Ian Richardson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ian Richardson
Nascimento 7 de Abril de 1934
Edimburgo
Morte 9 de fevereiro de 2007 (72 anos)
Londres
IMDb: (inglês) (português)

Ian Richardson, CBE (Edimburgo, 7 de Abril de 1934Londres, 9 de Fevereiro de 2007) foi um actor britânico nascido na Escócia, que ficou mais conhecido pelo seu papel do maquiavélico político Francis Urquhart, na trilogia da BBC, House of Cards.

Início de vida[editar | editar código-fonte]

Richardson estudou na Tynecastle High School na sua cidade natal, e na Royal Scottish Academy of Music and Drama em Glasgow. Depois de um período no Birmingham Repertory Theatre, actual Old Rep, e subsequentemente apareceu com a Royal Shakespeare Company, da qual foi membro fundador, de 1960 a 1975.

Actuando[editar | editar código-fonte]

Ele actuou na produção de Peter Brook, Marat/Sade para a RSC e na Broadway em 1965. Ele viria a representar o papel de Jean-Paul Marat novamente na versão cinematográfica de 1967. Mais tarde, desempenhou o papel de Professor Henry Higgins na reposição de 1976 de My Fair Lady e recebeu a nomeação para um "Tony Award". também apareceu na Broadway em 1981 na produção original de Edward Albee, Lolita, uma adaptação do livro de Vladimir Nabokov, mas essa produção não é recordada como um sucesso.

Ele desempenhou um papel musical no cinema - o padre em Man of La Mancha, a versão para o ecrã de 1972 do sucesso musical da Broadway. Em 1987, desempenhou uma variante desse papel, quando protagonizou o Bispo de Motopo no telefilme não-musical Monsignor Quixote, baseado na versão modernizada da história de D. Quixote, de Graham Greene.

Ele apareceu em muitos filmes, incluindo Brazil (1985), Dark City (1998), Polonius em Rosencrantz & Guildenstern Are Dead (1990), o mordomo de Martin Landau no filme de Halle Berry B*A*P*S (1997), e Mr. Torte, o solicitador de Cruella de Vil, no filme 102 Dalmatians (2000).

Richardson também nos deu memoráveis apresentações televisivas: tais como Bill Haydon (Tailor) na adaptação da BBC de Tinker, Tailor, Soldier, Spy; Sir Godber Evans na adaptação do Channel 4 de Porterhouse Blue; e o Major Neuheim no premiado Private Schulz. Também protagonizou Murder Rooms: The Dark Beginnings of Sherlock Holmes (uma produção da BBC também transmitida na PBS, (Mystery! séries nos Estados Unidos da América), representando o papel de Dr. Joseph Bell, o mentor de Arthur Conan Doyle. Ele havia representado antes Sherlock Holmes em duas versões televisivas da década de 1980 de O cão dos Baskervilles e O signo dos quatro. Em 2003 representou o papel recorrente do vilão Canon Black na curta série de fantasia da BBC Strange e como Lord Groan na produção da BBC Gormenghast (2000).

Richardson ganhou o BAFTA (Best Television Actor Award) por House of Cards, e foi nomeado pelas duas sequelas To Play the King e The Final Cut, tal como pelo filme de 1992 An Ungentlemanly Act.

Também foi familiar dos telespectadores americanos como o homem no Rolls-Royce que pergunta "Pardon me, would you have any Grey Poupon?" no comercial para a mostarda Dijon.

Foi feito Comandante do Império Britânico em 1989.

No início da década de 2000, Richardson juntou Sir Derek Jacobi, Sir Donald Sinden e Dame Diana Rigg num tour internacional de The Hollow Crown. Um tour canadiano substituiu Jacobi por Alan Howard e Rigg por Vanessa Redgrave. Também apareceu em The Creeper por Pauline Macaulay no Playhouse Theatre em Londres, e em tour.

Em 2005, ele tomou o papel de um curiosamente objectivo chanceler no drama televisivo de grande sucesso Bleak House. Em Junho de 2006 recebeu um doutoramento honorário pela Universidade de Stirling. A honra foi-lhe conferida pelo chanceler universitário, a colega Dame Diana Rigg. Em dezembro de 2006, Richardson protagonizou a adaptação da novela Hogfather de Terry Pratchett, em duas partes, produzida pela Sky One. Ele deu voz ao Anjo da Morte, a personagem principal da novela.

Morreu subitamente na manhã de 9 de Fevereiro de 2007, com 72 anos de idade. De acordo como seu agente, não estava doente e tinha começado as filmagens de um episódio de Midsomer Murders na semana anterior à sua morte.

Deixou mulher, Maroussia Frank, também actriz, e dois filhos, um dos quais, Miles Richardson, é actor na Royal Shakespeare Company.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]