Incêndio da usina de tratamento Hamlet

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
A vista do local onde o fogo começou.

O Incêndio da fábrica de processamento Hamlet foi um desastre industrial que ocorreu na fábrica de tratamento de frango da Imperial Foods, em Hamlet, Carolina do Norte, EUA em 3 setembro de 1991 após uma falha em uma modificação defeituosa para uma linha hidráulica. Vinte e cinco pessoas morreram e 54 ficaram feridas por estarem presas atrás de portas anti fogo fechadas. Devido a falta de inspetores, a fábrica não era inspecionada em 11 anos de operação, e é pensado que o incêndio poderia ter sido evitado por uma única inspeção.

Uma investigação federal foi feita, que resultou na sentença de 20 anos de prisão para o dono da fábrica e a empresa recebeu as maiores multas da história da Carolina do Norte. A investigação também apontou falhas na aplicação de normas de segurança, que resultou em um desrespeito às leis de segurança do trabalhador. Acusações de racismo foram niveladas no corpo de bombeiros e na cidade de Hamlet após o incêndio. Mais tarde, dois monumentos foram eregidos em homenagem a esse fato. A fábrica nunca mais for reaberta.