Império Galático (Star Wars)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde janeiro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Império Galático (português brasileiro) ou Galáctico (português europeu) é o governo totalitário e ditatorial maligno da saga Star Wars, fundado para substituir a República Galáctica.

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.
Bandeira do Império Galactico

Durante cerca de 25 004 anos, a Velha República comandou a galáxia tentando reunir centenas de sistemas estelares sob um governo em fim democrático. Infelizmente, com o passar do tempo, a enorme República tornou-se inchada e corrupta, causando descontentamento e suspeita entre seus membros. Incapaz de manter o controle na galáxia, a República entrou em atrito com a poderosa Federação do Comércio, entre outros grupos. Tirando proveito desse conflito, o Imperador Palpatine ascendeu ao poder. Ao tomar o controle completo do governo, ele instituiu a chamada Nova Ordem sob o pretexto de acabar com a corrupção da Velha República. No entanto, seus verdadeiros planos tinham como objetivo o domínio total da galáxia. Sob o comando de Palpatine, a Velha República foi transformada em Império, um governo tirano e opressor que tentava garantir a ordem e a lealdade através da força e do medo. Raças alienígenas foram erradicadas ou escravizadas, indústrias e sistemas estelares inteiros foram tomados e o terror tornou-se uma forma de vida. A escravidão predominava em todo o Império, e a injustiça social florescia. Até mesmo os Cavaleiros Jedi, o último raio de luz em uma galáxia cada vez mais sombria, foram perseguidos e assassinados nestes tempos negros.

Para fortalecer ainda mais sua posição, Palpatine cercou-se de lacaios poderosos, incluindo o Lorde Sith, Darth Vader. Desta forma, Palpatine finalmente conseguiu abolir o Senado Imperial, permitindo a seus leais Moffs comandar partes de seu domínio como governadores regionais. Os Stormtroopers, soldados anônimos totalmente leais ao Imperador, tornaram-se tropas de choque e polícia em mundos rebeldes. Sistemas inteiros foram pressionados a obedecer ao Império pelos grandes Star Destroyers, Super Star Destroyers e estações orbitais de batalha produzidos pelas forças Imperiais. Ainda mais aterrorizante era a Estrelas da Morte, super armas móveis eram capazes de destruir planetas inteiros.

Mas o Império ainda teria de sofrer com resistência da Aliança Rebelde, fundada por ex-senadores e simpatizantes da República.

O Império começou a fraquejar após a Batalha de Yavin, quando as forças da Aliança Rebelde conseguiram destruir a primeira Estrela da Morte. As forças Imperiais conseguiram uma breve vingança na Batalha de Hoth, mas a força combinada dos Rebeldes pôs um fim à Palpatine e ao seu governo na Batalha de Endor.

Infelizmente, alguns remanescentes do Império permaneciam espalhados pela galáxia. Cinco anos depois da Batalha de Endor, o Grande Almirante Thrawn reuniu estas forças para um ataque à Nova República. Ele falhou, mas um ano mais tarde, o Imperador renascido voltava a ameaçar a paz galáctica. Mais uma vez o vilão foi derrotado. Após a última queda do império, os remanescentes criaram uma aliança com a república, criando a Aliança Galática.


Ícone de esboço Este artigo sobre cinema é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.