Instituto Internacional da Língua Portuguesa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP) tem uma história que começa, oficialmente, em 1989, quando os países de expressão portuguesa se reúnem, em São Luís do Maranhão, para pensar as bases de uma comunidade de língua portuguesa. Na altura, a ideia de criação de um instituto partiu do então Presidente da República do Brasil, José Sarney.

Contudo, o Instituto só se tornaria realidade mais de 10 anos depois, na VI Reunião Ordinária do Conselho de Ministros da Comunidade dos Países de Língua Oficial Portuguesa (CPLP), que entretanto se havia formado, reunião essa que realizada em São Tomé e Príncipe. Na reunião, foram traçadas orientações para a implementação desse organismo promotor da língua portuguesa.

Esta decisão levou à aprovação dos estatutos do IILP, com a escolha do país que acolheria a sua sede, neste caso a República de Cabo Verde, e a convocação da sua primeira Assembleia-Geral. Esta viria a ser realizada em abril de 2002, com Cabo Verde a ser escolhido para gerir os primeiros anos da existência do Instituto.

Somente em 2010 o IILP passou a contar com orientações dos chefes de Estado para uma política multilateral da língua, expressas no Plano de Ação de Brasília para a promoção, difusão e projeção da língua portuguesa, documento produzido na I. Conferência Internacional sobre o Futuro do Português no Sistema Mundial, realizada na capital brasileira em março de 2010.

O IILP tem como objetivos fundamentais “a promoção, a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais”.

Na gestão 2010-2012 o IILP concentrou-se no desenvolvimento das bases para a realização do Plano de Ação de Brasília para a Promoção, a Difusão e a Projeção da Língua Portuguesa, documento oriundo da I. Conferência Internacional sobre o Futuro do Português no Sistema Mundial, realizada na capital brasileira em março e abril de 2010.

Na gestão 2012-2014 o Instituto concentra-se na elaboração do VOC - Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa, instrumento previsto no Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990 e na elaboração do Portal do Professor de Português como Língua Estrangeira, que oferecerá materiais e recursos didáticos para docentes da língua em todo o mundo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]