Ilha do Caranguejo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ilha do Carangueijo
Ilha do Carangueijo está localizado em: Oceano Atlântico
Ilha do Carangueijo
Localização no Oceano Atlântico
02° 52' 19.34" S 44° 32' 10.80" O
Geografia física
País Brasil
Localização Oceano Atlântico
Arquipélago Golfão Maranhense

A Ilha do Caranguejo é uma ilha localizada no estuário do Mearim, ao sul da Baía de São Marcos a cerca de 30 quilômetros de Ilha de São Luís, entre Bacabeira e Cajapió e é a segunda maior ilha do Maranhão. A ilha é uma reserva ecológica, deserta e misteriosa, só é visitada por pescadores e catadores de caranguejo.

Histórico[editar | editar código-fonte]

No final do século XIX, César Marques descrevia a ilha como sendo cercada por mangues e o centro formado por campos e lagoas, assim como a Baixada Maranhense. A abundância de animais tornava a ilha adequada pra caça, com patos, carões, guarás, onças, cutias, pacas, macacos, jurarás, cobras e caranguejos de grande tamanho. Ele destaca o fato de, apesar da sua extensão, a ilha ser inabitável devido à grande quantidade de mosquitos que em algumas épocas, impediam pessoas de permanecer no local. Durante a maré vazante, onças atravessavam a baía a nado em direção a Cajapió ou Anajatuba.[1]

Relatos sobre extraterrestres[editar | editar código-fonte]

É conhecida pelas muitas histórias e lendas evolvendo OVNIs, o que atraiu cientistas do Brasil e estrangeiros ao local. Também, casos verdadeiros, como o que aconteceu em 25 de abril de 1977, um barco com quatro pescadores a bordo: um deles amanheceu ileso, no dia seguinte. Dos outros três que estavam feridos, um acabou morrendo. Depois desse caso, foram relatadas aparições de OVNIs também em várias cidades da Baixada Maranhense.

Referências

  1. Marques, Cesar Augusto. Diccionario historico-geographico da provincia do Maranhão (em português). Maranhão: Tipografia do Frias, 1870. p. 323. Visitado em 25 de janeiro de 2014.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]