Insurgência em Jammu e Caxemira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Insurgência em Jammu e Caxemira
Parte da(o) Conflito na Caxemira
Kashmir map big.jpg
Caxemira : Mostrado em verde é a região da Caxemira sob controle paquistanês. A região de marrom-escuro representa o Estado de Jammu e Caxemira controlado pela Índia, enquanto o Aksai Chin sob controle chinês.
Data 1989-presente
Local Jammu e Caxemira
Desfecho Conflito em curso, em grande parte subsidiado
Combatentes
Flag of India.svg India Kashmir independent.svg Frente de Libertação de Jammu Caxemira

Flag of Jihad.svg Harkat-ul-Jihad al-Islami
Flag of Jihad.svg Lashkar-e-Taiba
Jaishi-e-Mohammed.svg Jaish-e-Mohammed
Flag of Jihad.svg Hizbul Mujahideen
Flag of Harkat-ul-Mujahideen.svg Harkat-ul-Mujahideen
Flag of Jihad.svg Al-Badr

Principais líderes
Flag of Indian Army.svg Deepak Kapoor

Flag of Indian Army.svg Lt Gen P C Bhardwaj
Ensign of the Indian Air Force.svg Pradeep Vasant Naik

Kashmir independent.svg Amanullah Khan

Flag of Jihad.svg Hafiz Muhammad Saeed
Jaishi-e-Mohammed.svg Maulana Masood Azhar
Flag of Jihad.svg Sayeed Salahudeen
Flag of Harkat-ul-Mujahideen.svg Fazlur Rehman Khalil
Flag of Harkat-ul-Mujahideen.svg Farooq Kashmiri
Flag of Jihad.svg Arfeen Bhai(until 1998)
Flag of Jihad.svg Bakht Zameen

A Insurgência na Caxemira é um conflito ocorrente numa região disputada entre Índia e Paquistão de caráter complexo. Tanto pelo lado administrado pela Índia, o disputado território de Jammu e Caxemira, e a Caxemira administrada pelo Paquistão.

A Caxemira tem sido alvo de uma campanha de militância por todos os lados do conflito. Milhares de vidas foram perdidas desde 1989 devido à insurgência que se intensificou desde 1989, uma revolta armada generalizada na Caxemira começou após eleições fraudulentas de 1987. [2], [3]

O Inter-Services Intelligence do Paquistão foi acusado pela Índia de apoiar e treinar os mujahideen [1] [2] , para combater em Jammu e Caxemira. [3] [4] Embora, Grupos Internacionais de Direitos Humanos acusam o exército indiano de cometer graves violações dos direitos humanos no Estado de Jammu e Caxemira [5]

De acordo com dados oficiais divulgados sobre Jammu e Caxemira (controlado pela Índia), houve 3.400 casos de desaparecimento e a insurgência deixou mais de 47.000 pessoas mortas até julho de 2009. No entanto, o número de mortes relacionadas com a insurgência no estado caíram de forma acentuada desde o início de um lento processo de paz entre a Índia e o Paquistão.[6]

Referências