Ilhas da Sonda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa do Arquipélago Malaio contendo as Ilhas da Sonda.

As Ilhas da Sonda ou Arquipélago da Sonda formam um grande arquipélago na Insulíndia, sueste asiático a nordeste da Austrália, que se encontra no limite entre as placas tectónicas euroasiática e australiana sendo, por isso, caracterizado por grande actividade vulcânica. Estas ilhas estabelecem igualmente a fronteira entre os oceanos Índico e Pacífico e estendem-se num arco aproximadamente paralelo ao Equador, entre a Península Malaia e a ilha da Nova Guiné.

As Ilhas da Sonda costumam ser agrupadas em:

O território das Ilhas da Sonda é partilhado por Brunei, Indonésia, Malásia e Timor-Leste.

Também recebe este nome o estreito da Sonda, que separa Java de Samatra.

Etimologia e uso[editar | editar código-fonte]

O topônimo português "Sonda" provavelmente advém do etnônimo "sunda", população que habitava parte da ilha de Java. Segundo outros autores, a sua etimologia estaria ligada ao sânscrito ou ao termo que significa "montanha", ou ainda a outro vocábulo que significa "branco", "brilhante".1

Segundo Machado, a forma "Sonda" é a única usada em português, apontando a alternativa "Sunda" como obsoleta,1 embora Rebelo Gonçalves a registre.2 Nascentes registra apenas a forma "Sonda".3

Os sundaneses[editar | editar código-fonte]

Os sundaneses são um grupo étnico da parte ocidental da ilha de Java, que falam a língua sundanesa (Basa Sunda, em sundanês).

Notas

  1. a b Machado, José Pedro. Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa, Livros Horizonte, 3a ed., 2003, verbete "Sonda".
  2. Gonçalves, Francisco Rebelo. Vocabulário da Língua Portuguesa, Coimbra Editora, 1966, verbete "Sunda".
  3. Nascentes, Antenor. Dicionário Etimológico da Língua Portuguesa, tomo II, verbete "Sonda".