Ipirá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Ipirá
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 20 de abril
Fundação 1855
Gentílico ipiraense
Prefeito(a) Ademildo Almeida(2013 - 2017)
(2013–2016)
Localização
Localização de Ipirá
Localização de Ipirá na Bahia
Ipirá está localizado em: Brasil
Ipirá
Localização de Ipirá no Brasil
12° 09' 28" S 39° 44' 13" O12° 09' 28" S 39° 44' 13" O
Unidade federativa  Bahia
Mesorregião Centro Norte Baiano IBGE/2008[1]
Microrregião Feira de Santana IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Serra Preta, Ipecaetá, Rafael Jambeiro, Riachão do Jacuípe, Pé de Serra, Capela do Alto Alegre, Pintadas, Baixa Grande, Macajuba, Ruy Barbosa, Itaberaba e Iaçu.
Distância até a capital 202 km
Características geográficas
Área 3 060,263 km² [2]
População 62 253 hab. IBGE/2013[3]
Densidade 20,34 hab./km²
Clima Semi-Árido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,549 baixo PNUD/2010[4]
Gini 0,52 PNUD/2010[5]
PIB R$ 245,888 mil IBGE/2009[6]
PIB per capita R$ 3,953 37 IBGE/2009[6]
Página oficial
IBrasão.jpg
Bahia Municip Ipira.svg

Ipirá é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada em 2013 é de 62 253 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

De acordo com o livro "A Saga do Camisão Rumo a Ipirá", de Dilemar Costa, o primeiro rancheiro da atual Ipirá foi o português Valério Pereira de Azevedo, que recebeu as terras do Rei de Portugal, em meados do século 17. Conhecido como o "Homem do Camisão", por trajar camisolões semelhantes a chambres, de algodão rústico, derivou de suas roupas o topônimo “Camisão” para o rancho, que se tornaria depois "Fazenda" e em seguida, "Povoado do Camisão".

A história registra frequentes embates entre índios e colonizadores, desde Tapuias e Tupis originalmente residentes até índios Paiaiás, estes, relacionados a quilombolas fugitivos da zona canavieira. Eram exterminados a mando dos governadores do Estado, por 'sertanistas'(ou jagunços)pagos por ocasião de invasões e confrontos dos índios pela posse da Fazenda Camisão.

Em 1753 foi instituída a ‘Freguesia de Sant’Ana do Camisão’, constituída também pelas localidades Nsª. Srª. Rosário do Orobó e a de Nsª. Srª. Das Dores do Monte Alegre. No século seguinte, em 1855, pela Resolução Provincial n° 520, de 20 de abril de 1855, com o topônimo de Santana do Camisão, em homenagem a sua antiga referência, passando à categoria de Vila, por congregar mais outras freguesias como as de Baixa Grande, Mundo Novo, Gavião e Serra Preta. Nessa ocasião foi desmembrada da Comarca de Feira de Santana e integrada à de Cachoeira, perdendo também algumas das suas localidades associadas que foram emancipadas à condição de Freguesia, como Serra Preta, Nsª. Srª. Rosário do Orobó e Monte Alegre.

Ipirá foi “Povoado do Camisão”, "Freguesia de Sant’Ana do Camisão", "Vila de Sant'Ana do Camisão" até 20 de julho de 1931 - pelo Decreto n° 7.521, de 20 de julho de 1931, passando a chamar-se Ipirá, nome de origem indígena cujo significado é "Y" (rio) e "Pira" (peixe) - "Rio de Peixe", em referência ao rio piscoso que corta o município.

“A ocupação de Ipirá começou no mesmo contexto dos demais municípios situados próximos ao Rio Paraguaçu, pois o mesmo era a principal fonte de ligação entre o recôncavo, a capital e o interior do Estado” _ Aspectos Históricos e Geográficos de Ipirá , Secretaria Municipal de Ipirá, 2012.


Economia[editar | editar código-fonte]

O município destacou-se, no passado, pela bacia leiteira. Atualmente é conhecido pelos produtos em couro, sediando diversas fábricas que atendem o mercado brasileiro e

exportam carteiras, cintos, bolsas. Conta ainda com uma fábrica de calçados que emprega mais de 2.000 pessoas. Atualmente a cidade é mantida preponderantemente pelo comércio varejista.

Clima[editar | editar código-fonte]

Varia de 18 a 36 graus Celsius, com média em 26. Seu clima é semiárido, chuvas de fevereiro a abril e pluviosidade de 754 milímetros[7] .

Filhos Ilustres[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2013 Censo Populacional 2013 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (01 de julho de 2013). Visitado em 30 de setembro de 2013.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 11 de agosto de 2013.
  5. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (2010). Perfil do município de Ipirá - BA Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013. Visitado em 4 de março de 2014.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
  7. Previsão do tempo na Climatempo.com