Incubus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Incubus
Incubus live 2007.jpg
A banda em concerto, 2007
Informação geral
Origem Calabasas, Califórnia
País  Estados Unidos
Gênero(s) Rock alternativo
Metal alternativo
Rock experimental
Post-grunge
Funk rock
Funk metal
Período em atividade 1991 - atualmente
Gravadora(s) Sony BMG, Epic
Página oficial www.EnjoyIncubus.com
Integrantes Brandon Boyd
Mike Einziger
Jose Pasillas
Chris Kilmore
Ben Kenney
Ex-integrantes Alex Katunich
Gavin Koppell

Incubus é uma banda norte-americana de rock alternativo formada em Calabasas, Califórnia.

Seus cinco membros são: Brandon Boyd (vocal e percussão), Mike Einziger (guitarra), Ben Kenney (ex-baixista oficial da Banda The Roots), Jose Pasillas (bateria) e o DJ Chris Kilmore (turntables e piano). Antigos membros incluem DJ Lyfe (turntables) e Alex Katunich (também conhecido Dirk Lance) (baixo).

A origem do nome "Incubus" vem de um tipo de demônio na mitologia. O nome foi escolhido ao acaso algumas horas antes do primeiro show.

História[editar | editar código-fonte]

A banda começou em 1990 na Escola Média Wright tocando covers de Metallica e Megadeth. Ainda nos shows de escola e de garagem os integrantes da banda decidiram não tocar mais covers e escrever suas próprias canções. As primeiras foram "Purple Kool-Aid", "Sylvester Polyester", "My Soul (The Underground)" e "The Milkman Song". Depois do segundo álbum a banda já estava com várias mini-turnês e depois da entrada de um DJ para a banda, o som teve uma mistura de rock, eletrônico com hip-hop e funk, conseguindo assim um gênero alternativo. O álbum S.C.I.E.N.C.E. é lançado em 1997, o que lança a banda para um novo estágio participando da Warped Tour, Ozzfest e Family Values tocando com várias bandas conhecidas como Soulfly, Korn, Limp Bizkit e System of a Down.

Fama[editar | editar código-fonte]

Depois de várias e constantes turnês pelos Estados Unidos e pelo mundo, a banda lança o single "Pardon Me" e começa a despontar nos programas e rádios populares, e depois lança o álbum Make Yourself vendendo 500 mil cópias. Em 2000 Make Yourself já tinha vendido mais de um milhão de cópias e em 2001 chegando a dois milhões de cópias. O vídeo musical de "Drive" foi indicado a melhor vídeo na categoria Melhor Videoclipe de Grupo no prêmio Video Music Awards, da MTV (EUA), perdendo para a banda NSYNC. No começo de 2002 a banda estava no #9 com "Drive", #12 com "Stellar", #20 com "Wish You Were Here", #75 com "Nice To Know You" e #31 com o disco Morning View. Em 2004 lançaram o vídeo musical "Megalomaniac", uma crítica a política de George W. Bush. Em 2006 lançaram o Álbum "Light Granades" e a primeira música de trabalho foi "Anna Molly".Outros singles foram "Dig","Love Hurts" e "Oil and Water".

Hiato[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2008 a banda deu uma pausa nas gravações e turnês,enquanto seus membros se concentraram na escola, família e outras atividades. Brandon Boyd se matriculou em um programa de arte da universidade, enquanto o guitarrista Mike Einziger foi para a escola de música de Harvard para estudar composição. O baterista José Pasillas também. "Então há um monte de coisas da vida normal acontecendo agora na escola, os bebês, as hipotecas", disse Boyd. "Eu acredito não seria uma coisa ruim desaparecer por um ano ou dois anos", disse. "Muita gente diria que a cultura se move muito rápido e é preciso lembrar as pessoas, mas eu diria que não há qualquer pressa."

Retorno (2008-presente)[editar | editar código-fonte]

Por volta de janeiro de 2009,a banda postou no site oficial um vídeo onde diziam que estavam planejando regressar,e estavam animados para criar novas músicas.

Monuments and Melodies foi lançado em 16 de junho de 2009,como cd duplo. No primeiro, há os maiores exitos da banda junto com mais duas músicas novas, "Black Heart Inertia" e "Midnight Swim",enquanto o segundo é uma coleção de raridades, B-sides, cortes de sons, versões alternativas, três músicas inéditas anteriormente, e um cover dos Prince's "Let's Go Crazy".

Estilo e influências[editar | editar código-fonte]

Acima do rumo de sua carreira, Incubus tem utilizado elementos de uma variedade de gêneros e estilos; com algumas críticas visando a ambição da banda, e a dificuldade de classificar corretamente. Nas notas de relançamento do Fungus Amongus, Brandon declarou a banda procurar "ser como Primus, Mr. Bungle, e The Red Hot Chili Peppers em um só. Vamos, quem não queria ser isso?". mais concluindo que Incubus é, basicamente, uma banda de rock alternativo. A banda tem usado alguns instrumentos, incluindo um djembe, sitar, didgeridoo, e bongos em muitas de suas músicas e durantes performance ao vivo, e com o uso de uma pipa (tocada por Einziger) na música "Aqueous Transmission".

O vocalista Brandon Boyd tem chamado o artista de avant-garde Mike Patton a maior influência, com muitas de suas características aparecendo ambas dentro da música do Incubus e no vocal de Brandon. Com seus álbuns anteriores a banda mostrou uma variedade de qualidades experimentais, mixando tradicionais gêneros como metal, punk, e grunge com funk, jazz, e psicodélico (e com a intrudução de DJ Gavin Koppell e mais tarde Chris Kilmore, com influências eletrônicas). Os álbuns da banda são bem desenvolvidos, com um som de rock moderno, enquanto ainda mostravam experimentação e um amadurecimento, colocando em elementos e influências de heavy metal, hip hop, surf rock, post-grunge, rock progressivo, folk, e space rock.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Compilações[editar | editar código-fonte]

Demos[editar | editar código-fonte]

  • 1994 - Closet Cultivation
  • 1995 - Incubus

EPs[editar | editar código-fonte]

Ao vivo[editar | editar código-fonte]

  • 2003 - Live at Lollapalooza
  • 2004 - Live in Japan
  • 2004 - Live in Sweden
  • 2004 - Live in Malaysia

Trilhas sonoras[editar | editar código-fonte]

Videografia[editar | editar código-fonte]

  • 2001 - When Incubus Attacks...
  • 2002 - Morning View Sessions
  • 2004 - Alive at Red Rocks
  • 2007 - Look Alive

Ligações externas[editar | editar código-fonte]