Incilius valliceps

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaSapo-da-costa-do-golfo
Gulf Coast Toad - Bufo valliceps.jpg

Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Amphibia
Ordem: Anura
Família: Bufonidae
Género: Incilius
Espécie: I. valliceps
Nome binomial
Incilius valliceps
Weigmann, 1833
Distribuição geográfica
Bufo vacilleps distribution.svg
Sinónimos

O sapo-da-costa-do-golfo (Incilius valliceps) é uma espécie de sapo nativa do sul dos Estados Unidos (Texas, Louisiana), México e América Central até à Costa Rica.[2]

Descrição[editar | editar código-fonte]

O sapo-da-costa-do-golfo é uma espécie de sapo de tamanho médio, com comprimento variando entre 2 e 4 cm.[3] A cor do dorso varia do quase preto, vários tons de castanho e cinzento com uma característica lista branca ou amarelada ao meio, e por vezes manchas de cor mais clara nos flancos. A parte inferior do corpo é amarelada. O dorso encontra-se coberto por pequenos tubérculos, geralmente ausentes da parte inferior do corpo.

B. valliceps é o mais cristado dos sapos da sua área de distribuição. As cristas estendem-se desde o nariz, até detrás da cabeça e com uma ramificação em redor da zona anterior do olho.

Habitat[editar | editar código-fonte]

Esta espécie pode ser encontrada numa grande variedade de habitats diferentes, incluindo pradarias, regiões semi-áridas, floresta esparsa e mesmo em quintais suburbanos. Geralmente são encontrados próximo de uma fonte permanente de água, que utilizam para a reprodução na primavera, mas são capazes de deslocar-se por longas distâncias em busca de comida.

Dieta[editar | editar código-fonte]

Como a maioria dos sapos, o sapo-da-costa-do-golfo é um carnívoro oportunista. Comerá praticamente qualquer artrópode que seja capaz de dominar e engolir.

Referências[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Incilius valliceps
  1. Bufo valliceps (TSN 773594) (em inglês) . Integrated Taxonomic Information System (www.itis.gov). Página visitada em 22 de Outubro de 2009..
  2. Conant, Roger; Joseph T. Collins. A Field Guide to Reptiles & Amphibians: Eastern and Central North America. 3 ed. [S.l.]: Houghton Mifflin Harcourt, 1998. 521-522 pp. ISBN 9780395904527
  3. Bufo valliceps Gulf Coast Toad. Herps of Texas. University of Texas at Austin. Página visitada em 2009-10-22.
  • Pauly, G. B., D. M. Hillis, and D. C. Cannatella. (2004) The history of a Nearctic colonization: Molecular phylogenetics and biogeography of the Nearctic toads (Bufo). Evolution 58: 2517–2535.
  • Frost, Darrel et al.. (2006). "The Amphibian Tree of Life". Bulletin of the American Museum of Natural History 297: 364 pp.. DOI:[0001:TATOL2.0.CO;2 10.1206/0003-0090(2006)297[0001:TATOL]2.0.CO;2].