InuYasha: Tenka Hadou no Ken

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
InuYasha: Tenka Hadou no Ken
Pôster original do filme.
 Japão
2003 • cor • 100 min 
Direção Toshiya Shinohara
Produção Michihiko Suwa
Masuo Ueda
Mikihiro Iwata
Roteiro Katsuyuki Sumisawa
Elenco Kappei Yamaguchi
Idioma Japonês
Música Kaoru Wada
Cinematografia Hirofumi Yagi
Yūdai Takahashi
Edição Shigeyuki Yamamori
Estúdio Sunrise
Distribuição Toho
Lançamento 20 de dezembro de 2003
Receita US$ 6.654.841[1]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

InuYasha: Tenka Hadou no Ken (映画犬夜叉 天下覇道の剣, Eiga Inuyasha: Tenka Hadō no Ken?) é o terceiro filme da série InuYasha. Foi lançado no Japão em 20 de dezembro de 2003.[2] [3]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Duzentos anos antes da história original, o pai de InuYasha e Sesshoumaru morre ao salvar Izayoi (mãe de Inuyasha) das garras de Setsuna no Takemaru. Resta então a Myouga, Toutousai e Saya que realizem o desejo do líder dos cães em relação ao destino a ser dado a suas espadas. Tessaiga foi enterrada junto ao mestre; ficou como herança de Inuyasha, que a receberia ao ter idade suficiente para manejá-la. Tenseiga foi herdada pelo filho mais velho, Sesshoumaru. Porém, a mais perigosa das espadas, So´ounga, não tinha destino certo. Os três youkais cogitaram entregá-la a Sesshoumaru, mas não o fizeram porque tinham medo dele. A solução encontrada foi lacrar a espada com os poderes de Saya.

A espada Soounga reaparece somente nos dias atuais, no templo dos Higurashi. Ao sentir a presença de InuYasha, Soounga desperta de seu sono, possui InuYasha e volta à era feudal. Lá, ela ressuscita Takemaru e o possui como havia feito com InuYasha. O objetivo da espada e de Takemaru é se vingar do líder dos cães; como ele já está morto, querem matar seus dois filhos.

Para poder derrotar So´ounga, Inuyasha e Sessoumaru foram forçados a lutar juntos, pois apenas o poder combinado da Tessaiga e da Tenseiga era capaz de derrotá-la.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Rebecca Bundy do Anime News Network elogiou o filme por ele acrescentar coisas novas a série, como a revelação da história do pai de InuYasha e Sesshoumaru, dizendo que esse filme foi melhor que os anteriores por conta disso; ela acrescentou que um filme que se baseia totalmente no anime é apenas "um episódios mais comprido" do que o habitual.[2] Escrevendo para o T.H.E.M. Anime Reviews, Stig Høgset deu uma opinião contrária, afirmando que os dois primeiros filmes, e inclusive o quarto, pareciam um pouco melhor do que esse. Høgset disse que Tenka Hadou no Ken teria sido bom para a série de televisão, mas que como filme é "abaixo da média".[4] O filme foi definido como um "pouco mais do que fan service para os amantes de Sesshomaru" por Luis Cruz do Mania Entertainment.[5]

Referências

  1. 2003 Japan Yearly Box Office Results (em inglês) Box Office Mojo. Página visitada em 1 de maio de 2013.
  2. a b Bundy, Rebecca (16 de setembro de 2005). InuYasha the Movie 3: Swords of an Honorable Ruler Anime News Network. Página visitada em 1 de maio d 2013.
  3. 映画犬夜叉 天下覇道の剣 Sunrise. Página visitada em 1 de maio de 2013.
  4. Høgset, Stig. Inuyasha Movie 3: Swords of an Honorable Ruler T.H.E.M. Anime Reviews. Página visitada em 1 de maio de 2013.
  5. Cruz, Luis (19 de setembro de 2005). Inu Yasha Movie #3: Swords of an Honorable Ruler Mania Entertainment. Página visitada em 1 de maio de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]