Igreja Anglicana Ortodoxa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde julho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.

A Igreja Anglicana Ortodoxa foi organizada no dia 16 de novembro de 1963 no estado norte-americano da Carolina do Norte por pastores sob a liderança do Revmo. James Parker Dees (1915-1990), A.C., D.D., então um alto clérigo da Igreja Episcopal Protestante dos Estados Unidos da América (ECUSA), que se desligaram da mesma, por serem contra o liberalismo teológico, bem como contra a influência anglo-católica na liturgia anglicana.

História[editar | editar código-fonte]

O Revmo. Dees e os outros concluíram que a Igreja estava repudiando seus fundamentos rapidamente. Eles queriam preservar a Tradição Episcopal Anglicana como sustentada pela histórica Igreja Episcopal Protestante até que ela bandeasse para o Ecumenismo.[carece de fontes?]

O Revmo. Dees tomou esta decisão orientado pelo Rev. Carl McIntire, Pastor Presbiteriano Bíblico, que também o aconselhou a não se juntar à Igreja Episcopal Reformada dos Estados Unidos, pelo fato desta não ser suficientemente separatista.[carece de fontes?]

O Revmo. Dees foi consagrado Bispo em linha de sucessão apostólica por dois Bispos: Wasyl Sawyna, da Igreja Ortodoxa Ucraniana Autocéfala da América do Norte e do Sul; e Orlando Jacques Woodward, da Igreja Vétero-Católica. [carece de fontes?]

Assim, a Igreja Anglicana Ortodoxa foi organizada para preservar as doutrinas básicas do Anglicanismo, que são: A Fé Bíblica, O Livro de Oração Comum de 1928, Os Trinta e Nove Artigos de Religião, Os Sermões, As Doutrinas dos Reformadores Anglicanos, A Moralidade Bíblica e as Escrituras Sagradas (Authorized King James Version).

A Comunhão Internacional da Igreja Anglicana Ortodoxa foi fundada em 1967 pelos seguintes Bispos e suas respectivas Igrejas: Revmo. Dees (Igreja Anglicana Ortodoxa, EUA), eleito Bispo Metropolitano da Comunhão; Revmo. Kurshid Alam (Igreja Ortodoxa do Paquistão); e Revmo. V. J. Stephen (Diocese de Travancore e Cochin, CMS, Índia). A Comunhão ganhou notoriedade internacional quando o Revmo. Isaac P. B. Mokoena, ex-Secretário do Concílio Sul-Africano de Igrejas - organização interdenominacional satélite do Conselho Mundial de Igrejas na África do Sul - e Moderador da Associação Eclesiástica Independente Reformada, pediu filiação ao Concílio Internacional de Igrejas Cristãs. Sua liderança anglicana, representativa de 4,5 milhões de negros sul-africanos de língua Zulu[carece de fontes?] e principal oponente do Bispo Sul-Africano Desmond Tutu, pediu filiação igualmente à Comunhão Internacional da Igreja Anglicana Ortodoxa.

Durante uma cirurgia do coração, em 1990, o Revmo Dees faleceu. Ele foi sucedido pelo Revmo. George C. Schneller, que foi o Bispo Metropolita da Comunhão Internacional entre 1991 - data de sua consagração pelo Revmo. Laione Q. Vuki da Igreja Anglicana Ortodoxa da Polinésia e 1994, ano de sua renúncia devido a uma doença cardíaca.[carece de fontes?]

Robert J. Godfrey foi o terceiro Bispo Metropolita da Comunhão Internacional da Igreja Anglicana Ortodoxa. Sob sua jurisdição e devido às suas alterações na forma de Anglicanismo da Igreja Anglicana Ortodoxa, ocorreu um cisma na denominação no ano de 1998:

a) Godfrey e seus partidários, que eram a maioria, foram obrigados a alterar o nome da Igreja para fazer valer a alteração constitucional feita, chamando-se Comunhão Anglicana Ortodoxa, uma jurisdição anglo-católica;
b) E a Comissão Executiva e seus partidários, sustentadores da verdadeira ortodoxia anglicana que, mesmo sendo a minoria, fizeram valer a constituição da Igreja, mantendo o nome Igreja Anglicana Ortodoxa.

Entre 1998 e 2000 ocorreu uma vacância episcopal na Sé Americana da Igreja Anglicana Ortodoxa. A Comunhão Internacional da Igreja Anglicana Ortodoxa se reuniu em 22 de Outubro de 2000 para consagrar o então Rev. Jerry Levon Ogles, Presbítero hospedeiro da Reunião, ao ofício de Bispo. Ele foi ordenado pelo Revmo. Thomas Karikkuzhy, da Índia; e pelo Revmo. Mokoena, da África do Sul. O Revmo. Ogles foi aclamado legítimo sucessor do Revmo. Dees. Ele é o atual Bispo Metropolitano da Comunhão Internacional da Igreja Anglicana Ortodoxa.

Em 16 de novembro de 2002, a Igreja Anglicana Ortodoxa observou seus quarenta anos como uma Comunhão Internacional. Atualmente,a Comunhão Internacional da Igreja Anglicana Ortodoxa se compõe de denominações, paróquias independentes e trabalhos missionários no Canadá, na Libéria, nas Filipinas, na República Centro-Africana, na África do Sul, em Madagascar, no Quénia, no Paquistão, na Índia, no Haiti, Porto Rico, Peru, Argentina, Nigéria, Uganda, Malawi, Fiji e Ilhas Salomão.

Doutrinas[editar | editar código-fonte]

O fundamento doutrinário da Igreja Anglicana Ortodoxa existe para preservar os princípios básicos do Anglicanismo, a saber, a fé bíblica, O Livro de Oração Comum, os Trinta e Nove Artigos de Religião, as homílias, as doutrinas dos reformadores anglicanos, a Moralidade Bíblica, e para erguer uma nação cristã que denuncia o mal e prega o Evangelho.[carece de fontes?]

Sucessão Apostólica[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]