Insuficiência adrenal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Insuficiência adrenal ou insuficiência suprarrenal é uma síndrome endócrina devida a um déficit de produção, pelas glândulas suprarrenais, de certos hormônios, a saber:

Insuficiência adrenal primária crônica[editar | editar código-fonte]

A insuficiência adrenal primária crônica (por destruição lenta das glândulas suprarrenais) tem o nome de doença de Addison.

A secreção dos três tipos de hormônios se reduz. O déficit de cortisol aumenta a retroinibição do estágio hipotálamo-hipofisário. Assim, a proopiomelanocortina (POMC), polipeptídeo precursor do ACTH) é secretada em maior quantidade, o que provoca melanodermia (aumento significativo de melanina na pele, com o decorrente escurecimento da pele, em determinadas áreas),v em razão da secreção aumentada de melanocortina, proveniente da POMC.

Insuficiência secundária de cortisol[editar | editar código-fonte]

A queda da atividade do eixo hipotalamo-hipofisário pode provocar um déficit de ACTH e, portanto, uma insuficiência secundária da produção de cortisol. Nesse caso, a glândula suprarrenal é normal, e a produção de aldosterona não é afetada (pois ela não depende da hipófise, mas do sistema renina-angiotensina).

Pode-se também observar uma insuficiência secundária na produção de cortisol em razão da ingesta prolongada de corticoides. Para a produção eficiente de cortisol é preciso que haja secreção de ACTH. Tumores de hipófise, a cirugias hipofisárias e a radioterapia cerebral, assim como a ingesta crônica de fármacos contendo corticoides (em comprimidos, gotas, cremes ou soluções por via nasal), bem como a suspensão abrupta dessa medicação, podem produzir deficiência de ACTH e, portanto, insuficiência suprarrenal secundária.[1]

Sintomas[editar | editar código-fonte]

Os sintomas são ligados ao déficit de cortisol e aldosterona, provocando fuga de água e sal pelos rins, e incluem notadamente:

Na fase aguda da doença, um rígido controle clínico (pulso, pressão arterial, estado da hidratação, temperatura, diurese, consciência) e paraclínico (alterações do ionograma sanguíneo e urinário, induzidas pelo déficit de aldosterona; glicemia) é imperativo.

Referências

Portal A Wikipédia possui o portal: