Instituto de Identificação Pedro Mello

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Instituto de Identificação Pedro Mello

SAC de Lauro de Freitas emite nova carteira de identidade digitalizada.jpg
Área do IIPM em unidade de Lauro de Freitas do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC).
Organização
Localização
Sede Salvador
Histórico
Criação 1910 (104 anos)

O Instituto de Identificação Pedro Mello (IIPM) é um órgão estadual da administração direta vincunlado à Secretaria da Segurança Pública do Estado da Bahia por meio do Departamento de Polícia Técnica.[1] [2] Está sediado na Avenida Centenário, nos Barris, em Salvador, Bahia.[3] Foi criado por lei estadual em 1910 e seu nome é homenagem a Pedro Augusto de Mello, pioneiro na identificação na Bahia.[4]

São realizados no IIPM os serviços de identificação civil[5] [6] , criminal[7] , necropapiloscópica e neonatal.

O IIPM produz anualmente cerca de 1 milhão de documentos de identidades em todo o Estado, além da identificação criminal, agora totalmente digitalizada e ligada ao AFIS Nacional Criminal do Departamento de Polícia Federal[8] .

Fazem parte do IIPM as coordenações de:

  • Identificação da Capital
    • Coordenação de Processamento de Identificação Civil da Capital
    • Coordenação de Identificação Criminal
    • Coordenação de Fiscalização e Controle dos Postos de Identificação da Capital
    • Coordenação de Identificações Especiais
  • Identificação do Interior
    • Coordenação de Processamento de Identificação Civil do Interior
    • Coordenação de Fiscalização e Controle dos Postos de Identificação do Interior
  • Gerenciamento dos Postos de Identificação da Capital e do Interior
    • Coordenação de Documentação Onomástica - Datiloscópica
    • Coordenação de Arquivo Datiloscópico
    • Coordenação de Arquivo Onomástico
    • Coordenação de Pesquisa Datiloscópica
    • Coordenação de Classificação Datiloscópica
    • Coordenação de Processamento de Dados

Os profissionais que trabalham nesse instituto são especializados em papiloscopia e são denominados, na Bahia, Peritos Técnicos. Em outros Estados esses profissionais denominam-se papiloscopistas. Independentemente da nomenclatura, esses profissionais realizam um trabalho muito importante, pois através deles muitos crimes são solucionados e identificados seus autores através dos diversos laudos papiloscópicos produzidos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Bahia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.