Indústria do sexo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Indústria pornográfica)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2010). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O termo indústria do sexo é utilizado para se referir às empresas que fornecem produtos ou serviços considerados eróticos com algum nível de relação com a prática do ato sexual.

Esses serviços são considerados como entretenimento adulto, por não serem considerados como entretenimento apropriado para crianças.

A indústria do sexo fatura, anualmente, algo em torno de 13 bilhões de dólares, apenas nos Estados Unidos, com a comercialização de material pornográfico nas mais diversas mídias, como DVD, Blue-Ray, revistas, televisão e Internet.[1]

Tipos de Produtos e Serviços[editar | editar código-fonte]

Interior de um sex shop.

Existem diversas formas possíveis de produtos ou serviços envolvendo erotismo ou pornografia. Alguns dos mais comuns são citados a seguir.

Produtos[editar | editar código-fonte]

O principal produto da indústria do sexo são as fotografias e os filmes eróticos e/ou pornográficos. Atualmente é possível encontrar material adulto em todos os tipos de mídia disponível:

  • Jornais
  • Revistas
  • Cinema
  • Canais de Televisão
  • Internet
  • Filmes (VHS, DVD, Blue-Ray)

Além de material audio-visual, a indústria do sexo também comercializa uma grande variedade de produtos destinados a gerar ou facilitar o prazer sexual. São produtos como:

  • Roupas íntimas
  • Fantasias
  • Massageadores
  • Preservativos
  • Estimulantes
  • Cremes e cosméticos
  • Acessórios com formato de órgãos sexuais
  • Alimentos com formato de órgãos sexuais

Todos esses produtos costumam ser encontrados à venda em lojas (físicas ou virtuais) especializadas, chamadas sex shops.

Com menor apelo, mas também com relativa importância na indústria do entretenimento adulto, existe também a literatura erótica. São textos que contém descrições de situações eróticas ou pornográficas que podem ser encontrados em livros, revistas ou internet.

Serviços[editar | editar código-fonte]

O mercado de prestação de serviços para entretenimento adulto conta com uma infinidade de possibilidades.

Os serviços podem envolver a observação ou interação entre pessoas, como:

Existem também estabelecimentos especializados em propiciar o encontro entre pessoas interessadas (comercialmente ou não) em manter relações sexuais. Em alguns casos esses estabelecimentos dispõe de acomodações adequadas para a prática sexual. São locais que geralmente combinam diversos serviços, incluindo sauna, bar, alimentação e acomodações para pernoite.

Museus e Galerias[editar | editar código-fonte]

Museu do Sexo da cidade de Nova York.

Museus e Galerias do sexo são locais que expõe arte erótica, utensílios sexuais antigos, documentos antigos com alguma conotação sexual. Esses locais foram muito populares na Europa, no final dos anos 60 e durante os anos 70, a era da revolução sexual.

Oposição[editar | editar código-fonte]

AVN Adult Entertainment Expo, uma das maiores exposições eróticas do mundo.

A indústria do sexo é considerada assunto extremamente controverso: muitas pessoas, intituições, organizações até mesmo países possuem fortes objeções a ela. Como resultado, muitos dos serviços prestados pela indústria do sexo são considerados ilegais em muitos países.

Veja Também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Brian Braiker. Hard Times for the Porn Industry? (em inglês). Visitado em 7 de julho de 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre pornografia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.