I Do, I Do, I Do, I Do, I Do

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"I Do, I Do, I Do, I Do, I Do"
Single de ABBA
do álbum ABBA
Lado B "Rock Me"
Lançamento Suécia Abril de 1975
Gravação 21 de fevereiro de 1975 na Glen Studio
Gênero(s) Pop
Duração 3:16
Gravadora(s) Polar Music
Composição Benny Andersson
Stig Anderson
Björn Ulvaeus
Produção Benny Andersson
Björn Ulvaeus
Cronologia de singles de ABBA
Último
Último
"So Long"
(1974)
"SOS"
(1975)
Próximo
Próximo
Cronologia de ABBA
Faixas de ABBA
Último
Último
"Bang-A-Boomerang"
(6)
"Rock Me"
(8)
Próximo
Próximo
Cronologia de coletâneas musicais de ABBA
Faixas de More ABBA Gold: More ABBA Hits
Último
Último
"Eagle"
(4)
"So Long"
(6)
Próximo
Próximo

"I Do, I Do, I Do, I Do, I Do" (Aceito) é uma canção do grupo pop sueco ABBA que se tornou o próximo hit do quarteto a fazer sucesso em todo o mundo depois de "Waterloo". Foi o segundo single a ser lançado no álbum ABBA, e uma das últimas músicas a ser gravada para o álbum. A canção foi escrita por Benny Andersson, Björn Ulvaeus e Stig Anderson e a performance ficou por conta de Agnetha Fältskog e Anni-Frid Lyngstad. Seu lançamento ocorreu em abril de 1975 com "Rock Me" no lado B.

A música foi gravada em 21 de fevereiro de 1975 na Glen Studio.

História[editar | editar código-fonte]

O lançamento da canção veio logo após seu single anterior, "So Long", que teve um desempenho decepcionante em termos de gráficos e de vendas. Após o lançamento de "Waterloo", o ABBA estava tendo dificuldade de se estabelecer com um outro grande sucesso. Com uma melodia de saxofone empolgante em homenagem à música Schlager dos anos 1950, "I Do, I Do, I Do, I Do, I Do" tornou-se uma melhoria significativa nas paradas internacionais, apesar de pouco impacto na Grã-Bretanha. A popularidade da canção foi impulsionada, principalmente na Austrália, com o lançamento de um clipe promocional exibido na televisão. A canção, presumivelmente por causa de seu título tanto quanto o sentimento, é popular em casamentos e destaque no filme O Casamento de Muriel, quando a - grande fã do ABBA - personagem-título se casa.

Recepção[editar | editar código-fonte]

"I Do, I Do, I Do, I Do" alcançou o primeiro lugar em vários países, mas foi na Austrália que se destacou como um dos maiores sucessos do ABBA e com os lançamentos de "Mamma Mia" e "SOS" logo em seguida, o grupo sueco permaneceu cerca de 14 semanas consecutivas nas paradas de sucesso australianas. A canção também foi sucesso na África do Sul e Nova Zelândia e atingiu o Top 5 na Noruega, Bélgica, Países Baixos, Áustria e Rodésia (todos em 1975). No início de 1976, o single alcançou a 15ª posição nos Estados Unidos. Uma exceção notável para o sucesso da música foi no Reino Unido, onde a canção ficou em 38° lugar. Assim, a direção musical tomada na canção não foi usada novamente por algum tempo. Foi também a única vez em que uma música do ABBA teve mais sucesso nos Estados Unidos do que na Grã-Bretanha. Em 5 de dezembro de 2010, uma pesquisa britânica chamada The Nation's Favourite Abba Song (A Canção do ABBA Favorita da Nação), colocou a canção na 23ª posição.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  • A. "I Do, I Do, I Do, I Do, I Do"
  • B. "Rock Me"

Posições[editar | editar código-fonte]

Parada musical (1973) Posição[1]
Paradas musicais da Austrália 1
Paradas musicais da Nova Zelândia 1
Paradas musicais da África do Sul 1
Paradas musicais da Suíça 1
Paradas musicais da Bélgica 2
Paradas musicais da Noruega 2
Paradas musicais da Holanda 3
Paradas musicais da Áustria 4
Paradas musicais da Rodésia 5
Espanha 5
Paradas musicais da Alemanha 4
Paradas musicais do Canadá 12
Paradas musicais da França 14
Billboard Hot 100 15
Paradas musicais do Reino Unido 38

Referências

  1. ABBA - The Worldwide Chart Lists (em inglês e espanhol) (2008). Visitado em 20 de agosto de 2008. "Posições por país e lista"