ILLIAC I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O ILLIAC I (Illinois Automatic Computer) foi um computador construído em 1952 na Universidade de Illinois em Urbana-Champaign, o primeiro construído, operado e mantido por uma instituição educacional dos Estados Unidos. A Universidade de Manchester construiu o Manchester Mark I em 1949.

O ILLIAC I foi baseado na arquitetura de von Neumann. Diferentemente dos outros computadores da época, o ILLIAC I e o ORDVAC foram cópias do mesmo projeto, com compatibilidade de software.1 O computador tinha 2800 válvulas eletrônicas, tinha 3 m de largura, 0,6 m de profundidade e 2,6 m de altura, e pesava 4,5 toneladas. Tinha grande capacidade de processamento na época; em 1956 era mais eficaz computacionalmente que todo o Bell Labs.

Devido à vida útil de suas válvulas eletrônicas ser de aproximadamente um ano, o computador era desligado diariamente, a fim de prevenir manutenção, quando válvulas antigas eram trocadas por novas, a fim de aumentar a vida útil da máquina como um todo. Estudantes do Japão acompanharam o projeto do computador, desenvolvendo posteriormente o computador japonês MUSASINO-1. O ILLIAC operou até 1962, quando entrou em operação o ILLIAC II.

Inovações[editar | editar código-fonte]

  • Em 1955 Lejaren Hiller e Leonard Isaacson usaram o ILLIAC I para compor a Illiac Suite, uma das primeiras músicas a srem escritas com o auxílio de um computador;
  • Em 1957 o matemático Donald B. Gillies, o físico James E. Snyder e os astrônomos George C. McVittie, S. P. Wyatt, Ivan R. King e George W. Swenson, da Universidade de Illinois, usaram o ILLIAC I para calcular a órbita do satélite Sputnik 1 dois dias depoois de seu lançamento;
  • Em 1960 a primeira versão do sistema educacional PLATO foi implementado no ILLIAC I, por uma equipe liderada por Donald Bitzer.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Metropolis, N.(Ed.); Howlett, J.(Ed.); Rota, Gian-Carlo(Ed.). A History of Computing in the Twentieth Century: A collection of essays (em inglês). New York: Academic Press, 1980. 347-364 p. ISBN 0-12-491650-3

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.