Instituto Industrial e Comercial de Lisboa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Instituto Industrial e Comercial de Lisboa (18691911) foi uma instituição de ensino técnico criada em 1869 por fusão do Instituto Industrial de Lisboa[1] com a Escola de Comércio, resultando no alargamento do ensino técnico à economia e administração (áreas ao tempo designadas por comércio). A instituição funcionou, com múltiplas alterações, até 1911, ano em que foi dividida no Instituto Superior Técnico e no Instituto Superior de Comércio (actual Instituto Superior de Economia e Gestão).

História[editar | editar código-fonte]

O Instituto Industrial e Comercial de Lisboa (IICL) foi herdeiro do antigo Instituto Industrial de Lisboa, criado por Fontes Pereira de Melo em 1852.

Com a integração da Escola de Comércio no Instituto Industrial de Lisboa, este passou a denominar-se Instituto Industrial e Comercial de Lisboa.

O IICL tinha as suas instalações na Rua do Instituto Industrial, freguesia de São Paulo, concelho de Lisboa, coincidindo com a sede actual da Fundação Portuguesa das Comunicações e Museu das Comunicações e espaços adjacentes.[2]

Tal como a Aula de Comércio e a Escola de Comércio, o Instituto Industrial e Comercial de Lisboa proporcionava um curso de nível secundário, que visava formar pessoal para tarefas de natureza técnica nas actividades comerciais. Entretanto, em 1884, a este curso foi acrescentado outro de nível superior e com a mesma natureza técnica, o Curso Superior de Comércio.

Em 1896 os cursos do Instituto Industrial e Comercial de Lisboa foram equiparados aos demais cursos superiores então existentes em Portugal.

Em 1911, o Instituto Industrial e Comercial de Lisboa deu origem a duas escolas superiores (por decreto do Ministério do Fomento [3] ): o Instituto Superior Técnico (Instituto Superior Technico na grafia da época) e o Instituto Superior de Comércio (Instituto Superior de Commercio na grafia da época, actualmente com a designação Instituto Superior de Economia e Gestão). O decreto já estabelecia o regulamento do Instituto Superior Técnico, sendo o regulamento do Instituto Superior de Comércio publicado posteriormente.

Em 1912, em decreto do Ministério do Fomento [4] , é publicado o regulamento do Instituto Superior de Comércio.

Em 1930, ambos foram integrados na Universidade Técnica de Lisboa, aquando da sua criação, juntamente com a Escola Superior de Medicina Veterinária (actual Faculdade de Medicina Veterinária) e o Instituto Superior de Agronomia. No momento da criação da UTL, o Instituto Superior de Comércio apresentava a designação de Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras.

O novo Instituto Industrial de Lisboa[editar | editar código-fonte]

Em decreto de 16 de agosto de 1913[5] , foi criada a Secção Secundária do Extinto Instituto Industrial e Comercial de Lisboa, em funcionamento na Escola Marquês de Pombal, ministrado os cursos secundários industrial e comercial do extinto IICL.

Em 08 de setembro de 1913, por decreto Ministério de Instrução Pública [6] , foi aprovado o regulamento da Secção Secundária do Extinto Instituto Industrial e Comercial de Lisboa.

Em 1914, por decreto do Ministério de Instrução Pública[7] , foi substituida pela Escola de Construções, Indústria e Comércio, direccionada para ministrar cursos de nível secundário semelhantes aos anteriormente existentes no extinto Instituto Industrial e Comercial de Lisboa.

Em 19 de novembro de 1914, por decreto do Ministério de Instrução Pública [8] , foi aprovado o regulamento da ECIC.

Em 1918, com a reorganização do ensino industrial e comercial, aprovado por decreto da Secretaria de Estado do Comércio[9] , segundo o artigo 282º, a ECIC mudaria de nome para o novo Instituto Industrial de Lisboa, a não condundir com o antigo IIL.

Em 1974, por decreto-lei do Ministério da Educação e Cultura [10] , foi convertido no actual Instituto Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL).

Em 1988, por decreto-lei do Ministério da Educação[11] , o ISEL é integrado no Instituto Politécnico de Lisboa [12] .

Notas

  1. Fundado por decreto de 30 de Dezembro de 1852 no âmbito da reforma educativa de Fontes Pereira de Melo.
  2. http://marcasdasciencias.fc.ul.pt/pagina/fichas/objectos/categoria?id=725, consultado em 2011-10-19
  3. Decreto. D.R. n.º 121, Série I de 1911-05-25 Ministério do Fomento - Secretaria-Geral, Dividindo o Instituto Industrial e Commercial de Lisboa em duas escolas autonomas e estabelecendo as bases para a respectiva organização.
  4. [Decreto. D.R. n.º 111, Série I de 1912-05-13] Ministério do Fomento - Secretaria Geral, Organizando o Instituto Superior do Comércio
  5. "Decreto de 16 de agosto de 1913, publicado no Diario do Governo nº196, de 22 de agosto" segundo referenciado no Decreto n.º 121. D.R. n.º 210, Série I de 1913-09-08.
  6. Decreto n.º 121. D.R. n.º 210, Série I de 1913-09-08 Ministério de Instrução Pública - Direcção Geral da Instrução Secundária, Superior e Especial - 1.ª Repartição, Organizando a Secção Secundária do extinto Instituto Industrial e Comercial de Lisboa, e regulando o seu funcionamento
  7. Decreto n.º 954. D.R. n.º 188, Série I de 1914-10-15 Ministério de Instrução Pública - Repartição de Instrução Industrial e Comercial, Aprovando as bases para a organização da Escola de Construções, Indústria e Comércio de Lisboa
  8. Decreto n.º 1069. D.R. n.º 217, Série I de 1914-11-19 Ministério de Instrução Pública - Repartição de Instrução Industrial e Comercial, Aprovando o regulamento da Escola de Construções, Indústria e Comércio.
  9. Decreto n.º 5029. D.R. n.º 263, Série I de 1918-12-05 Secretaria de Estado do Comércio, Inserindo a Organização do ensino industrial e comercial (inclui relatório com a história completa do IIL/IICL/IIL, etc.)
  10. Decreto-Lei n.º 830/74. D.R. n.º 303, 11.º Suplemento, Série I de 1974-12-31 Ministério da Educação e Cultura, Converte os institutos industriais em escolas superiores
  11. Decreto-Lei n.º 389/88. D.R. n.º 247, Série I de 1988-10-25 Ministério da Educação, Integra os Institutos Superiores de Engenharia de Coimbra, Lisboa e Porto na rede de estabelecimentos de ensino superior politécnico
  12. Site do ISEL - Historial, consultado em 2011-10-19

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]