Ibn al-Saffar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Abu al‐Qasim Ahmad ibn Abd Allah ibn Umar al‐Ghafiqī ibn al-Saffar al‐Andalusi (nascido em Córdova (Espanha), morreu no ano de 1035 d.C. em Denia), Ibn al-Saffar (literalmente: filho do caldeireiro). Foi um colega e astrônomo íntimo da escola fundada por Al-Majriti em Córdova (Espanha). Seu trabalho mais conhecido foi um tratado sobre o Astrolábio, o trabalho foi então publicado até o século 15 d.C. e influenciou o trabalho de Kepler, também escreveu um comentário sobre Zij al-Sindhind e mediu as coordenadas para Meca.[1]

David A. King, historiador da instrumentação islâmica, descreve o astrolábio universal projetado por Ibn al-Sarraj no início do século 14 como "o instrumento astronômico mais sofisticado dos períodos medievais e renascentistas como um todo".[2]

Mais tarde influenciou os trabalhos de Abu al-Salt.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Rius 2007.
  2. Harley, J. B.; Woodward, David. The historia of cartography. Chicago: Univ. of Chicago Press, 1992. p. 31. ISBN 0226316351.

Referências[editar | editar código-fonte]