Igrejas Escavadas na Rocha de Lalibela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Igrejas Escavadas na Rocha de Lalibela *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Bet Giyorgis church Lalibela 01.jpg
Bieta Giorgis ou S. Jorge, uma das inúmeras igrejas de Lalibela
País  Etiópia
Critérios (i) (ii) (iii)
Referência 18
Coordenadas 12° 1′ N 39° 2′ E
Histórico de inscrição
Inscrição 1978  (2ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.

As igrejas escavadas na rocha de Lalibela constituem um Patrimônio Cultural da Humanidade situado na Etiópia, a 640 km ao norte da capital, Adis Abeba, e a 1.500 m de altitude.

Onze igrejas e um mosteiro, além de vários sepulcros e outros lugares sagrados formam uma cidade labiríntica escavada no subsolo. Cada um destes templos foi talhado na rocha da montanha, como se fossem esculturas. O templo de São Jorge, um monólito em forma de cruz grega, é o principal.

No século XII, o rei Lalibela apresentou-se como herdeiro da dinastia Salomónica — estirpe dinástica criada por Menelik I, filho do rei Salomão e da rainha de Sabá — e ordenou a escavação de vários templos na rocha vulcânica a muitos metros de profundidade, dando início às construções do local.

Galeria[editar | editar código-fonte]