Ilhas fluviais do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Brasil possui algumas das maiores ilhas fluviais do mundo. Na foz do rio Amazonas, além de Marajó, estão as ilhas de Gurupá, Caviana e Mexiana, todas maiores do que as ilhas costeiras brasileiras que abrigam capitais de estados. No Tocantins está a ilha do Bananal.

Marajó[editar | editar código-fonte]

A desembocadura do rio Amazonas e a Ilha do Marajó.

É a maior ilha flúvio-marinha do mundo, com 50.000 km². Localizada na foz do rio Amazonas, no estado do Pará, é um dos grandes santuários ecológicos do planeta. O lado oeste da ilha é coberto por florestas e é rico em madeiras de lei e palmeiras, como açaí, bacaba e tucumã. No leste predominam os campos cobertos por gramíneas. O guará, um pássaro vermelho, é ave-símbolo da região. A principal atividade econômica da ilha é a criação de búfalos, seguida da pesca, extração de madeira e borracha.

Bananal[editar | editar código-fonte]

Ilha do Bananal, santuário ecológico do rio Araguaia

Com 20.000 km² de área, é a maior ilha fluvial do mundo. Localizada no estado do Tocantins, abriga ao norte o Parque Nacional do Araguaia, e ao sul, duas reservas indígenas: Carajás e Javaés. Parte da ilha é inundada durante os meses de janeiro a março, época de cheia do rio Araguaia. Por estar numa zona de transição entre a Floresta Amazônica e o cerrado, possui fauna e flora bem variada. Entre os animais há a onça-pintada, uirapuru, garça-azul e tartaruga-da-amazônia. Entre as principais espécies vegetais há vários gêneros de orquídeas e árvores, como a maçaranduba e a piaçava.

Ilha Grande do Gurupá[editar | editar código-fonte]

Predefinição:Artigo Principal

Ilha Grande do Gurupá é a segunda maior ilha do Delta do Amazonas. Está localizada perto da confluência dos rios Amazonas e Xingu a oeste da Ilha do Marajó,no estado do Pará,Brasil. A ilha possui uma área de 4.864 km²,sedo a 119ª maior ilha do mundo e a 4ª maior ilha do Brasil.Está cortada por uma grande quantidade de rios e paranás, que na verdade são extensões das águas do Rio Amazonas que os leva a um verdadeiro "Vai - e - vem" conforme a força das marés. Dentre esses rios destacamos: Rio Mojú, Rio Mararu, Rio Maruinim, Rio Murupucu dentre outros.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências