunter Hayes Top Nominees (em inglês) roughstock.com (13 de fevereiro de 2013). Visitado em 14 de fevereiro de 2013.
  58. Confira os indicados ao Billboard Music Awards 2013 Febre Teen. Visitado em 9 de junho de 2013.
  59. 2013 CMT Music Awards: Nominees & Winners Country Weekly (5 de junho de 2013). Visitado em 9 de julho de 2013.
  60. Dias, Bruno (22 de maio de 2013). Confira a lista de indicados ao Teen Choice Awards 2013! Capricho. Visitado em 9 de julho de 2013.
  61. Korina Lopez (10 de outubro de 2013). Macklemore gets AMA noms for top artist, new artist USA Today. Visitado em 1 de novembro de 2013.
  62. Korina Lopez (30 de outubro de 2013). American Country Awards nominations announced USA Today. Visitado em 1 de novembro de 2013.
  63. Grammy nominaions release grammy.org. Visitado em 17 de setembro de 2014.
  64. 2014 CMT Music Awards Country Music Television. Visitado em 17 de setembro de 2014.
  65. Complete list of Teen Choice 2013 Awards winners Los Angeles Times (11 de agosto de 2014). Visitado em 13 de agosto de 2014.