Invisible Touch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Invisible Touch
Álbum de estúdio de Genesis
Lançamento 9 de Junho de 1986
Gravação Outubro de 1985 - Março de 1986
Gênero(s) Pop rock
Duração 45 min 42 seg
Gravadora(s) Atlantic Records
Produção Genesis, Hugh Padgham
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Genesis
Último
Último
genesis
(1983)
We Can't Dance
(1991)
Próximo
Próximo

Invisible Touch é o décimo terceiro álbum de estúdio da banda britânica de rock Genesis, lançado em 1986.

O álbum foi direcionado para novos e antigos fãs da banda, com canções acessíveis como "Land of Confusion", e faixas mais longas como "Tonight, Tonight, Tonight" e "Domino" para fãs da época progressiva do Genesis durante a década de 1970. As letras presentes são uma das raras tentativas da banda em comentar assuntos políticos e sociais, com "Domino" evocando um cenário de guerra nuclear e "Land of Confusion" comentando satiricamente sobre a era Reagan/Thatcher/Gorbachev.

Seguindo o auge do sucesso comercial da banda, Invisible Touch atingiu a primeira posição das paradas britânicas e a terceira posição nos Estados Unidos, onde teve platina sêxtupla. O álbum foi suportado pela turnê Invisible Touch Tour de 1986-1987, cujo concerto no estádio de Wembley foi lançado em 1988 com o nome Live at Wembley Stadium.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as composições por Tony Banks/Phil Collins/Mike Rutherford.

  1. "Invisible Touch" (letra: Phil Collins) - 3:27
  2. "Tonight, Tonight, Tonight" (letra: Phil Collins) - 9:50
  3. "Land of Confusion" (letra: Mike Rutherford) - 4:45
  4. "In Too Deep" (letra: Phil Collins) - 4:58
  5. "Anything She Does" (letra: Tony Banks) - 4:07
  6. "Domino" - 10:42
    • Parte um - "In The Glow Of The Night" (letra: Tony Banks)
    • Parte dois - "The Last Domino" (letra: Tony Banks)
  7. "Throwing It All Away" (letra: Mike Rutherford) - 3:49
  8. "The Brazilian" (instrumental: Tony Banks) - 4:49

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Genesis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.