Iceberg B-15

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Percurso do Iceberg B-15 durante o mês de março.
Iceberg B-15 visto do espaço.

O Iceberg B-15 foi o maior iceberg registrado no mundo. Com uma área de mais de 11.000 km², ele era maior que a ilha da Jamaica.

O iceberg partiu da Placa de gelo no Mar de Ross, em março de 2000,[1] B-15 rompeu-se em vários fragmentos em 2000, 2002 e 2003, o maior deles, B-15A, era o maior objeto livre flutuante do mundo com 27 x 122 km (17 x 76 milhas), com uma área de 3.100 km² (1.200 mi², aproximadamente o tamanho de Luxemburgo). Em novembro de 2003, depois da separação do iceberg B-15J, B-15A dirigiu-se para fora da Ilha de Ross no início das águas do Mar de Ross.

Em 10 de abril de 2005, B-15A chocou-se contra a bacia de gelo Drygalski, uma projeção do rápido movimento da Geleira David que flui através da região costeira e montanhosa da Terra Victória, antes em 8 km² (3 mi²) da secção da bacia de gelo. Essa colisão com a bacia Drygalski, forçou um redesenhamento dos mapas da Antártida.

Artigo relacionado[editar | editar código-fonte]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. [1], Tuesday May 2000. The ATSR Project "Biggest iceberg tracked from space". The ATSR Project Overview Retrieved 16 March 2009.

Relações externas[editar | editar código-fonte]