Inteligência em aves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Os psitacídeos, como este exemplar de Aratinga solstitialis, costumam ser bem sucedidos em diversos testes cognitivos realizados em laboratórios. Contudo, dentre as aves, o exemplo mais notório é o do papagaio Alex.

Os estudos da inteligência em aves têm demonstrado que tais animais são dotados de um aparato cognitivo capaz de lhes propiciar diversas ações que podem ser compreendidas como sinais de inteligência, como por exemplo a capacidade de planejar o futuro.[1]

Veja Também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências