Indústrias Nucleares do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde março de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Programa Nuclear Brasileiro
Angra1.jpg
Vista do Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto. À frente, na primeira cúpula, vê-se a usina de Angra 2. Ao fundo, o silo de Angra 1.
Usinas
Angra 1 · Angra 2 · Angra 3
Localização
Praia de Itaorna · Angra dos Reis · Rio de Janeiro
Histórico
Almirante Álvaro Alberto · Programa nuclear brasileiro
Acordos
Acordo Brasil-Alemanha · Acordo Brasil-França
Administração
Eletrobrás Termonuclear S.A. · Eletrobrás · Indústrias Nucleares do Brasil
Correlatos
Brasil e as armas de destruição em massa · Fábrica de Combustível Nuclear de Resende · Submarino nuclear brasileiro · Centro Experimental Aramar · Usina nuclear · Lixo atômico · Reator nuclear · Lista de usinas nucleares

A Indústrias Nucleares do Brasil (INB) é uma empresa brasileira de economia mista, vinculada à Comissão Nacional de Energia Nuclear - (CNEN) e subordinada ao Ministério da Ciência e Tecnologia. Tem unidades nos seguintes estados Bahia, Ceará, Minas Gerais e Rio de Janeiro (onde possui a sua sede), e é um importante elemento do sistema brasileiro de pesquisa e desenvolvimento de tecnologias para o domínio do ciclo e produção de combustíveis nucleares.

O tratamento físico dos minerais pesados com a prospecção e pesquisa, lavra, industrialização e comercialização das areias monazíticas e obtenção de terras-raras são atividades que competem à INB. É ainda responsavel pela exploração do urânio, desde a mineração e o beneficiamento primário até a produção e montagem dos elementos combustíveis que acionam os reatores de usinas nucleares. A totalidade dessas atividades compõe o Ciclo do Combustível Nuclear.

Criada em 1988, a INB sucedeu a Nuclebrás e, em 1994, tornou-se uma única empresa ao incorporar suas controladas - Nuclebrás Enriquecimento Isotópico S.A. (Nuclei), Urânio do Brasil S.A. e Nuclemon Mínero-Química Ltda, absorvendo suas atividades e atribuições.

Produtos e Serviços[editar | editar código-fonte]

Principais ocorrências de urânio no Brasil

Tecnologia, instalações, e equipamentos de última geração. Pessoal técnico altamente qualificado em suas unidades industriais. A INB está apta a fornecer produtos e serviços relacionados ao ciclo do combustível nuclear - produção de concentrado de urânio (yellowcake), produção de pó e pastilhas de dióxido de urânio, elementos combustíveis e fabricação de componentes.

Para os diversos setores industriais através de fornecimento de matéria-prima (minerais pesados) para a indústria siderúrgica, automobilística, de fibras óticas e cerâmicas especiais.

Além dos serviços relacionados ao ciclo do combustível nuclear, para diversos setores industriais desenvolve os itens abaixo:
» usinagem de componentes mecânicos de alta precisão;
» soldas especiais utilizando feixes de elétrons;
» análises de materiais e processos a partir de técnicas como medição tridimensional de peças e sistemas de medição a laser;
» fornecimento de matéria-prima - ilmenita, rutilo e zirconita para a indústria siderúrgica, automobilística, de fibras óticas e de cerâmicas especiais;
» terras-raras - obtidas a partir da monazita, também conhecidas como materiais da terceira onda, com um altíssimo grau de pureza.
» A INB oferece, ainda, serviços avançados de controle de qualidade através dos laboratórios de materiais e metrologia.

Estrutura Organizacional[editar | editar código-fonte]

Criada em 1988, a INB sucedeu a Nuclebrás e, em 1994, tornou-se uma única empresa ao incorporar suas controladas - Nuclebrás Enriquecimento Isotópico S.A. (Nuclei); Urânio do Brasil S.A. e Nuclemon Mínero-Química Ltda, absorvendo suas atividades e atribuições.

Esta reestruturação institucional proporcionou à empresa aumento da sua produtividade e diminuição dos custos de funcionamento, com a otimização dos processos administrativos e industriais.

Diretoria Executiva 2013[editar | editar código-fonte]

Aquilino Senra Martinez
Presidência

Flavio Gay da Cunha
Diretoria de Finanças e Administração

Renato Vieira da Costa
Diretoria de Produção do Combustível Nuclear

Marcos Antonio de Oliveira
Diretoria de Recursos Minerais

Arthur Paraizo Campos
Diretoria Técnica do Enriquecimento

Unidades[editar | editar código-fonte]

INB Rio - Administração Central - RJ

INB Caetité - mineração e beneficiamento de urânio - BA

INB Resende - RJ

» Fábrica de Combustível Nuclear FCN - Reconversão
» Fábrica de Combustível Nuclear FCN - Pastilhas
» Fábrica de Combustível Nuclear FCN - Componentes e Montagem do Elemento Combustível
» Fábrica de Combustível Nuclear FCN - Enriquecimento (projeto em desenvolvimento)
» Centro Zoobotânico
» Administração

INB Buena - Tratamento Físico de Areias Monazíticas - RJ

INB Caldas - MG

» Tratamento Químico da Monazita
» Tratamento minerais contendo urânio

INB Santa Quitéria - CE

INB Brasília - DF

INB São Paulo - SP

Responsabilidade Social Corporativa[editar | editar código-fonte]

Na INB a responsabilidade social corporativa começa com a preocupação de incorporar modernas técnicas administrativas a iniciativas voltadas para a qualidade de vida e de valorização profissional e pessoal de cada colaborador da empresa.

A gestão de desenvolvimento de recursos humanos estimula a incorporação de novas posturas individuais e corporativas através de políticas de remuneração e benefícios, da execução de projetos permanentes de treinamento e reciclagem e de avaliações sobre qualidade de vida e novos aprendizados.

Consciente de sua responsabilidade social, a empresa concilia atividades na área nuclear com atuação constante de incentivo à educação, cultura e bem-estar das comunidades circunvizinhas às suas unidades operacionais.

A exploração e o Meio Ambiente[editar | editar código-fonte]

Os riscos da exploração de material radioativo recaem sobre a Empresa, naturalmente.

Atentos à conservação do meio ambiente tanto os órgãos estatais, as ONG's e as sociedades do entorno se preocupam em fiscalizar e controlar os recursos naturais expostos a possíveis falhas da Empresa.

No ano de 2010 a Agência Internacional de Energia Atômica concluiu que as atividades de mineração da INB em Caetité atende todos os requisitos de segurança e que não provocam nenhum impacto significativo ao meio-ambiente da região. [1]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Missão da ONU diz que mina de urânio em Caetité não é perigosa (04/02/2010). Visitado em 13/01/2015.