Instituição ramacrisna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Ramacrisna é uma instituição social organizada pelo Prof. Arlindo Corrêa influenciado principalmente em Sri Ramakishna. Fundada em Betim (Minas Gerais) em 1959, sendo uma organização sem fins lucrativos tem como objetivo promover o crescimento do ser humano através da educação, profissionalização e apoio social, atuando junto à famílias de baixa renda; para que através do resgate da cidadania e da auto-estima, tornem-se auto-suficientes.

A seriedade da atuação da Ramacrisna[1] levou-a a ser qualificada, como Organização da Sociedade Civil de Interesse Publico do Estado de Minas Gerais (OSCIP), com publicação do Diário Oficial do dia 19 de julho de 2005. As OSCIPs são o reconhecimento oficial e legal mais próximo do que modernamente se entende por Organizações Não-Governamentais e é atribuída a instituições que são marcadas por uma extrema transparência administrativa.

A ONG Ramacrisna atende, atualmente, 577 crianças e adolescentes de cinco escolas públicas de Betim com apoio e acompanhamento escolar. Ao longo do ano, mais 3 mil pessoas são atendidas em cursos profissionalizantes, oficina de arte e cultura, encontros da terceira idade, entre outros. A Ramacrisna possui grandes instituições parceiras que cada vez mais ajudam no seu grande crescimento de cada dia[2] .

Com o propósito de gerar recursos para seus projetos sociais, a Ramacrisna conta com a fábrica de Telas Ramacrisna[3] . O capital adquirido com a manutenção da empresa Telas Ramacrisna permite que a instituição expanda seus projetos sociais, além de dar emprego temporário a aprendizes em condição de risco social, treinando os mesmos profissionalmente e permitindo que saiam de sua situação de risco.


Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. http://www.ramacrisna.org.br
  2. http://agregario.com/banco-do-brasil-fecha-convenio-com-ong-ramacrisna
  3. http://www.telasramacrisna.com.br