Igreja Espiritualista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde junho de 2010).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.


Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde junho de 2010)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

A Igreja Espiritualista (em inglês Spiritualist Church) é o nome adotado por grupos espiritualistas não-kardecistas nos Estados Unidos e Reino Unido.

Interior de uma Igreja Espiritualista na Escócia

.

O movimento moderno espiritualismo emergiu na década de 1840 nos Estados Unidos, tornou-se público com as irmãs Fox em 1848. Inicialmente o movimento era informal, consistindo de ocasionais sessões espiritualistas conduzidas por médiums, com muitos espiritualistas mantendo memebresia em outras religiões ou sem afiliação religosa. Mas a polêmica com as religiões estabelecidas levaram a fundação da primeira Igreja Espiritualista em Keighley, Yorkshire, Inglaterra por David Richmond em 1853. Dois anos depois Richmond inciaria o primeiro jornal espiritualista The Yorkshire Spiritual Telegraph. A partir dos anos 1870 surgem várias sociedades espiritualistas no Reino Unido, Estados Unidos (notavelmente em San Francisco) e França, nesse último país os espiritualistas adotaram em massa a decodificação de Allan Kardec e a crença em reencarnação.

A maior parte das igrejas espiritualistas são afiliadas à associações, como a National Spiritualist Association of Churches nos Estados Unidos e a Spiritualists' National Union no Reino Unido. Entre os afro-americanos há o Spiritual Church Movement, convergindo tradições espiritualistas, catolicismo popular de Nova Orleans, e protestantismo (batistas e pentecostais) afro-americanos. No Brasil a presença dos espiritualistas é pequena quando comparado ao Espiritismo Kardecista, mas há a Sociedade da Igreja Espiritualista Cristã no Brasil.

Não há uniformidade dogmática entre as igrejas espiritualistas, mas em declarações formais de crenças como a Declaration of Principles de 1899 defende fé na existência de uma Inteligência Superior, a imortalidade da alma e o contato entre vivos e mortos. Os cultos geralmente seguem uma ordem de serviço reminiscente do protestantismo, com orações, leituras bíblicas e hinos, mas com a distintiva da prática mediúnica.

Adeptos notáveis[editar | editar código-fonte]

==

Referências

==

  • Brandon, Ruth. The Spiritualists: The Passion for the Occult in the Nineteenth and Twentieth Centuries. New York: Alfred A. Knopf, Inc., 1983
  • Carroll, Bret E. Spiritualism in Antebellum America. Bloomington: Indiana University Press, 1997.
  • Jacobs, Claude F.; Kaslow, Andrew J.The Spiritual Churches of New Orleans: Origins, Beliefs, and Rituals of an African-American Religion. The University of Tennessee Press, 1991.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.