Invading My Mind

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Invading My Mind"
Canção de Jennifer Lopez
do álbum Love?
Gravação Cove Studios
(Nova Iorque);
Henson Recording Studios
(Los Angeles, Califórnia)
Género(s) Electropop
Duração 3:20
Editora(s) Island
Composição RedOne, AJ Junior, BeatGeek, Teddy Sky, Bilal "The Chef", Jimmy Joker
Produção RedOne, Jennifer Lopez, Lady Gaga, BeatGeek, Jimmy Joker
Faixas de Love?
Último
Último
"One Love"
(8)
"Villain"
(10)
Próximo
Próximo

"Invading My Mind" é uma canção da cantora norte-americana Jennifer Lopez, gravada para o seu sétimo álbum de estúdio Love?. Foi escrita por RedOne, AJ Junior, BeatGeek, Teddy Sky, Bilal "The Chef" e Jimmy Joker, sendo que a produção ficou a cargo de RedOne, Lopez, Lady Gaga, Geek e Joker. A sua gravação decorreu nos estúdios Cove em Nova Iorque e Henson Recording Studios, em Los Angeles, na Califórnia. Embora não tenha recebido qualquer tipo de lançamento em destaque, devido às vendas digitais após a edição do trabalho de originais, conseguiu entrar e alcançar a décima posição na tabela musical da Coreia do Sul, South Korea Gaon International Chart.

A canção deriva de origens estilísticas electropop, sendo que o seu arranjo musical consiste no uso de vocais, sintetizadores e guitarra. Liricamente, segundo a própria cantora, o tema fala sobre ser atacado pela sensação de ser envolvido mentalmente pelo sentimento. "Invading My Mind" recebeu análises positivas por parte dos profissionais, em que alguns consideraram-na semelhante a "Beautiful Life" da banda sueca Ace of Base e aos trabalhos da australiana Kylie Minogue. Os analistas também compararam a faixa a "On the Floor" da própria Jennifer, contudo, sublinharam uma "sensação mais groove".

Estilo musical e letra[editar | editar código-fonte]

"Invading My Mind" (2011)
Demonstração de 28 segundos de "Invading My Mind", que incorpora elementos estilísticos de electropop.

Problemas para escutar este arquivo? Veja introdução à mídia.

"Invading My Mind" é uma canção que deriva do género musical electropop,[1] com uma duração de três minutos e vinte segundos (3:20).[2] Foi escrita por RedOne, AJ Junior, BeatGeek, Teddy Sky, Bilal "The Chef" e Jimmy Joker, sendo que a produção ficou a cargo de RedOne, Lopez, Lady Gaga, Geek e Joker.[3] Kuk Harrell gravou, produziu e editou os vocais de Lopez nos estúdios Cove em Nova Iorque e Henson Recording Studios, em Los Angeles, na Califórnia, com ajuda adicional na edição por Chris "Tek" O'Ryan.[3] Trevor Muzzy foi o responsável pela mistura da faixa, além da engenharia, programação e instrumentos em conjunto com RedOne, BeatGeek e Joker.[3]

Melinda Newman do portal HitFix descreveu o tema como um "número robótico de dança, acelerado e tingido de eurodance",[4] enquanto que Swagata Panjari do Radio and Music chamou-o de "estrondo de discoteca" com "batidas de muita energia".[5] Musicalmente, contém um quase "ritmo duplicado" de "On the Floor", mas com arranjos electro mais concentrados e pausas "que proporcionam uma sensação mais groove".[6] A música recebeu comparações a "Beautiful Life" de 1995 pela banda sueca Ace of Base e ao repertório da cantora australiana Kylie Minogue.[4] Liricamente, segundo a própria cantora, o tema fala sobre ser atacado pela sensação de ser envolvido mentalmente pelo sentimento.[1]

Enquanto trabalhava com o marroquino RedOne, Lopez afirmou que este "trouxe ao de cima o seu melhor", algo que a cantora acredita que se deve à herança marroquina, sueca e americana do produtor. "Ele é incrível. É uma das pessoas mais agradáveis ​​e tem um espírito lindo. Consegue criar algo que o mundo inteiro vai adorar e que tem provavelmente a ver com sua experiência internacional. Algumas pessoas podem produzir dance, os outros algo mais urbano ou pop, mas Nadir faz tudo isso e entende de que é feito um sucesso [musical] a todos os níveis", confidenciou Jennifer.[7]

Recepção pela crítica[editar | editar código-fonte]

Kylie Minogue em Cannes.
Lady Gaga ao vivo na Antuérpia durante a The Born This Way Ball.
Os membros da crítica consideraram que a canção tinha semelhanças com os trabalhos de Kylie Minogue (esquerda) e da também produtora da faixa Lady Gaga (direita).

Após o seu lançamento, a faixa obteve uma recepção geralmente positiva por parte dos média especializados. Monica Herrera da revista Billboard considerou que RedOne e Gaga trazem o "potencial do sucesso", enquanto que Lopez "traz o calor", concluindo que era "uma libertação irresistível da euforia dos anos 80".[8] Tim Stack da Entertainment Weekly atribuiu a classificação de B+ à melodia, notando o seguinte: "Lembram-se de quando o pensamento de Jennifer Lopez em lançar boa música era tão provável quanto uma sequência de Angel Eyes? Bem, mal o nosso. A jurada de American Idol subiu nas tabelas [musicais] com o cântico de Ibiza 'On the Floor'. Agora uniu-se com o amigo de Gaga, RedOne, para este apropriadamente chamado pedaço de prazer pop: Assim que o estrondo de discoteca atinge os seus ouvidos, a bem ou a mal, não irá ser capaz de tirá-lo da sua cabeça".[9] Tanner Stransky, editor da mesma publicação que Stack, fez igualmente uma critica positiva em relação à obra, argumentando que entre "On the Floor" e "Invading My Mind", Jennifer "fez realmente um retorno brilhante às suas raízes extremas de discoteca/'Waiting for Tonight'". Stransky afirmou ainda que a sonoridade "pode ser mais rasa do que uma piscina infantil, mas sobe a partir do primeiro segundo... e nunca diminui".[10]

Robert Copsey do sítio Digital Spy, que apesar de afirmar que a música não é nada "que não tenha ouvido antes", era digna de um lançamento independente.[11] Shane Phoenix do Hot Spots discordou de Copsey, afirmando que "a letra é um pouco repetitiva para ser um single de destaque", mas pode, contudo, ser um "grande seguidor a 'On the Floor', se quiser ouvir e tornar a ouvir e a continuar a dançar".[6] Um membro da equipa do portal Idolator escreveu o seguinte: "Num universo paralelo, podemos definitivamente ouvir Gaga a cantar 'Invading My Mind', embora tenha mais em comum com faixas iniciais de Fame do que qualquer coisa que a p-p-p-provocadora tenha feito ultimamente". O analista também afirmou que os versos da obra "lembra-nos uma enorme quantidade do sucesso actual de Lopez produzido por RedOne 'On the Floor'".[12] Sal Cinquemani da Slant Magazine considerou que a cantora "brilha em Love?" e que coloca o relógio nas, e acima, das 120 batidas por minuto, com excepção de "Invading My Mind", que considerou ser algo descartável.[13] Cinquemani, ironicamente, denominou a letra de "poesia", referindo-se à frase: "frio gelado, vapor quente, gotas, gotas de suor".[13]

Acusações de plágio[editar | editar código-fonte]

Em Agosto de 2011, Rebecca Francescatti, uma cantora nascida em Chicago, entrou com uma acção judicial contra Lady Gaga alegando que elementos da sua obra de 1999 "Juda" tinham sido plagiados no single da norte-americana, "Judas".[14] O advogado de Francescatti afirmou o seguinte ao TMZ: "Mesmo que o estilo das músicas seja diferente, a composição, o coro e a melodia são os mesmos. [Francescatti] está a procurar o reconhecimento pelo que criou". Rebecca notou que as semelhanças entre os dois temas poderiam provir do facto de que o seu ex-baixista e engenheiro, Brian Gaynor, estava agora a trabalhar para a empresa responsável pela elaboração de alguns registos do segundo álbum de estúdio de Gaga, Born This Way.[15]

O representante legal de Francescatti alegou em Dezembro de 2012 que Gaga usou uma amostra sem licença adicional em "Judas" e, em seguida, incorporou-a igualmente em "Invading My Mind".[16] Foi argumentado que a norte-americana pediu a Lopez para a creditar na sua melodia para "encobrir os seus rastos", sendo que o defensor de Rebecca argumentou que a acusada não contribuiu para a canção. O processo legal provou a existência de mensagens de texto entre Gaga e RedOne que constatavam o uso de amostras do gancho usadas sem licença tanto em "Judas" como em "Invading My Mind".[17]

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Após o lançamento do disco, a faixa conseguiu entrar e alcançar a décima posição na tabela musical da Coreia do Sul, South Korea Gaon International Chart.[18]

Posições[editar | editar código-fonte]

Tabela musical (2011) Melhor
posição
 Coreia do Sul - Gaon International Chart[18] 10

Créditos[editar | editar código-fonte]

Todo o processo de elaboração da canção atribui os seguintes créditos pessoais:[3]

  • Jennifer Lopez – vocalista principal, produção;
  • RedOne - composição, produção, arranjo vocal, gravação, engenharia, instrumentos, programação;
  • AJ Junior - composição;
  • BeatGeek - composição, produção, instrumentos, programação;
  • Teddy Sky - composição, vocais de apoio;
  • Bilal "The Chef" - composição;
  • Jimmy Joker - composição, produção, instrumentos, programação;
  • Lady Gaga - produção;
  • Kuk Harrell – produção, gravação e edição vocal;
  • Josh Gudwin – gravação vocal;
  • Jim Annunziato – gravação vocal;
  • Chris "Tek" O'Ryan – edição vocal, gravação, engenharia;
  • Trevor Muzzy – gravação, engenharia, mistura.

Referências

  1. a b Jennifer Lopez, ‘Love?’ – Album Review (em inglês). Popcrush (29 de Abril de 2011). Página visitada em 17 de Abril de 2013.
  2. Love? (Deluxe Edition) by Jennifer Lopez (em inglês). iTunes Store. Página visitada em 17 de Abril de 2013.
  3. a b c d (2011) Créditos do álbum Love? por Jennifer Lopez, pg. 7. The Island Def Jam Music Group.
  4. a b Melinda Newman (18 de Março de 2011). Listen: Jennifer Lopez leaked track, Invading My Mind (em inglês). HitFix. Página visitada em 17 de Abril de 2013.
  5. Jennifer Lopez Love? | Reviews-Non Film Music Reviews (em inglês). Radio and Music (1 de Junho de 2011). Página visitada em 17 de Abril de 2013.
  6. a b Shane Phoenix (12 de Maio de 2011). Jennifer Lopez's LOVE review (em inglês). Hot Spots. Página visitada em 17 de Abril de 2013.
  7. Jennifer Lopez | Jennifer Lopez Praises Redone (em inglês). Contactmusic (13 de Abril de 2011). Página visitada em 17 de Abril de 2013.
  8. Monica Herrera (14 de Setembro de 2009). Jennifer Lopez 'Love?': Track-by-Track Review (em inglês). Billboard. Página visitada em 17 de Abril de 2013.
  9. Tim Stack (25 de Março de 2011). Jennifer Lopez and Rihanna: new singles! (em inglês). Entertainment Weekly. Página visitada em 17 de Abril de 2013.
  10. Kristen Baldwin (17 de Março de 2011). Jennifer Lopez's latest dance track 'Invading My Mind' leaks: Listen here (em inglês). Entertainment Weekly. Página visitada em 17 de Abril de 2013.
  11. Robert Copsey (4 de Maio de 2011). Jennifer Lopez: 'Love?' – Music Album Review (em inglês). Digital Spy. Página visitada em 17 de Abril de 2013.
  12. Lady Gaga And RedOne Sneak Into Jennifer Lopez’s Brain To Craft "Invading My Mind" (em inglês). Idolator (19 de Março de 2011). Página visitada em 17 de Abril de 2013.
  13. a b Sal Cingquemani (19 de Abril de 2011). Jennifer Lopez: Love? (em inglês). Slant Magazine. Página visitada em 17 de Abril de 2013.
  14. Melissa Cronin (18 de Janeiro de 2013). Exclusive: Lady Gaga plagiarism trial hits Manhattan (em inglês). New York Post. Página visitada em 17 de Abril de 2013.
  15. Tom Ayres (6 de Agosto de 2011). Lady GaGa sued over 'Judas' plagiarism claims (em inglês). Digital Spy. Página visitada em 17 de Abril de 2013.
  16. EntertainmentWise (17 de Janeiro de 2013). Jennifer Lopez Dragged Into Lady Gaga's 'Judas' Plagiarism Lawsuit (em inglês). Yahoo! omg!. Página visitada em 17 de Abril de 2013.
  17. Colin Daniels (17 de Janeiro de 2013). Jennifer Lopez dragged into Lady GaGa 'Judas' plagiarism lawsuit (em inglês). Digital Spy. Página visitada em 17 de Abril de 2013.
  18. a b <Jennifer Lopez> 에 대한 검색결과 입니다. (em coreano). Gaon Chart. Página visitada em 16 de Abril de 2013.