Iris DeMent

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Iris DeMent
Informação geral
Nascimento 5 de janeiro de 1961 (53 anos)
Origem Paragould, Arkansas
País  Estados Unidos
Gênero(s) Country, Folk music, Alternative Country
Instrumento(s) Vocal, guitarra, piano
Período em atividade 1991-presente
Gravadora(s) Warner Bros., Flariella Records
Página oficial http://www.irisdement.com/

Iris DeMent (5 de Janeiro de 1961) é uma cantora e compositora estadunidense. O estilo musical da cantora caminha entre o country e a Música folclórica.

Vida[editar | editar código-fonte]

DeMent era a filha mais nova de Pat DeMent e sua segunda esposa, Flora Mae. Ela nasceu num lar Pentecostal, mas atualmente se diz agnóstica.[1] DeMent se casou com Elmer McCall em 1991, mas terminou o relacionamento tempos depois. Ela se casou com o cantor e compositor de Folk Greg Brown em 21 de novembro de 2002. Ela nasceu próxima a cidade de Paragould, Arkansas mas cresceu em Cypress, California, local onde ela conheceu e foi influenciada pelo country e pela gospel music.

Carreira[editar | editar código-fonte]

As músicas de DeMent são tipicamente simples, com pequenas historias sobre as dores e alegrias da vida. Seu primeiro disco, Infamous Angel, foi lançado em 1992 e explorava temas como religião, a vida nas cidades pequenas, lamentações de que as coisas boas não duram muito e fragilidade humana entre outros assuntos. Sua canção "Let the Mystery Be" foi regravada por diversos artistas, como 10,000 Maniacs e Alice Stuart, se tornando a música mais famosa de Iris. Em seu segundo disco lançado em 1994, My Life, ela manteve a mesma linha dos temas do álbum anterior. My Life foi indicado ao Grammy para melhor disco contemporâneo de Folk. Seu terceiro álbum, The Way I Should, foi lançado em 1996. O disco possuía uma abordagem mais política, além de polêmicas como abuso sexual, religião, policia e Vietnam.

Em 1994, Natalie Merchant do 10,000 Maniacs tocou a canção de DeMent "Let the Mystery Be" com David Byrne para o acústico da MTV americana, MTV Unplugged. A canção também foi incluída no disco Campfire Songs: The Popular, Obscure and Unknown Recordings. Em 1995, sua canção "Our Town" foi tocada no final de um popular série de TV da CBS, Northern Exposure. DeMent ganhou mais fãs, e a canção foi regravada por Kate Rusby, Jody Stecher, e Kate Brislin.

DeMent também fez duetos com John Prine no disco In Spite of Ourselves; cantando ainda com Steve Earle e Emmylou Harris, além de participar em álbuns de inúmeros outros artistas. Ela apareceu em um filme de 2000 chamado Songcatcher, com o papel de Rose Gentry; além de participar da trilha sonora.

Após um hiato desde o final de 1999 ela lançou seu quarto álbum, Lifeline, em 2004.

Ela ganhou certa notoriedade cantando uma música de Merle Haggard, "Big City", em Tulare Dust: Tribute to Merle Haggard, que foi um disco com vários artistas para o renomado cantor.

Em 2007 a música "My Life", foi incluida no filme Mister Lonely, de Harmony Korine, apesar de não aparecer oficialmente na trilha sonora do filme que foi lançada.

Iris também foi inspiração para a canção do grupo Goo Goo Dolls, "Iris", apos o guitarrista e vocalista da banda John Rzeznik ter encontrado o nome dela na revista Billboard em um artigo escrito por Daniel Levitin. [carece de fontes?]

Paradas[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum categoria Posição
1994 My Life Billboard Heatseekers 16
1996 The Way I Should Billboard Heatseekers 22
Janeiro 2004 Lifeline FolkDJ-L Folk Radio Airplay 15

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Outras contribuições[editar | editar código-fonte]

  • WYEP Live and Direct: Volume 4 - On Air Performances (2002) - "Our Town"

Leitura[editar | editar código-fonte]

  • In The Country of Country: A Journey to the Roots of American Music, Nicholas Dawidoff, Vintage Books, 1998, ISBN 0-375-70082-X
  • Don't Get Above Your Raisin': Country Music and the Southern Working Class, Bill C. Malone, University of Illinois Press, 2001, ISBN 0-252-02678-0

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]