Imperador Fushimi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Imperador Fushimi
Imperador Fushimi
Imperador de Flag of Japan.svg Japão
Período 1287 até 1298
Antecessor(a) Imperador Go-Uda
Sucessor(a) Imperador Go-Fushimi
Vida
Nascimento 10 de maio de 1265
Morte 8 de outubro de 1317 (52 anos)
linkWP:PPO#Japão

Imperador Fushimi (伏見天皇, 1265 - 1317?) foi o 92º imperador do Japão, na lista tradicional de sucessão [1] .

Vida[editar | editar código-fonte]

Antes de sua ascensão ao Trono do Crisântemo seu nome pessoal era Hirohito. Era o segundo filho do Imperador Go-Fukakusa e pertenciam a partir da linhagem Jimyōin-in [2] . Sua mãe foi Tōin Inko.

Hirohito foi nomeado príncipe herdeiro de seu primo, o Imperador Go-Uda da linhagem Daikakuji-in. Manobras políticas arquitetadas por Go-Fukakusa , foram cruciais para essa escolha [2] .

Em 1287, no 13º ano do reinado de Go-Uda, o imperador abdicou; e a sucessão foi recebida por seu primo 'Hirohito. Ascendendo o Imperador Fushimi ao trono [2] . Fushimi reinou de 1287 a 1298. Nesta ocasião houve um curto período de harmonia entre as duas linhagens com um acordo de que se alternariam no poder. Por dois anos mais, Go-Fukakusa ainda comandava o reino como Imperador em Clausura terminado esse prazo Fushimi assumiu o controle direto sobre o reino.

Em 1289, Fushimi tornou seu próprio filho (o futuro Imperador Go-Fushimi ) príncipe herdeiro, com isso aumentou o antagonismo com a linha Daikakuji-in. Em 1290, a família de Asawara Tameyori tentou assassinar o Fushimi. Kameyama, foi responsabilizado pelo Incidente, e quase foi confinado em Rokuhara, como ocorrera no Incidente Jōkyu. Apenas um apelo especial permitiu-lhe escapar a esse destino [3] .

Durante o seu reinado, houve um esforço dos nobres para derrotar seu governo, mas o poder do Bakufu, que se aliara a seu governo, estava mais forte. Em 1298, Fushimi abdicou em favor de seu filho e começou seu governo como Imperador em Clausura . Três anos depois, em 1301, a os Daikakuji reuniram seuas forças e conseguiram que Go-Fushimi abdicasse [2] .

Em 1308, em cooperação com o Bakufu, ocorreu a entronização de seu quarto filho, que se tornou o Imperador Hanazono, e voltou a ser o Imperador em clausura.

Em 1313 Fushimi fez tonsura e se tornou um monge budista; e o poder para administrar a Corte passou a ser realizado por Go-Fushimi que adotara Hanazono e se tornou o novo Imperador em clausura [4] .

Fushimi morreu em 1317. Ele é tradicionalmente venerado em um memorial no santuário xintoísta em Fushimi (Quioto). A Agência da Casa Imperial designa este local como Mausoléu de Fushimi Inari. E é oficialmente chamado Fukakusa no Kita no misasagi [1] .

Daijō-kan[editar | editar código-fonte]




Precedido por
Go-Uda
Japanese Imperial Seal.svg -- 92º Imperador do Japão
1287 - 1298
Sucedido por
Go-Fushimi




Referências

  1. a b Agência da Casa Imperial: Fushimi-tennō (92) (em japonês)
  2. a b c d Isaac Titsingh, Annales des empereurs du japon, (em francês) Paris: Royal Asiatic Society, Oriental Translation Fund of Great Britain and Ireland pp. 269 - 274 OCLC 5850691.
  3. Kozo Yamamura, The Cambridge History of Japan, Volume 3 (em inglês) Cambridge University Press, 1988 pp. 164-165 ISBN 9780521223546
  4. Titsingh, Annales des empereurs du japon,p. 279

Ver também[editar | editar código-fonte]