Hyderabad (Andhra Pradesh)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Hyderabad
Hyderabad está localizado em: Índia
Hyderabad
Localização de Hyderabad na Índia
17° 21' 59" N 78° 28' 34" E
País  Índia
Estado Andhra Pradesh
Área
 - Total 915 km² km²
População (2011)
 - Total 6 809 970
    • Densidade 16.990 /km²/km2 
Sítio http://www.ghmc.gov.in

Hyderabad (em telugu: హైదరాబాదు, Bhagya Nagaram; em urdu: حیدر آباد, Hyderabad; em hindi: हैदराबाद, Hyderabad, aportuguesado para Hiderabade), é a capital do estado indiano de Andhra Pradesh e do antigo estado de Hyderabad. Hyderabad tem uma população metropolitana estimada em 6,8 milhões de pessoas, o que o torna uma cidade de estatuto A-1 estatuto. É a segunda maior (em termos de área) e a 4.ª maior (em população) da Índia. É também a quinta maior área metropolitana, que em 2011 contava com 7 749 334 habitantes.

Hyderabad é conhecida pela sua rica história, a cultura e arquitetura representando seu carácter único como um ponto de encontro para Norte e Sul da Índia, e sua cultura multilingue, tanto geográfica quanto cultural.

Também conhecido como A Cidade de Nizams e A Cidade das Pérolas, Hyderabad é hoje uma das cidades mais desenvolvidas do país e um moderno centro de tecnologia da informação, business process outsourcing, e biotecnologia.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Hyderabad também é conhecida como Bhagya Nagaram (Bhagya significa riqueza; nagaram significado cidade), em telugu. Diferentes teorias explicam a origem e etimologia do nome Hyderabad. Uma lenda popular sugere que depois da fundação da cidade, Quli Qutb Shah caiu em um amor e casado com uma moça Banjara local conhecido como Bhagyamathi e nomeado esta cidade a ela. Após a sua conversão ao Islão, Bhagyamathi mudou o seu nome para Hyder Mahal e o novo nome da cidade foi alterado para igualar correspondentemente, o que resultará na epopeia do nome Hyderabad (literalmente, "a cidade de Hyder").

Economia[editar | editar código-fonte]

Hyderabad, cidade mundialmente conhecida por seu comércio e artesanato de pérolas, se convertido nos últimos anos em uma das cidades mais ascendente na economia do país. Tem uma crescente indústria de Pesquisa e Desenvolvimento, dentro da qual engloba a indústria farmacêutica, biotecnologia, nanotecnologia, e todo tipo de investigações relacionadas com a ciência, a engenharia e tecnologia.

Foi construído nos arredores da cidade um grande complexo tecnológico, conhecido como HITEC City, que é popularmente conhecido como o Vale do Silício da Índia.

A cidade foi eleita sede para o 58.° Congresso Internacional de Astronáutica em 2007.

Educação[editar | editar código-fonte]

A cidade abriga muitas instituições de ensino superior importantes da Índia, notadamente a Universidade Osmania, uma das mais antigas estado país e a Universidade de Hyderabad, muito conceituada por desenvolver pesquisas na área da tecnologia da informação, ambas instituições públicas.

Esportes[editar | editar código-fonte]

Estádio GMC construído na década de 2000 para abrigar jogos de futebol.

Críquete e hóquei são os esportes mais populares na cidade. Os Sultões Hyderabad venceram o campeonato inaugural da Liga Premiada de Hóquei, em 2005. críquete é o esporte preferido entre as crianças e os jovens, e é jogado em todas as variedades, como a casa críquete, rua críquete, terreno críquete, etc. O jogo de badminton é amado por adultos e veteranos, e normalmente é jogado em parques.

A equipa de críquete de Hyderabad na Liga Premiada do Índico é propriedade do Deccan Chronicle, custa USD 107 milhões. Incluem notáveis jogadores como Adam Gilchrist e Andrew Symonds.

Estádios[editar | editar código-fonte]

Os primeiros estádio construído na cidade é o estádio Lal Bahadur Shastri. Anteriormente conhecido como Fateh Maidan, era, até recentemente exclusivo para conduzir jogos de críquete. O primeiro jogo de críquete a ser jogado nesse estádio foi em 19 de novembro de 1955. Com a construção do Rajiv Gandhi de Cricket Internacional no Estádio Uppal, é improvável que qualquer campeonato de cricket mais seja realizado no estádio Lal Bahadur Shastri.

Atrações[editar | editar código-fonte]

Estátua de Buda no Lago Hussain Sagar.
  • Birla Mandir (Hyderabad, Andhra Pradesh) - um templo hindu em mármore branco situado no topo de uma colina com vista sobre a cidade.
  • Charminar - o maior marco em Hyderabad, com quatro graciosos minaretes.
  • Palácio Falaknuma - Construído por um arquiteto italiano, através de um dos nobres Paigah, Nawab Viqar al-Umra ", completo em mármore italiano. É uma bela e deslumbrante peça de arquitetura com estilo decorativo Louis XIV, de um generoso ambiente Mughal, em mármore italiano nas escadas e adornada mananciais.
  • Forte Golconda - localizado nos arredores da cidade, o Forte Golconda é um das mais complexas e magnífica fortaleza da Índia.
  • Taramati Baradari - Localizado próximo a Golconda, construído por um Sultão Qutb Shahi, este é um lugar que se deve visitar.

Cidades irmãs[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre Hyderabad (Andhra Pradesh)