Indochina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mapa da Indochina colonial, 1886

Indochina ou Peninsula Indochinesa é uma região do sudeste asiático, entre o leste da Índia e o sul da China. Inclui Vietnã, Laos, Camboja, e, às vezes, Tailândia e Myanmar, antiga Birmânia.

O termo foi cunhado pelos franceses, que assim alcunharam sua colônia que compreendia os atuais países Vietnã, Laos e Camboja

História[editar | editar código-fonte]

Historicamente, os países do Sudeste da Ásia foram influenciados culturalmente pela China e pela Índia, mas sobretudo por esta última. No Vietnã, no entanto, ocorreu o contrário. A influência indiana é residual e veio através da civilização e da grande população chinesa. Champa. Este era um reino hinduísta que ocupava a parte centro-sul do atual Vietnã, e existiu entre o século VII e 1832, entrando em declínio a partir do século X, por pressão do Dai Viet, senhores do atual Vietnam do Norte. Em 1832, foi anexado pelo imperador vietnamita Minh Mang.

Delimitação[editar | editar código-fonte]

No sentido estrito, a Indochina abrange apenas o território da antiga Indochina Francesa, incluindo:

Em sentido amplo, pode incluir também:

Religião[editar | editar código-fonte]

A principal religião nesses países é o Budismo Theravada ou Hinayana. O Budismo Mahayanaé predominante no Vietnã, enquanto na Malásia e Singapura a população se distribui entre budistas, hinduístas, cristãos e muçulmanos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Países[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Indochina
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.