Inositol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
myo-Inositol
Alerta sobre risco à saúde[1]
Inositol structure.png
Myo-inositol numbering.svg
Nome IUPAC cis-1,2,3,5-trans-4,6
-Cyclohexanehexol
Identificadores
Número CAS 87-89-8
SMILES
Propriedades
Fórmula molecular C6H12O6
Massa molar 180.16 g/mol
Densidade 1.752 g/cm³
Ponto de fusão

225-227 °C

Compostos relacionados
Outros aniões/ânions Hexaclorocicloexano
Compostos relacionados Ácido fítico (fosfato)
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

O inositol (C6H12O6) é uma substância que atua como fator de crescimento de animais e microrganismos, frequentemente utilizada como vitamina do complexo B. Também é chamada de dambose. A Glicose também possui fórmula (C6H12O6).

Inositol (que é encontrado de modo mais abundante na forma de mio-inositol, cis-1,2,3,4-trans-4,6-cicloexanoexol) é um poliálcool cíclico que desempenha um importante papel como base estrutural para mensageiros secundários em células eucarióticas tais como inositol fosfatos (IPn). O Inositol é encontrado em muitos alimentos, de modo especial, em cereais e frutas. O Mio-inositol era considerado uma vitamina pertencente ao complexo B, mas não é mais considerado porque pode ser sintetizado pelo corpo humano.

Função[editar | editar código-fonte]

Inositol é base de inúmeros sinalizadores celulares e mensageiros secundários, estando envolvido em vários processos biológicos, tais como: montagem do citoesqueleto; controle da concentração intracelular do íon Ca2+; manutenção do potencial de membrana das células; modulador da atividade da insulina; quebra das gorduras; redução dos níveis de colesterol no sangue.

Aplicações Clínicas[editar | editar código-fonte]

Doenças Psicológicas: Pacientes acometidos de depressão geralmente apresentam redução dos níveis de inositol no líquido cefalorraquidiano (cerebrospinal). Alguns resultados preliminares de estudos com suplementos de inositol revelam promissores avanços para pessoas que sofrem de distúrbios tais como bulimia, síndrome do pânico, transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) e transtornos bipolares.

Referências

  1. Merck Index, 11th Edition, 4883.
Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.