Igreja Mundial do Poder de Deus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de IMPD)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde abril de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Igreja Mundial do Poder de Deus
Orientação Neopentecostal
Fundador Valdemiro Santiago de Oliveira
Origem 1998
Sede São Paulo capital
Número de membros 315.000 (Estimativa do IBGE)
Número de igrejas Mais de 5 mil
Países em que atua Brasil
Portugal
Espanha
Estados Unidos
África do Sul
Angola
Moçambique
Uruguai
Paraguai
Argentina
México
Colômbia
Japão
Uruguai
Peru
Filipinas
Suíça
Bolívia

A Igreja Mundial do Poder de Deus é uma congregação cristã neopentecostal fundada na cidade de Sorocaba em 9 de março de 1998 pelo Apóstolo Valdemiro Santiago.

Sua sede, o Grande Templo dos Milagres, funciona no galpão de uma antiga fábrica que tem 43 mil metros quadrados de área construída, localizada na Rua Carneiro Leão, no Brás, em São Paulo.tem como seus apoiadores como:

História[editar | editar código-fonte]

Valdemiro Santiago, então bispo da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), fazia reuniões dos fiéis da igreja em Sorocaba e apresentava programas religiosos da igreja na Rede Record. Após ser expulso da Igreja Universal por conta de problemas de sua conduta, Valdemiro,fundou a Igreja Mundial.

Graças ao trabalho pelo rádio e pela TV, conta com forte apoio, principalmente entre as camadas mais populares e de baixa renda.

Em Portugal, como em outros países da Europa, todos os templos da Igreja do Caminho foram transferidos para a Igreja Mundial do Poder de Deus. Seu líder, o pastor Ronaldo Didini hoje faz parte do quadro de pastores da IMPD e ocupa a função de diretor de programação da Rede 21. A IMPD tem como seu fundador Valdemiro Santiago de Oliveira.

Mídia[editar | editar código-fonte]

Valdemiro Santiago publicou livros e gravou CDs, VHSs e DVDs, antes de lançar a em outras mídias em 2008:

Jornais[editar | editar código-fonte]

A IMPD conta com o único jornal, Fé Mundial, com tiragem mensal de 500 mil exemplares mensal.

Revistas[editar | editar código-fonte]

A IMPD conta com a única revista, Avivamento Urgente, de tiragem mensal, com tiragem mensal de exemplares não disponível.

Rádios[editar | editar código-fonte]

  • A sua grade de programação já foi reformulada com mensagens e programas de pastores da IMPD, e conta com a retransmissão de áudio dos programas de TV transmitidos todos os dias diretamente do Grande Templo dos Milagres.
  • De 2010 a 2012, operou uma mini-rede de rádios, denominada "Sê Tu uma Bênção", que em São Paulo, mais precisamente em Jundiaí, operava em 98,1 FM. Esta rede foi desfeita aos poucos com a saída das emissoras de Belo Horizonte, Peruíbe, São José do Rio Preto e Curitiba.

TVs[editar | editar código-fonte]

A IMPD fica conhecida no Brasil a partir de 2008, quando o Grupo Bandeirantes aluga 22 horas da Rede 21, que gerou polêmica, pois nunca houve a concessão de um grupo de comunicação a uma igreja só para pregar evangelho.

Em 2009, alugou algumas horas da igreja à RedeTV!, que chegou até vencer a Rede Bandeirantes na Grande São Paulo.[1] Em novembro de 2013 comprou horários na Rede TV![2]

A Associação Mundial de Assistência Social (AMAS) é uma entidade filantrópica ligada à IMPD, destinada à assistência de meninos e meninas de rua e tem como presidente a bispa Franciléia Oliveira. A entidade conta com uma equipe de profissionais voluntários, como médicos, enfermeiros, dentistas, professores, advogados, cabeleireiros e outros profissionais e procede visitas constantes a regiões carentes, levando alimentos, roupas e agasalhos.

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Igreja[editar | editar código-fonte]

A ênfase exagerada em ofertas, dízimos, campanhas de cura e libertação espiritual, milagres, prosperidade financeira associada a prática da simonia, curandeirismo, venda de amuletos ungidos em troca de bençãos e prosperidade são os principais motivos de crítica relacionadas a IMPD devido a seu caráter heterodoxo. A igreja não possui instituto para formação de pastores, assim sendo a IMPD trabalha retirando pastores de outras igrejas através da oferta de maiores salários e comissões e recrutando a escória de pastores demitidos e expulsos por conduta inadequada de outras igrejas.

Dissidências[editar | editar código-fonte]

A Igreja Mundial Renovada é a primeira dissidência da Igreja Mundial do Poder de Deus. O nome "Mundial Renovada" também é uma alusão à Universal. Em abril de 2009, o bispo Roberto Damásio desligou-se da IMPD. Em 29 de maio de 2010, inaugurou a sua própria igreja, a Igreja Mundial Renovada, atual Igreja da Fé Renovada.

O pastor Givanildo de Souza, uns dos primeiros fiéis da igreja de Sorocaba em 1998 e inclusive até próximo ao fundador da Mundial, deixou a igreja em 2010. Ele alegou que deixou a igreja por discordar da igreja de obter dízimos, geralmente muito alto. Em agosto de 2010, deixou a igreja e em setembro fundou a Igreja Missionária do Amor, com sede em Araçatuba, interior de São Paulo.[3]

Em 2011 o Bispo José Silva deixou a Igreja Mundial do Poder de Deus para fundar a Igreja Evangélica Celeiro de Deus em Curitiba - PR, seguindo a mesma linha de sua dissidência.

Crise financeira[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2013, a IMPD atravessa grave crise financeira devendo entre R$ 13 milhões e R$ 21 milhões para o Grupo Bandeirantes, perdendo a locação de 23 horas diárias da Rede 21 e de três horas diárias nas madrugadas da Band. O espaço seria ocupado justamente por sua principal rival, a Igreja Universal do Reino de Deus, de Edir Macedo.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]