Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fachada da INCAER.

O Instituto Histórico-Cultural (INCAER) é uma Organização da Força Aérea Brasileira que preserva a memória da Aviação do Brasil e se dedicada à pesquisa e ao registro de fatos relacionadas a ela.

Foi criado em 27 de junho de 1986 com sede no prédio onde funcionou a Estação de Passageiros de Hidroaviões do Aeroporto Santos-Dumont, no Rio de Janeiro. O Museu Aeroespacial está subordinado administrativamente ao INCAER.

A sede do INCAER[editar | editar código-fonte]

A Estação de Passageiros de Hidroaviões foi projetada pelo arquiteto e urbanista Attilio Corrêa Lima, construída às margens da Baía de Guanabara e inaugurada pelo então Presidente Getúlio Vargas em 29 de outubro de 1938.

Com a evolução tecnológica e a obsolescência dos hidroaviões, a estação foi abandonada, caindo em desuso a partir de 1942. Foi cedida pelo então Ministério da Aeronáutica para aproveitamento pelo Clube de Aeronáutica, cuja sede era ao lado. Por sua importância histórica, o edifício foi tombado em 29 de janeiro de 1957, mantendo-se sua forma original até hoje.

Atividades[editar | editar código-fonte]

Em sua sede são realizados periodicamente eventos ligados à Aviação, além de possuir uma Biblioteca especializada em literatura aeronáutica, onde pesquisadores e interessados podem usufruir deste acervo de características tão peculiares.

O INCAER também coordena o Clube do Livro, que proporciona a sociedade o acesso por baixo custo a obras literárias editadas pelo INCAER ou cedidas em consignação pelos autores, divulgando a cultura e a história aeronáutica.

Endereço[editar | editar código-fonte]

Praça Marechal Âncora, 15-A, Centro, Rio de Janeiro.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]