Ilha Beaufort

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um iceberg e a Ilha Beaufort ao fundo.

A ilha Beaufort é uma ilha no mar de Ross, na Antártida, que fica no extremo norte do arquipélago de Ross,[1] a 21 km ao norte do cabo Bird, na Ilha de Ross. Ela possui, aproximadamente, 18,4 km² (4,1 milhas quadradas) em área. Ele foi mapeado pela primeira vez em 1841, por James Clark Ross. Ross nomeou a ilha em homenagem a Sir Francis Beaufort, um geógrafo da Marinha Real Britânica.[2]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Beaufort foi criada pela atividade vulcânica e está compreendida de basalto. Ele possui uma forma semicircular. O ponto mais elevado na ilha é o Pico Paton, com 771 m de altitude. A ilha tem variados solos e habitats. Bastante do lado ocidental da ilha é coberto, moderadamente, por terras de gelo inclinadas com penhascos de gelo com mais de 20 metros (66 pés) de altura na costa. Os lados orientais e meridionais da ilha estão, principalmente, livres de gelo, com abismos inacessíveis e penhascos que se elevam verticalmente do mar. O solo sem gelo possui uma pequena inclinação e tem bacias no verão e pequenas correntes de água derretida que escoam em direção à costa da ilha.[2] [3]

Ecologia[editar | editar código-fonte]

Beaufort é designada uma Área Especialmente Protegida da Antártida em mandato para preservar seu sistema ecológico natural e para proteger sua variedade e numerosas espécies de pássaros.[2] [4] A ilha é isolada, de difícil acesso e é visitada raramente por pessoas. A ilha é, enormemente, impassível da atividade direta da ação humana, ela tem sido uma das poucas oportunidades para a introdução de espécies exóticas do que outras localizações no Mar de Ross.[3] Entretanto, alguns estudos têm sido conduzidos na ilha.[5]

Há uma pequena colônia de reprodução de pinguim-imperadores no litoral do gélido mar ao fim do norte da ilha. Há uma grande colônia de pinguim-adélie numa elevação da praia, chamada Cadwalader Beach, no sudoeste da ilha. A ilha também possui inúmeras colônias de reprodução de skua-do-polo-sul.[2] [3]

A ilha tem uma extensiva área de vegetação, numa altura de 5-7 metros sobre a praia, no norte da ilha. A faixa de vegetação possui mais de 50 m de largura. A vegetação é dominada pelas espécies de musgo Bryum argenteum. Ela é a mais extensiva e contínua área de musgos conhecida da região do Estreito de McMurdo. Há também uma diversa comunidade de algas. Essa localização é uma das mais meridionais onde as algas vermelhas da neve (Chlamydomonas sp., Chloromonas sp., e Chlamydomonas nivalis) são encontradas. Essa localização é favorável ao crescimento da vegetação por causa das altas temperaturas no verão. O aspecto dos ventos setentrionais e as coberturas providas pelos altos penhascos de gelo protegem contra os ventos meridionais. A água fornecida dos abismos de gelo e dos bancos de neve.[3]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Beaufort Island TAMDEF Page, Ohio State University.
  2. a b c d Stonehouse, Bernard, 2002, Encyclopedia of Antarctica and the Southern Oceans, John Wiley and Sons, p. 25, ISBN 0471986658.
  3. a b c d Antarctic Specially Protected Area (ASPA) No. 105 Beaufort Island, McMurdo Sound, Ross Sea, National Science Foundation.
  4. Beaufort Island, Ross Sea, Antarctic Protected Areas.
  5. Management Plan for Antarctic Specially Protected Area (ASPA) No. 105, Antarctica New Zealand.