If It's Lovin' that You Want

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"If It's Lovin' that You Want"
Single de Rihanna
do álbum Music of the Sun
Lançamento 28 de Novembro de 2005 (2005-11-28)
Formato(s) CD single, descarga digital, vinil
Gravação 2005;
Bassmint Studios,
The Loft Recording Studios
(Bronxville, Nova Iorque)
Género(s) Pop, R&B
Duração 3:27
Editora(s) Def Jam
Composição Samuel Barnes, Scott La Rock, Makeba Riddick, Jean-Claude Oliver, Lawrence Parker
Produção Poke & Tone
Cronologia de singles de Rihanna
Último
Último
"Pon de Replay"
(2005)
"SOS"
(2006)
Próximo
Próximo
Lista de faixas de Music of the Sun
Último
Último
"Here I Go Again"
(2)
"You Don't Love Me (No, No, No)"
(4)
Próximo
Próximo
Amostra de áudio
informação do ficheiro · ajuda

"If It's Lovin' that You Want" é uma canção da cantora barbadense Rihanna, gravada para o seu álbum de estreia Music of the Sun. Foi escrita por Samuel Barnes, Scott La Rock, Makeba Riddick, Jean-Claude Oliver e Lawrence Parker e produzida pela dupla norte-americana Poke & Tone. A sua gravação decorreu em 2005, nos Bassmint Studios e The Loft Recording Studios, localizados em Bronxville, Nova Iorque. Deriva de origens estilísticas de pop e R&B, que infunde um som dançante com uma mistura de piano. A sua sonoridade é composta através dos vocais, juntando ainda acordes de guitarra. Liricamente, o tema mostra como uma mulher demonstra a um rapaz que é a rapariga certa para ele, caso este queira ser amado. A canção foi lançada digitalmente, fisicamente e em vinil a 28 de Novembro de 2005 no Reino Unido. Quatro dias depois, foi disponibilizada na iTunes Store de vários países através de um conjunto de duas faixas, publicadas através da Def Jam Recordings.

Como segundo single do primeiro disco da cantora, a recepção por parte da crítica sobre música foi mista, em que parte prezou os vocais da cantora e outra os criticou. Depois do seu lançamento, conseguiu ficar entre as vinte músicas mais vendidas da Austrália, Irlanda, Nova Zelândia, dos Países Baixos, do Reino Unido e da Suíça. Nos Estados Unidos, nomeadamente na tabela musical Billboard Hot 100, posicionou-se no 36.º lugar. O vídeo musical foi dirigido por Marcus Raboy e filmado numa das praias da Califórnia, em Malibu. O tema retratado é simplista com destaque para a matriz de cenário artístico e os adereços utilizados. O elemento dominante nas cenas é a diversão de Rihanna e a sua vontade em demonstrar as vibrações dos países caribenhos.

Antecedentes e estilo musical[editar | editar código-fonte]

Antes de assinar um contracto discográfico com a Def Jam Recordings, Rihanna foi descoberta no seu país natal em Barbados pelo produtor Evan Rogers, que tratou de todos os detalhes para que a cantora fosse directa para Nova Iorque.[1] Num estúdio local, gravou algumas faixas demo para serem enviadas para algumas editoras.[1] Posteriormente, Jay-Z ouviu uma das cassetes demo gravadas pela barbadense, e junto com L.A. Reid, fizeram uma audição à jovem.[2] [3] Após o lançamento e desempenho comercial positivo de "Pon de Replay", single de avanço de Music of the Sun e estreia de Rihanna nas tabelas musicais, "If It's Lovin' that You Want" foi estabelecido como segundo foco de promoção do disco.[4] Numa entrevista com a MTV News, a cantora explicou o significado e conceito do tema, afirmando o seguinte:[5]

A canção trata-se basicamente de dizer a um rapaz, 'se é amor que tu queres, deves fazer de mim a tua rapariga porque eu tenho tudo o que procuras'.

Foi realizada uma sequela da música intitulada "If It's Lovin' that You Want – Part 2", que inclui vocais do rapper Cory Gunz, que foi incluída no segundo álbum da artista, A Girl like Me.[6] O seu lançamento como segundo single ocorreu a 28 de Novembro de 2005 no Reino Unido, em formato digital, físico e vinil.[4] [7] Mais tarde, foi disponibilizado na iTunes Store de vários países num conjunto de duas faixas.[4]

A nível sonoro, é uma obra que incorpora elementos de estilo pop e R&B, produzida por Poke & Tone.[8] [6] A sua composição foi elaborada por Samuel Barnes, Scott La Rock, Makeba Riddick, Jean-Claude Oliver, Lawrence Parker.[9] De acordo com a partitura publicada pela Sony/ATV Music Publishing, a música é definida no tempo de assinatura moderadamente dance groove com um metrónomo de 98 batidas por minuto.[10] Composta na chave de lá bemol menor com o alcance vocal que vai desde da nota baixa de , para a nota de alta de .[10]

Recepção pela crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
About.com 3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg[11]

As críticas após o lançamento da faixa foram geralmente mistas, em que alguns prezaram e outros criticaram a performance vocal. Bill Lamb do portal About.com atribui três estrelas de cinco possíveis, afirmando que a cantora providencia "vocais simples e agradáveis​​", a sua voz soa "muito leve" e "fina".[11] Lamb continuou a comentar, escrevendo que, embora a canção seja "agradável" para ouvir no "verão", e não é "ofensiva", além de voltar a recapturar "o gancho assassino de 'Pon de Replay'".[11] No entanto, A. Vishnu do jornal indiano The Hindu prezou o desempenho vocal de Rihanna, confidenciando que a canção mais "expõe a sua versatilidade e alcance vocal".[12] Um editor da revista Billboard louvou a composição do tema e a sua batida, complementando que a cantora "reforça [o refrão] tropical com assinatura reggae e um gancho de coceira que, embora monótono, não se pode perder".[13]

Um repórter do sítio Take40 e Kelefa Sanneh do diário The New York Times foram breves nas suas opiniões sobre a faixa, adjectivando-a de "discreta" em comparação com o lançamento anterior de Rihanna, "Pon de Replay",[14] e Sanneh complementou que era "uma boa música".[15] Um analista do sítio Contactmusic.com considerou que o registo era "cativante" e "infeccioso", mas que a batida era inferior ao single anterior. "Tem uma voz boa, sabe as suas origens, sem dúvida, uma vocalista boa e ao lado de Ciara, pode muito bem ser o achado de 2005", concluiu o profissional.[16] A página britânica BBC afirmou que "é um retorno um pouco mais descontraído, mas ainda tem a sua quantidade de dança de salão".[17] Jason Birchmeier da Allmusic destacou a faixa como uma das melhores do disco, em conjunto com "Here I Go Again" e "You Don't Love Me (No, No, No)", atribuindo-lhes a menção de "cativantes".[18] Sal Cinquemani da publicação Slant Magazine partilhou da mesma opinião que Birchmeier, complementando que "é apropriadamente ventoso para um começo ensolarado".[19]

Vídeo musical[editar | editar código-fonte]

A praia de Malibu, na costa da Califórnia, foi a paisagem escolhida para as cenas do teledisco.

O vídeo musical foi gravado numa praia da costa da Califórnia em Malibu e dirigido por Marcus Raboy.[5] Numa entrevista para o canal televisivo MTV, Rihanna falou sobre o desenvolvimento e o conceito elaborado durante as filmagens do projecto, afirmando o seguinte: "A água estava tão fria... mas oh meu Deus, divertimo-nos tanto... Estávamos empurrando uns aos outros dos Jet Skis".[5] Durante a conversa com a estação, a cantora elaborou mais sobre o conteúdo do teledisco e o seu significado, dizendo: "Este vídeo é sobre diversão, que mostra a vibração caribenha... fizemos algumas coisas na área ao estilo de sereia..., e eu estou [a desempenhar] apenas para a câmara como se fosse o meu namorado. Agora vamos [filmar com] as tochas Tiki. Vai ser incrível".[5] As rotinas de dança embutidas no trabalho foram coreografadas por Fatima Robinson.[5] Ficou posteriormente disponível na iTunes Store de alguns países, como Estados Unidos.[20]

A trama, com uma duração superior a três minutos, começa com cenas em que Rihanna dança e caminha na praia, além de andar de mota de água com os seus amigos durante o primeiro refrão e verso.[5] Durante a primeira parte, é introduzida uma nova cena onde a artista está a dançar numa plataforma em conjunto com quatro dançarinas, utilizando uma "saia flutuante branca e curta e uma camisa cortada", em que o oceano é o pano de fundo.[5] Durante o segundo refrão, as cenas anteriores são intercaladas umas com as outras, continuando pelo segundo verso, onde a jovem surge com uma roupa diferente e deitada na areia da praia, ao mesmo tempo que interage com amigos do sexo masculino.[5] Nas cenas finais do teledisco, Rihanna pratica dança do ventre no meio de um círculo de culto rodeado com tochas à noite.[5]

Faixas e formatos[editar | editar código-fonte]

A versão single de "If It's Lovin' That You Want" contém duas faixas, a original com duração de três minutos e vinte e sete segundos.[4] Foi ainda lançado um CD single, com três músicas e o vídeo musical.[7] O tema também foi comercializado em extended play (EP) disponibilizado na iTunes Store.[21]

Descarga digital[4]
N.º Título Duração
1. "If It's Lovin' That You Want"   3:27
2. "If It's Lovin' That You Want" (com Corey Gunz) (Remix (Radio Edit)) 3:50
Duração total:
7:17

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

A obra falhou em obter o mesmo desempenho comercial positivo que o single antecessor de Rihanna, "Pon de Replay". Nos Estados Unidos, obteve a 36.ª posição como melhor na Billboard Hot 100 a 31 de Dezembro de 2005.[22] Na Austrália, a música debutou na sua melhor posição na ARIA Singles Chart no nono lugar a 6 de Fevereiro de 2006.[23] Na semana seguinte, desceu um lugar para décimo, mas subiu novamente na terceira semana.[23] O tema conseguiu permanecer catorze semanas na tabela musical.[23] Na Nova Zelândia, a música estreou no décimo segundo lugar a 19 de Dezembro de 2005.[24]

Na Europa, "If It's Lovin' that You Want" entrou na Ö3 Austria Top 40 em 40.º lugar a 16 de Dezembro de 2005.[25] Permaneceu durante cinco semanas entre as quarenta mais vendidas na Áustria, sendo que mais tarde atingiu o número 31 como melhor, num total de onze edições de permanência.[25] Em outros países europeus, a música conseguiu atingir as vinte faixas mais vendidas de países como a Irlanda, Países Baixos, no Reino Unido e Suíça.

Posições[editar | editar código-fonte]

Tabela musical (2005-2006) Melhor
posição
 Alemanha - Media Control AG[26] 25
 Austrália - ARIA Singles Chart[23] 9
 Áustria - Ö3 Austria Top 75[25] 31
 Bélgica - Ultratop (Flandres)[27] 25
 Estados Unidos - Billboard Hot 100[22] 36
 Estados Unidos - Billboard R&B/Hip-Hop Songs[28] 99
 Estados Unidos - Billboard Pop Songs[29] 9
União Europeia Europa - European Hot 100[30] 35
 Irlanda - IRMA[31] 8
 Nova Zelândia - RIANZ[24] 9
 Países Baixos - Mega Single Top 100[32] 13
 Reino Unido - UK Singles Chart[33] 11
Suíça - Schweizer Hitparade[34] 19

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

"If It's Lovin' that You Want" foi disponibilizada a 28 de Novembro de 2005 no Reino Unido, através de CD single, descarga digital e vinil. Posteriormente, foi lançada digitalmente na iTunes Store de vários países a 2 de Dezembro, além de ser editado em formato EP digital no mesmo dia.

País Data Formato Editora discográfica
 Reino Unido[35] [36] 28 de Novembro de 2005 CD single, descarga digital, vinil Def Jam
 Alemanha[37] 2 de Dezembro de 2005 CD single, descarga digital
 Austrália[38] Descarga digital
 Brasil[39]
 Irlanda[40]
 Noruega[41]
 Portugal[4]

Referências

  1. a b Maureen Paton (21 de Novembro de 2007). The dark secret in raunchy pop sensation Rihanna's past (em inglês) Daily Mail. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  2. Singing in the rain (em inglês) The Guardian (27 de Agosto de 2007). Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  3. Steve Jones (1 de Agosto de 2005). Rihanna has her day in the sun (em inglês) USA Today. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  4. a b c d e f If It's Lovin' That You Want by Rihanna (em português) iTunes Store. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  5. a b c d e f g h i Brandee J. Tecson e Yasmine Richard (19 de Agosto de 2005). Rihanna Insists She's Got What You Need In 'Pon De Replay' Follow-Up (em inglês) MTV News. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  6. a b If It's Lovin' That You Want Pt. 2 (em inglês) Allmusic. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  7. a b c Rihanna ‎– If It's Lovin' That You Want (em inglês) Discogs. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  8. If It's Lovin' That You Want (em inglês) Allmusic. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  9. IF IT'S LOVIN THAT YOU WANT (em inglês) ASCAP. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  10. a b Rihanna, 'If It's Lovin' that You Want' – Composition Sheet Music (em inglês) MusicNotes. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  11. a b c Bill Lamb. Rihanna - If It's Lovin' That You Want (Def Jam) (em inglês) About.com. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  12. A. Vishnu. Of sun, sea 'n' sand (em inglês) The Hindu. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  13. CJ. (27 de Agosto de 2005). "Singles" (em inglês) 117 (35). ISSN 0006-2510. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  14. Rihanna's Rocking Her Roots (em inglês) Take40 (26 de Fevereiro de 2006). Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  15. Kelefa Sanneh (5 de Setembro de 2005). Critic's Choice: New CDs (em inglês) The New York Times. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  16. Rihanna - If It's Lovin' That You Want Single Review (em inglês) Contactmusic.com. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  17. Kelefa Sanneh (30 de Novembro de 2005). Single review: Rihanna - If It's Lovin' That You Want (em inglês) BBC. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  18. Jason Birchmeier. Music of the Sun - Rihanna (em inglês) Allmusic. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  19. Kelefa Sanneh (31 de Agosto de 2005). Rihanna - Music Of The Sun (em inglês) Slant Magazine. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  20. Music Videos - If It's Lovin' that You Want by Rihanna (em inglês) iTunes Store. Página visitada em 6 de Outubro de 2012.
  21. a b If It's Lovin' That You Want - EP by Rihanna (em inglês) iTunes Store. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  22. a b Rihanna Album & Song Chart History » Hot 100 (em inglês) Billboard. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  23. a b c d Rihanna - If It's Lovin' That You Want (em inglês) Hung Medien. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  24. a b Rihanna - If It's Lovin' That You Want (em inglês) Hung Medien. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  25. a b c Rihanna - If It's Lovin' That You Want (em inglês) Hung Medien. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  26. Die ganze Musik im Internet: Charts, News, Neuerscheinungen, Tickets, Genres, Genresuche, Genrelexikon, Künstler-Suche, Musik-Suche, Track-Suche, Ticket-Suche - musicline.de (em alemão) Media Control AG. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  27. Rihanna - If It's Lovin' That You Want (em alemão) Hung Medien. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  28. Rihanna Album & Song Chart History » Dance/Club Play Songs Songs (em inglês) Billboard. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  29. Rihanna Album & Song Chart History » Pop Songs (em inglês) Billboard. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  30. European Hot 100 Singles 2004-12-25 (em inglês) Billboard.biz. Página visitada em 5 de Outubro de 2012. Cópia arquivada em 5 de Outubro de 2012.
  31. Chart Track (em inglês) GfK. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  32. Rihanna - If It's Lovin' That You Want (em alemão) Hung Medien. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  33. Archive Chart » Singles Chart (em inglês) The Official Charts Company. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  34. Rihanna - If It's Lovin' That You Want (em inglês) Hung Medien. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  35. If It's Lovin' That You Want (Single, EP, Maxi) (em inglês) Amazon. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  36. If It's Lovin' That You Want (12" VINYL) (Single, Maxi) (em inglês) Amazon. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  37. If It's Lovin' That You Want by Rihanna (em alemão) iTunes Store. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  38. If It's Lovin' That You Want by Rihanna (em inglês) iTunes Store. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  39. If It's Lovin' That You Want by Rihanna (em português) iTunes Store. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  40. If It's Lovin' That You Want - EP by Rihanna (em inglês) iTunes Store. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.
  41. If It's Lovin' That You Want by Rihanna (em português) iTunes Store. Página visitada em 5 de Outubro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Livros da Wikipédia