Instituto do Câncer de São Paulo Octavio Frias de Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hospital
Instituto do Câncer de São Paulo
Fachada do Instituto do Câncer
Nome completo Instituto do Câncer de São Paulo Octavio Frias de Oliveira
Localização São Paulo,  Brasil
Fundação 6 de maio de 2008
Universidade afiliada Universidade de São Paulo
Leitos 580
Especialidades Câncer
Site www.icesp.org.br
editar

Instituto do Câncer de São Paulo Octavio Frias de Oliveira, inaugurado em 6 de maio de 2008, na cidade de São Paulo.[1] na avenida Doutor Arnaldo, número 251, no bairro Cerqueira César, zona oeste do município.[2]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Instituto do Câncer de São Paulo.

É um dos maiores hospitais especializado em tratamento de câncer da América Latina.  Com 112 metros de altura, foi construído em uma área aproximada de 84.000 m² na Avenida Doutor Arnaldo, próximo à Avenida Paulista. O Instituto é um órgão do Governo do Estado de S. Paulo, em parceria com a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo,[3] localizado no complexo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.[4] Conta com 499 leitos, sendo 85 de UTI, distribuídos entre 23 pavimentos,[5] dentre os 29 do prédio.[6] Por mês, são realizadas mais de 25 mil consultas médicas, 250 mil exames, 7 mil sessões de radioterapia e 4,5 mil sessões de quimioterapia, além de 600 cirurgias oncológicas. No total, são mais de 50 mil atendimentos mensais.

O Icesp conta com o maior parque radioterápico do país. Tem equipamentos de ponta como aceleradores lineares para radioterapia, equipamento de braquiterapia e tomógrafo para simulação de procedimentos.

O Centro de Investigação Translacional em Oncologia (CTO), que é uma espécie de superlaboratório, funciona com vinte grupos atuantes em pesquisa básica e aplicada em oncologia. No Núcleo de Pesquisa são investigados novos medicamentos e formas de tratamento. A pesquisa é feita no ambiente do hospital, o pesquisador trabalha junto com o médico que atende ao paciente.

Além do atendimento médico, os profissionais do Icesp desenvolvem atividades deensino e pesquisa de acordo com o modelo de ensino médico introduzido pela Faculdade de Medicina da USP no país. O objetivo é transformar o Instituto em um centro de pesquisa de referência em nível internacional na área do câncer, inclusive no estudo de novos fármacos e tratamentos inovadores para a doença

Este é o primeiro hospital público 100 % digital. O prontuário eletrônico e o processo de certificação digital aumentam os níveis de segurança, racionalizando o trabalho e reduzindo custos com papel e impressões.

Custos[editar | editar código-fonte]

Foram investidos na construção e compra de equipamentos, cerca de 270 milhões de reais, sendo o custo anual estimado em 190 milhões.[3]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um hospital ou uma instituição de saúde é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.