Império Mogol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Abril de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Império Mogol

Império

Blank.png
1526 – 1858 British Raj Red Ensign.svg
 
Flag of Herat until 1842.svg
 
Flag of the Maratha Empire.svg

Bandeira de Império Mogol

Bandeira

Localização de Império Mogol
O Império Mogol na sua máxima extensão (1700).
Continente Ásia
Região Subcontinente indiano
País Índia, Paquistão, Bangladesh, Afeganistão
Capital Agra
Fatehpur Sikri
Deli
Língua oficial Persa (inicialmente também Chagatai; depois Urdu)
Religião Islamismo sunita com liberdade de seguir outros credos.
Governo Monarquia absoluta, Estado unitário
com estrutura de Federação
Imperador
 • 1526–1530 Babur
 • 1530–1539, 1555–1556 Humayun
 • 1556–1605 Akbar
 • 1605–1627 Jahangir
 • 1659–1707 Aurangzeb
 • 1707–1857 Outros imperadores
História
 • 21 de Abril de 1526 de 1526 Fundado
 • 21 de Setembro de 1857 de 1858 Fim
Área
 • 1700 3 200 000 km2
População
 • 1700 est. 150 000 000 
     Dens. pop. 46,9/km²
Moeda Rupia

O Império Mogol (persa سلطنت مغولی هند, Solṭanat Moġuli Hend; em urdu: مغلیہ سلطنت, Muġalīh Sulṭanat; auto-designação: گوركانى, Gurakâni) foi uma entidade geopolítica que chegou a dominar quase todo o subcontinente indiano. A designação Mogol parece ter sido apenas atribuída durante o século XIX e deriva de mongol, denotando a ascendência direta de Gengis Khan de seu fundador, Babur. O nome em português dos seus soberanos era grão mogol.

O império mogol viu sua fundação em 1526, entrou em declínio a partir do início do século XVIII e foi extinto em definitivo pelo poderio britânico em 1857. No seu auge, o império foi possivelmente o Estado mais rico, sofisticado e poderoso do planeta; contava com uma população entre 110 e 130 milhões de habitantes, distribuída em um território de mais de quatro milhões de km², que compreendia a maior parte dos atuais Paquistão, Afeganistão e Bangladesh, além da Índia. Após 1725, o poder mogol entrou em rápido declínio, ao qual se atribuem variadas causas: guerras de sucessão, crises agrárias que fizeram eclodir revoltas locais, o aumento da intolerância religiosa para com a maioria não-muçulmana e, finalmente, o golpe dado pelo colonialismo britânico. O último imperador, Bahadur Xá II, cujo domínio efetivo se restringia à cidade de Deli, foi aprisionado e depois exilado pelos britânicos em consequência de seu envolvimento na Revolta dos Sipais.

A era clássica do império iniciou-se com a ascensão ao trono de Akbar, o Grande em 1556 e chegou ao fim com a morte de Aurangzeb em 1707. Durante este período, o império caracterizou-se por uma administração eficiente e altamente centralizada, que interconectou as diferentes regiões da Índia. A exemplo do Taj Mahal, todos os monumentos significativos edificados pelos mogóis — o seu mais visível legado — provêm desta época.

Ícone de esboço Este artigo sobre História do Islão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.