Igarassu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Igarassu
"Cidade Histórica
"Cidade da Primeira Igreja do Brasil"
Igreja de São Cosme e São Damião, em pintura de Frans Post do século XVII

Igreja de São Cosme e São Damião, em pintura de Frans Post do século XVII
Bandeira de Igarassu
Brasão de Igarassu
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 9 de março de 1535 (479 anos)
Fundação 1535
Gentílico igarassuense
Prefeito(a) Mario Ricardo (PTB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Igarassu
Localização de Igarassu em Pernambuco
Igarassu está localizado em: Brasil
Igarassu
Localização de Igarassu no Brasil
07° 50' 03" S 34° 54' 23" O07° 50' 03" S 34° 54' 23" O
Unidade federativa  Pernambuco
Mesorregião Metropolitana de Recife IBGE/2013[1]
Microrregião Itamaracá IBGE/2013[1]
Região metropolitana Recife
Municípios limítrofes Goiana, Tracunhaém e Itaquitinga(N), Paulista e Abreu e Lima (S), Itamaracá, Itapissuma, Paulista e Oceano Atlântico (L), Araçoiaba e Tracunhaém (O).
Distância até a capital 28 km
Características geográficas
Área 305,560 km² [2]
População 110 917 hab. (PE: 11°) –  estatísticas IBGE/2014[3]
Densidade 363 hab./km²
Altitude 19 m
Clima Tropical As'
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,665 (PE: 15°) – médio PNUD/2010 [4]
PIB R$ 1 470 899 mil (PE: 10°) – IBGE/2012[5]
PIB per capita R$ 14 008 17 IBGE/2012[5]
Página oficial
Vila de Igaraçu, com a Igreja de São Cosme e São Damião e o convento franciscano, em pintura do século XVII de Jan van Brosterhuisen

Igarassu[nota 1] é um município da Região Metropolitana do Recife, no litoral do estado de Pernambuco, no Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

Por volta do ano 1000, os índios tapuias que habitavam a região foram expulsos para o interior do continente devido à chegada de povos tupis procedentes da Amazônia. No século XVI, quando chegaram os primeiros europeus à região, a mesma era habitada por um desses povos tupis: os caetés[6] .

Em 1535, o donatário Duarte Coelho desembarcou no local para tomar posse de sua capitania, doada pela Coroa Portuguesa, travando um combate com os índios no local onde hoje está erguida a igreja dos Santos Cosme e Damião. Por ordem de Duarte Coelho, foi instalado um marco de pedra, servindo de ponto divisório entre as capitania de Pernambuco e capitania de Itamaracá, dando início ao processo de colonização europeia da região. Por volta de 1564, foi elevado à categoria de vila. O nome "Igarassu" é de origem tupi e significa "canoa grande", ou seja, "navio", através da junção dos termos igara (canoa) e assu (grande)[7] . O município foi um dos primeiros núcleos de povoamento português no Brasil.

O município localiza-se no litoral norte da região metropolitana de Recife e possui um dos patrimônios mais invejáveis e expressivos da arquitetura de cunho civil e religioso do Brasil. Lá, se encontra a mais antiga igreja em funcionamento do país (1535): a de São Cosme e Damião, a quem são atribuído vários milagres, sendo notório o de 1685. Na ocasião, quando as cidades de Recife, Olinda, Itamaracá e Goiana foram assoladas pela febre amarela, Igarassu escapou ilesa.

O passado de Igarassu é marcado pela sua participação em lutas libertárias, como a Revolução Praieira, quando as tropas do coronel Manuel Pereira de Morais ficaram instaladas no Convento de Santo Antônio, construído em 1588 pelos franciscanos. Hoje, no local, funciona o Museu Pinacoteca, que guarda um dos acervos mais representativos da pintura colonial brasileira.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 07º50'03" sul e a uma longitude 34º54'23" oeste, estando a uma altitude de 19 metros.[8]

Limites[editar | editar código-fonte]

Noroeste: Araçoiaba Norte: Itaquitinga, Itapissuma e Goiana Nordeste: Itapissuma
Oeste: Araçoiaba e Tracunhaém Rosa de los vientos.svg Leste: Oceano Atlântico e Itamaracá
Sudoeste: Abreu e Lima Sul: Abreu e Lima Sudeste: Paulista

Relevo[editar | editar código-fonte]

O relevo predominante no município é o de Tabuleiros Costeiros, relevo que predomina em todo litoral leste do nordeste, tendo altitudes médias que variam entre 50 e 100 metros acima do nível do mar.[9]

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

O município de Abreu e Lima encontra-se inserido nos domínios das bacias dos pequenos rios costeiros, são os rios: Igarassu, Palmeira, Jarapiá, Cumbé, Catucá, Botafogo, Itapicuru, Tabatinga, das Pacas, Paripe, Conga, Bonança, Utinga, Timbó, Monjope e Maniquara.[9]

Reserva ecológica Charles Darwin[editar | editar código-fonte]

A reserva de floresta atlântica está em preservação há mais de 40 anos com intuito de auxiliar as pesquisas acerca das pteridófitas e seus aspectos ecológicos em território pernambucano.[10]

Solo[editar | editar código-fonte]

Os solos do município são representados pelos Latossolos e Podzólicos nos topos de chapadas e topos residuais.[9]

Geologia[editar | editar código-fonte]

O município está incluído, geologicamente, na Província da Borborema, sendo compostos dos seguintes litotipos: Salgadinho e Vertentes, e dos sedimentos das formações Beberibe, Gramame, do Grupo Barreiras e dos depósitos Fluvio-lagunares e Aluvionares.[9]

Vegetação[editar | editar código-fonte]

A vegetação nativa municipal é a mata atlântica, composta por florestas sub-perenifólias, com partes de floresta sub-caducifólia.[9]

Clima[editar | editar código-fonte]

O município tem o clima tropical, do tipo As´. Os verões são quentes e secos, com temperaturas que nunca ultrapassam os 35 °C. Os invernos são amenos e úmidos, com o aumento de chuvas; a temperatura nunca cai para menos de 15 °C.

Nuvola apps kweather.svg Dados climatológicos para Igarassu Weather-rain-thunderstorm.svg
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 30,7 30,6 30,4 29,7 28,9 27,9 27,5 27,7 28,6 29,8 30,4 30,4 29,4
Temperatura média (°C) 26,6 26,7 26,5 25,9 25,2 24,3 23,8 23,9 24,8 25,8 26,3 26,4 25,5
Temperatura mínima média (°C) 22,6 22,8 22,6 22,2 21,6 20,8 20,2 20,1 21 21,8 22,2 22,4 21,7
Precipitação (mm) 82 125 228 268 319 300 293 170 89 43 38 51 2 006
Fonte: Climate Data.[11]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Segundo o censo 2013 do IBGE, Igarassu possui uma população de 109.322 habitantes, distribuídos numa área de 305,560 km², tendo assim, uma densidade demográfica de 333,88 hab/km².[12]

Bairros

  • Agamenon Magalhães
  • Água Mineral
  • Alto do Céu
  • Ana de Albuquerque
  • Arcanjo
  • Barra do Ceará
  • Bela Vista
  • Bomfim
  • Cortegada
  • Cruz de Rebouças
  • Jardim Boa Sorte
  • Triunfo
  • Santo Antônio
  • Tabatinga
  • Sítio dos Marcos
  • Marco de Pedra
  • Boa Vista
  • Vila Rural
  • Saramandaia
  • Jardim Paraíso
  • Jardim Sumaré
  • Menino Jesus da Praga
  • Nossa Senhora da Conceição
  • Santa Maria
  • Monjope
  • Jabacó
  • Santa Rita
  • Cohab
  • Posto de Monta
  • Areia Branca
  • Panco
  • Umbura
  • Encanto Igarassu
  • Inhamã
  • Rubina
  • São José
  • Trupial
  • Duarte coelho
  • rua Valdemar L. nascimento
  • entre outros.[13]

Distritos[editar | editar código-fonte]

- Nova Cruz[editar | editar código-fonte]

  • Cuieiras

De acordo com a Base Operacional Geográfica - BOG (IBGE), Cuieiras é um Aglomerado Rural Isolado - Povoado, pertencente ao distrito de Nova Cruz, Igarassu/PE. De coordenadas, latitude 07º 52' 24"S e longitude 34º 51' 53"W, tem sua localização às margens do Rio Timbó, que faz a divisa dos municípios de Igarassú e Paulista, também vizinho do Engenho Gongançary. Segundo Senso Demográfico de 2010, possui uma população residente de cerca de 503 habitantes voltada em sua maioria para atividade agrícola, pesqueira e de captura de crustáceos. Parte integrante de um bioma protegido é visitado por amantes da natureza para passeios ecológicos.

Engenho Gongançary - localizado no distrito de Nova Cruz, próximo ao povoado de Cuieiras, trata-se de um conjunto arquitetônico do início do século XVIII, formado pela casa grande, capela, cocheiras, seis casas de moradores, escola, etc., construído numa propriedade de 616 ha de área total. No passado, além de sua importância como unidade econômica, o engenho viveu episódios históricos, sendo por exemplo invadido várias vezes durante a Revolta Praeira (1848-1850). Atualmente, o engenho é sede da Agropecuária Tiúma Ltda, do Grupo Votorantim, visitação mediante autorização prévia da empresa.

- Três Ladeiras[editar | editar código-fonte]

- Cruz de Rebouças[editar | editar código-fonte]

Política[editar | editar código-fonte]

Atualmente, o poder executivo do município é exercido pelo Empresário Mario Ricardo santos de Lima, filiado ao PTB.[12]

Economia[editar | editar código-fonte]

Segundo dados sobre o produto interno bruto dos municípios, divulgado pelo IBGE referente ao ano de 2011, a soma das riquezas produzidos no município é de 1.337.837 milhões de reais (10° maior do estado). Sendo o setor industrial o mais mais representativo na economia igarassuense, somando 625.583 milhões. Já os setores de serviços e da agricultura representam 536.080 milhões e 22.184 milhões, respectivamente. O PIB per capita do município é de 12.921,34 mil reais (9° maior do estado).[14]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Educação[editar | editar código-fonte]

Na área da educação, o município atende a demanda infantil (4-12) conta com serviços de

O município possui as seguintes escolas Municipais:

[editar | editar código-fonte]

O município possui as seguintes escolas estaduais:

  • Escola Barão de Vera Cruz
  • Escola Brasilino José de Carvalho
  • Escola Desemb. Carlos Xavier Paes Barretto
  • Escola. Dom Helder Câmara
  • Escola de Referência em Ensino Médio Eurico Pfisterer (semi-integral)
  • Escola de Referência em Ensino Médio João Pessoa Guerra (semi-integral)
  • Escola Nova Cruz
  • Escola Orfanato Sagrado Coração de Jesus
  • Escola Prof. Aderbal Jurema
  • Escola Santos Cosme e Damião
  • Escola Flávio Pessoa Guerra
  • Escola Ana Caldas Brandão (Cuieiras)

Saúde[editar | editar código-fonte]

A cidade conta com trinta e três estabelecimentos de saúde sendo vinte e nove deles públicos e quatro privados.

Transportes[editar | editar código-fonte]

O município é cortado pela BR-101, PE-41, PE-14, PE-35. A população conta com o Aeroporto Internacional do Recife, estando a 53 km de distância. A cidade faz parte do Sistema Estadual Integrado de transporte urbano do consórcio Grande Recife.

Comunicação[editar | editar código-fonte]

O município recebe o sinal de TV do município de Recife.

TV[editar | editar código-fonte]

Cultura[editar | editar código-fonte]

O município tem uma das mais importantes manifestações religiosas de Pernambuco, a Festa de São Gonçalo do Mirante. Durante o evento são realizadas as Levadas e Buscadas, além de festejos populares com shows artísticos, missas e comidas típicas.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Sítio Histórico de Igarassu[editar | editar código-fonte]

O Sítio Histórico de Igarassu tem uma área de aproximadamente meio quilômetro quadrado (396 202 metros quadrados). É um dos conjuntos arquitetônicos civis e religiosos mais antigos e mais bem conservados do Estado de Pernambuco. É o lugar onde encontram-se os monumentos mais importantes da cidade. Há museus e igrejas no seu Centro Histórico, assim como um interessante casario. O conjunto histórico do núcleo da cidade foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Merece destaque a Igreja Matriz dos Santos Cosme e Damião, a igreja católica mais antiga do Brasil. Igarassu possui um dos mais antigos instituto histórico e geográfico do Brasil, que é o Instituto Histórico e Geográfico de Igarassu - PE,com 61 anos em atividades. Atualmente Presidido pelo o Sr.º Professor Valbério Pereia Cavalcanti.[15]

Igreja Matriz dos Santos Cosme e Damião[editar | editar código-fonte]

A Igreja Matriz dos Santos Cosme e Damião foi construída mediante ordem do Capitão Afonso Gonçalves no ano de 1535 e é a igreja católica mais antiga de todo o país. Está localizada no Sítio Histórico de Igarassu, e está dedicada aos padroeiros da cidade. Todos os anos, no dia 27 de setembro, realiza-se nas suas imediações a Festa de Santos Cosme e Damião, considerada uma das festas populares mais antigas do Brasil. No ano de 1951, foi declarada Patrimônio Histórico Artístico Nacional.[15]

Convento do Sagrado Coração de Jesus[editar | editar código-fonte]

O Convento do Sagrado Coração de Jesus está localizado no Sítio Histórico de Igarassu, Largo dos Santos Cosme e Damião, perto da Igreja Matriz. É um convento de estilo barroco que destaca-se pelas cinco belas janelas do andar superior de sua Igreja, em cujo interior encontram-se guardadas quatro belas imagens de tamanho natural.[15]

Museu Histórico de Igarassu[editar | editar código-fonte]

Fundado em 24 de janeiro de 1954 por José Eduardo da Silva Brito - então presidente do Instituto Histórico de Igarassu. Em 1972, não tendo como manter o acervo, o instituto, através de convênio, repassou para a Prefeitura Municipal de Igarassu a administração do museu que, atualmente, ocupa três casas do século XVIII. Tais casas foram adquiridas com recurso próprio do Instituto Histórico de Igarassu. Seu acervo é composto por 250 peças, entre documentos, peças sacras, armas e numismática.[15]

Casa de Câmara e Cadeia[editar | editar código-fonte]

A Casa de Câmara e Cadeia de Igarassu foi construída a meados do século XVIII e foi a de maiores dimensões até a construção no século XIX da Casa de Detenção do Recife. Está localizada no Sítio Histórico, Outeiro do Largo dos Santos Cosme e Damião.[15]

Marco de Pedra[editar | editar código-fonte]

O Marco de Pedra é um monumento formado por uma estrutura quadrangular, sobre a qual está situada uma coluna cilíndrica decorada com o escudo das quinas. Era o ponto que delimitava, nas suas origens, as capitanias de Pernambuco e Itamaracá.[15]

Convento de Santo Antônio[editar | editar código-fonte]

O Convento de Santo Antônio foi construído a finais do século XVI. Foi o terceiro convento construído no Brasil pelos padres franciscanos. Situado à Rua Marechal Hermes da Fonseca, em estilo barroco, no século XVII foi ampliado e transformado na Escola de Noviços e, mais tarde, no ano de 1848, durante a Revolução Praieira, foi utilizado como quartel-general pelas tropas revolucionárias. Destaca-se a cúpula de sua igreja e sua sacristia decorada com belos azulejos. Atualmente, é a sede do Museu Pinacoteca de Igarassu.[15]

Museu Pinacoteca de Igarassu[editar | editar código-fonte]

O Museu Pinacoteca de Igarassu está localizado na Rua Barbosa Lima, no Convento de Santo Antônio. Foi inaugurado no ano de 1957 e no seu interior está uma das mais importantes coleções da América Latina, composta de 24 quadros e painéis dos séculos XVII e XVIII, destacando os que pertencem à Igreja Matriz dos Santos Cosme e Damião, que nos mostram os momentos históricos mais importantes do Estado de Pernambuco.[15]

Capela de Nossa Senhora do Livramento[editar | editar código-fonte]

A Capela de Nossa Senhora do Livramento está situada ao lado da Prefeitura Municipal, Praça da Bandeira. Possui uma só cúpula em estilo barroco, construída no século XVIII pelos habitantes da Vila de Igarassu.[15]

Capela de São Sebastião[editar | editar código-fonte]

A Capela de São Sebastião está localizada no Largo de São Sebastião, Sítio Histórico de Igarassu. Em estilo barroco com influência maneirista, construído no século XVIII é muito parecida com a Igreja Matriz dos Santos Cosme e Damião. Destaca-se sua única torre campanário situada a um dos lados da sua fachada principal.[15]

Refúgio Ecológico Charles Darwin[editar | editar código-fonte]

O Refúgio Charles Darwin é uma instituição particular localizada no município de Igarassu com mais de 40 anos. Tem uma extensão de 60 hectares e está situado no interior de uma reserva de mata atlântica, a 8 quilômetros do Sítio Histórico. Sua principal função é a de realizar um trabalho de educação ambiental e conservação da natureza. No decorrer de todo o ano, é visitado por numerosas escolas e universidades que, acompanhados de monitores especializados, recebem informações sobre a flora e fauna da região e a importância da conservação da Mata Atlântica.[15]

Praias[editar | editar código-fonte]

Praia dos Marcos[editar | editar código-fonte]

É a praia onde desembarcou Duarte Coelho em 1535, onde hoje existe uma réplica do marco divisório entre as capitanias de Pernambuco e Itamaracá. O marco original encontra-se no Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico de Pernambuco. Localiza-se no Canal de Santa Cruz, entre o continente e a ilha de Itamaracá, é apropriada para esportes náuticos.

Praia do Capitão[editar | editar código-fonte]

Esta praia é também chamada de Mangue Seco. Possui 1 500 metros de extensão, águas pouco profundas e recuo de cerca de 500 metros na maré baixa.

Praia da Gavoa[editar | editar código-fonte]

Possui uma extensão de cerca de 1 000 metros. O grande recuo da maré permite o acesso à ilhota da Coroa do Avião na maré baixa.

Ilhota da Coroa do Avião[editar | editar código-fonte]

Trata-se de uma ilhota ainda em formação, com áreas de grande deposição de sedimentos e áreas sujeitas à erosão. Possui 20 000 metros quadrados, unindo-se ao continente na baixa-mar.

Notas

  1. Nota ortográfica: Segundo as normas ortográficas vigentes da língua portuguesa, este topônimo deveria ser grafado como Igaraçu. Prescreve-se o uso da letra "ç" para palavras de origem tupi. O nome vem do tupi ygarusu (navio). Ao longo dos anos, a grafia foi alterada para ygara asu, igarassu e, finalmente, igaraçu.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais (19 de julho de 2013). Divisão Territorial do Brasil Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Visitado em 4 de dezembro de 2013.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Estimativa Populacional 2014 Censo Populacional 2014 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (agosto de 2014). Visitado em 29 de agosto de 2014.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 09 de setembro de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2012 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2014.
  6. BUENO, E. Brasil: uma história. 2ª edição. São Paulo. Ática. 2003. p. 19.
  7. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. 3ª edição. São Paulo. Global. 2005. p. 79.
  8. http://www.geografos.com.br/cidades-pernambuco/igarassu.php
  9. a b c d e http://www.cprm.gov.br/rehi/atlas/pernambuco/relatorios/IGAR072.pdf
  10. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062003000400011
  11. Clima: Igarassu Climate Data. Visitado em 28 de outubro de 2014.
  12. a b http://www.cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?lang=&codmun=260680
  13. http://www.telelistas.net/pe/igarassu
  14. http://www.cidades.ibge.gov.br/xtras/temas.php?lang=&codmun=260680&idtema=125&search=pernambuco%7Cigarassu%7Cproduto-interno-bruto-dos-municipios-2011
  15. a b c d e f g h i j k http://www.ferias.tur.br/informacoes/5281/igarassu-pe.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.