Imposex

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde dezembro de 2008). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Imposex é o termo aplicado para descrever a modificação morfofisiológica sexual causada por poulentes tóxicos em moluscos gastrópodes, ocasionando o surgimento de caracteres sexuais masculinos, tais como pênis e canal deferente em fêmeas desses moluscos expostas a compostos orgânicos de estanho tais como o tributilestanho (TBT) e o trifenilestanho (TPT). Esses compostos são usados como princípio ativo de tintas antiincrustantes usadas em embarcações. O imposex é então uma anomalia observada rotineiramente em moluscos habitantes de áreas onde exista fluxo constante de navios. Principalmente o TBT é um composto que, por atuar nas mesmas vias metabólicas da aromatase (enzima que converte os androgênios em estrogênios), inibe a transformação hormonal mediada por ela ou por desativação do complexo enzimático ou por competição bioquímica (Borges, 1997).

Referências:

- Bettin, C., J. Oehlmann, and E. Stroben. "TBT-induced imposex in marine neogastropods is mediated by an increasing androgen level." Helgoländer Meeresuntersuchungen 50.3 (1996): 299-317. - Matthiessen, Peter, and Peter E. Gibbs. "Critical appraisal of the evidence for tributyltin mediated endocrine disruption in mollusks." Environmental toxicology and chemistry 17.1 (1998): 37-43. - Stroben, E., J. Oehlmann, and P. Fioroni. "Hinia reticulata and Nucella lapillus. Comparison of two gastropod tributyltin bioindicators." Marine Biology 114.2 (1992): 289-296.

Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.