Indietronica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde agosto de 2011). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Indietronica
Origens estilísticas Indie rock, eletrônica, new wave, synthpop
Contexto cultural Final da década de 1990 na Alemanha e no Reino Unido
Instrumentos típicos Vocal, teclado, sintetizador, sampler, drum machine
Popularidade Sucesso comercial mais notável na década de 2000

Indietronica (também chamado de Indie electronic) é um gênero musical que combina indie, electronica, rock e música pop. Os instrumentos usados normalmente neste género são teclados, sintetizador, sampler e drum machine.

História[editar | editar código-fonte]

O gênero começou no inicios dos 1990s,[1] através de bandas como Stereolab e Disco Inferno, e entrou no novo milenium ao sabor das novas tecnologias aplicadas à música e o nomes directamente conectados com os sistemas electônicos, bandas como Broadcast (Inglaterra), Justice (frança), Lali Puna (alemanha), e The Postal Service e Ratatat (US), trabalham na mistura de uma série de sons indie, com vozes melosas e melodias electrónicas agradáveis por vezes próximas do house por vezes próximas do trip hop. Para fazer justiça ao género todas estas bandas foram distruídas por editoras independentes.[2]

Grupos mais conhecidos[editar | editar código-fonte]

Cultura popular[editar | editar código-fonte]

Este género foi mencionado em Homestar Runner pequeno "Geddup Noise".[3]

Referências

  1. [1].
  2. [2] (em inglês) (1 de agosto 2011).
  3. [3].

Ver também[editar | editar código-fonte]