Idomeneu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Idomeneu é, na mitologia grega, um lendário rei de Creta, filho de Deucalião e neto de Minos. Chefiou o destacamento cretense na guerra de Troia. No regresso da guerra, a frota por ele comandada foi surpreendida por uma violenta tempestade. Idomeneu prometeu ao deus do Mar, Poseidon, em troca da salvação da sua vida, o sacrifício do primeiro ser humano que encontrasse em terra. Quis o acaso que fosse o seu filho. Idomeneu não cumpriu a promessa, o que provocou a ira dos deuses, que lançaram a peste sobre Creta [carece de fontes?].

A história de Idomeneu inspirou Wolfgang Amadeus Mozart a escrever a ópera Idomeneo, re di Creta em 1781; nesta ópera, seu filho se chama Idamante [carece de fontes?].

Segundo Pseudo-Apolodoro, Idomeneu não voltou a reinar sobre Creta ao voltar da guerra. Assim como Egisto com Clitemnestra, e Cometes com Egialeia, Leuco conspirou com a esposa de Idomeneu, Meda, para se tornar rei1 . Leuco, porém, matou Meda e sua filha Clisithyra, se tornou tirano de dez cidades de Creta, e expulsou Idomeneu quando este desembarcou na ilha2 .

Referências